Traduza esta Página
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documentales Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
King Of Pop

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
»  Um Amor de Padrinho
Sex Set 02, 2016 10:55 pm por Mimijak

» Michael Jackson In Memoriam. Remembrances (Ingles)
Sab Jul 09, 2016 4:09 am por Mimijak

» Todos os Livros Sobre Michael
Seg Jun 13, 2016 1:29 am por Mimijak

» Simplesmente MICHAEL
Seg Jun 13, 2016 1:16 am por Mimijak

» Michael Jackson = A Visual Documentary 1958-2009
Seg Jun 13, 2016 1:08 am por Mimijak

» LoveIsHIsMessage
Qui Maio 26, 2016 7:41 pm por Mimijak

» Curso de Ingles Online: Qual Escolho?
Ter Maio 17, 2016 1:17 am por Mimijak

» Mini-fic - Favores
Dom Maio 15, 2016 1:07 am por Mimijak

» Insana Obsessão
Qui Maio 12, 2016 2:13 am por Mimijak

Meu MSN
Meu MSN – Venha conhcer - Click Aqui e vá  para o Meu Perfil
Michael Is Invincible - diHITT– Mimijak Invincible
 Michael Is Invincible – Mimijak Invincible - Click Aqui e vá  para o Blogger
Dangerous
DANGEROUS MJ- Click Aqui e vá  para o Fórum Dangerous

Um Amor De Big Brother

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 12:14 am

Introdução/SinopseUm Amor De Big Brother.




Trailler da Fic feita pela minha miga Marie Smith/Marie Evans

avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 12:22 am

Capitulo IConvencendo O Rei Do Pop.





Parecia piada quando o meu assessor veio com essa proposta esdruxula, ver minha vida ser transmitida pra todo mundo ver estava fora de cogitação, minha carreira não precisava desse tipo de humilhação, não é porque o desorientado do meu irmão Jermanie participo de um que eu era obrigado a fazer o mesmo:
_ Pode desisti James não vou participar – Disse decidido – Não vou vira bicho de zoológico humano.
_ Qual é MJ? Da uma chance – Indagou insistente – Seus fãs querem conhecer você.
_ Eles que pesquisem na internet, comprem um livro serio a meu respeito, vejam minhas entrevistas e ate conversem comigo pessoalmente se for o caso, mas um programa de teve que expõe as pessoas ao ridículo definitivamente NÃO. _ Enfatizei.
_ Vai se negar uma chance de ser visto pelo mundo sem ser aquele maluco esquisitão que a impressa tanto prega – James sabia como me irritar.
_ Não sou maluco e nem esquisito – Falei pausadamente aos berros.
_ Então prova cara, agarre essa chance, mude sua imagem perante o mundo, mostre aos hater que você é gente que nem a gente – Esboçando um sorriso vitorioso. – Eles vão se surpreender contigo.
_ Sai daqui – Arremessei um abajur nele – Já disse que não vou.
_ Ai – Desviando do objeto – Você tá estressado MJ precisa de feria, um tempo na casa lhe faria bem – Meu olhar matador que dizia ”se tem amor a vida vaza daqui.”
Aparentemente assim pensava eu, ele esqueceu o assunto, aparentemente, sempre que podia retomava sua arda batalha pra me convencer a participar de tal inutilidade televisiva:
_ Saiu a lista de possíveis membros da casa – James vinha falando alegremente – E seu nome está nele como um dos mais cotados e que ainda não deu a resposta definitiva, como se sente MJ com essa informação? Os fãs tão todos alucinado com a possibilidade de dividir a casa com você chefe!!! – Explanou ele
_ Não adianta James não vou ceder – Disse enquanto comia meu dejejum.
_ Ah qual é MJ? Só falta você confirma.
_ Não insista já disse, é batalha perdida. – Ouço o telefone toca James quem atende me passando ao constatar quem era.
_ Ligação pra você é a Liz Taylor. – Me passando o aparelho.
_ Oi Liz como está? – Tom alegre na voz
_ Michael, soube agora pelo produtor do Big Brother que você ainda não confirmou sua presença, o que houve meu anjo? – Pergunta ela ignorando meu comprimento por completo parecia com raiva.
¬_ Own Liz você também? – Ar insatisfatório.
_ Eu o que meu amor? – Sem entender minha colocação - Soube que você também estava cotado pela produção que me informou - Justificou-a – Então? Você vai?
_ Como você ficou sabendo Liz? – Desconfiado.
_ Ora também me escalaram para o programa, sei que é degradante esse tipo de programa, só que estão dando um bom cachê, não que precise do dinheiro, mas pode doar pra ajudar uma instituição de caridade.
_ Você vai doar seu cachê? - Pensativo
_ E parte do premio também, ora honey vamos juntos, pelo menos faremos companhia um ao outro que tal hã? Vai aceitar o convite?
Confesso que não tive como dizer não a Liz, de certa forma teria uma aliada a casa afinal de contas seria por uma boa causa, poderia pedir conselho a elas na hora que eu precisasse, a contra gosto e pra alegria do James eu aceite o convite:
_ MJ!!!! – Invadiu o meu quarto correndo aos berros – Como você aceita e não me avisa cara?
_ Adivinha James? – voz sonolenta cobrindo o rosto com o travesseiro – Me deixa dormi passei a noite em claro.
_ As comunidades de fãs tão bombando meu... – Falando compulsivamente. – Todo mundo tá se inscrevendo no programa, o site ate saiu do ar de tantos acessos ao mesmo tempo, ate eu me inscreve.
_ James tô nem ai pros meus fãs eu quero dormi. – Batendo os braços na cama – Você se inscreveu? Ah brinco. Já não chega o tempo que você passa me enchendo o saco no dia a dia ainda vou ter que te aguenta na casa?
_ Vídeo? Quando é que você vai grava o vídeo de convocação dos fãs? – Insistentemente ignorando minha observação.
_ Quem meu Deus? Quem tenho que mata pra consegui dorme as 9 da manhã? – Pensando em voz alta – Eu não vou grava o vídeo se eu tiver sendo indiciado por assassinato, no caso o seu James – Falei com cara de serio.
Depois que viu o meu olhar mortal para o lado dele, James finalmente me deixou dormir, as minhas crises de insônia estavam me deixando cada vez mais irritado, após umas 7 horas de sono já devidamente descansado, liguei pra minha mãe pedindo que ficassem com os meus filhos durante o período que o programa durasse. Ela prontamente atendeu meu pedido, assim que confirmei a data de entrada na casa marquei a data de gravação do vídeo fiz meu anuncio tão esperado pelos meus fãs, estava pedindo a Deus que não tivesse problemas na casa com nenhum participante ou alguma fã desequilibrada minha, liguei pra Liz pra assim nós marcamos de irmos juntos para o hotel onde ficaríamos confinados:
_ Liz eu posso te pegar pra irmos ao hotel?
_ Claro meu amor, fiquei muito feliz em saber que cedeu a ideia, sei que já lhe disse isso, mas vou repetir, seremos aliados lá dentro se precisar de mim já sabe não é?
_ Sei sim Liz e obrigado novamente. Te pego as 11 horas pode ser?
_ Sim claro você almoça aqui comigo e seguimos pra lá, combinado?
_ Sim combinado.
Conversei com meus filhos explicando que iriam ficar com a minha mãe por uns dias enquanto eu estivesse no programa, pedi que obedecessem a vó deles sem questionamentos, pois ela seria responsável por eles na minha ausência, avisei se tivesse alguma queixa de mau comportamento eles iriam ficar sem seus brinquedos favoritos, pedi que deixassem suas coisas prontas pra quando chegasse a hora não deixar nada pra trás.
Então chego a minha vez de resolver minhas pendencias, foram varias reuniões chatas pra publicidade, acerto de contrato do cachê do programa, algumas exigências pro caso de emergência, ou ate mesmo se a convivência ficasse desagradável indo pra insuportável por conta do comportamento ante social de alguns participantes:
_ Convenhamos meu caro diretor, uma coisa é você não ir com a minha cara, certo? Direito seu se nossos santos não baterem, mas partir pra ofensas e agressões gratuitas são um pouco de mais a casa é grande creio que não vai precisar partir pra violência física, mas se caso houver eu me retiro do programa.
_Compreendo perfeitamente senhor Jackson, nosso programa tem regras especificas sobre isso, em caso de agressão física o participante é expulso do programa, alguns bate bocas são normais, porém veremos o que podemos fazer aqui.
Contrato de participação assinado e só me restava faz uma coisa, o que mais meus fãs esperavam, a oficialização da minha participação através de um vídeo, bem preferi assim pra não soar como um comunicado sem sal por escrito na net, assim soava que meus fãs tinham mais importância pra mim, já que muitos soltaram comunicados escritos em seus blogs e sites, não sei porque sempre gostei de impressionar meus fieis seguidos e assim o faria:
_ James conseguiu agenda o estúdio e a equipe de filmagem pro dia 30 como pedi?
_ Consegui sim, vão estar aqui por volta de 9h da manhã nesse dia.
_ Ótimo – Exclamei agora era só esperar o dia chegar.......


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 12:59 am

Capitulo IIO Anúncio.




No dia 29 resolvi me da um banho de loja, comprei algumas roupas novas, coisinhas básicas de homem, não podia me expor a nudez no programa, então me precavi, tive que aprender a me virar na lavanderia já que não teria empregados pagos lá dentro, dei um up nos meus cabelos já que eu ia precisa passa uma temporada lá e como não refiz o meu permanente nos últimos 2 meses estava precisando, devidamente vestido pra matar fui cumprir com as minhas obrigações. No dia 30 de março fiz a gravação do meu anuncio comunicando que participaria do programa através de um vídeo que foi vinculado na internet, ao qual convidava os meus amados seguidores pra se inscreverem no site do BBB onde apenas uma fã sortuda seria contemplada com a honra de estar em minha companhia na casa.

Mensagem Do Vídeo

_ Hello boys and girls, as you all know I will participate in the reality show Big Brother along with other guest artists, but a fan just a single fan will have the honor to spend three months of confinement at my side and you can be the fortunate or lucky to join me at home, simply enroll in the program's website. And good luck, I'll be waiting for you there.


Tradução


_ Olá meninos e meninas, como todos já sabem vou participar do reality Show Big Brother juntamente com outros artistas convidados, mas um fã apenas um único fã poderá ter a honra de passar os três meses do confinamento ao meu lado e você pode ser o felizardo ou a felizarda a me acompanhar na casa, basta se inscrever no site do programa. E boa sorte, estarei esperando por você lá.


Essa mensagem foi o suficiente pra trava o site do programa eram mais de cem mil pessoas acessando por minuto pra fazer sua inscrição, o tempo estava correndo pessoas de diferente nacionalidades e graus de inglês estavam lutando por uma vaga na casa, modéstia a parte era o ídolos deles ali nu e cru 24horas por dia, quem era louco o suficiente de perder essa chance? Muitos morreriam tentando. O sonho de cada fã estava pra se tornar realidade, mas só para uma delas, será que essa sortuda também teria a sorte de me levar na mala pra casa como premio? Afinal de contas a anos que não sei o que é me apaixonar por alguém e nesse programa eu estava disposto a tentar a sorte, se não saísse de lá casado pelo menos com uma amiga a mais eu sairia. Mas essa pergunta só seria respondida no decorrer do programa.
Nessa edição ainda me acompanhariam mais 6 artistas fazendo um total de sete comigo, são eles Elisabeth Taylor, minha amiga pessoal, Scott Stapp, Ame Lee, George Michael, Mandona e Prince, todos acompanhados dos seus fieis seguidores, é a casa ia pega fogo mesmo.
Assim que o site voltou a funcionar todos conseguiram efetua suas inscrições, bom quase todos, encerrada a primeira etapa deu-se logo inicio a segunda a escolha do sete sortudos que iria acompanhar seus ídolos no jogo, eram milhares de vídeos e fotos do(a)s candidato(a)s a serem vistos de cada artista, nem preciso dizer que os meus fãs deram mais trabalho pra escolher, em pouco tempo foi-se definidos os escolhidos dos outros artistas eu pela demanda enorme fiquei por ultimo. São eles: Elisabeth Taylor – Jonh país Estados Unidos, Madona – Robert país Alemanha, Ame Lee – Paul país França, Scott Stapp – Lilian país Brasil, Prince – Mariah país Inglaterra, George Michael – Priscila país Chile, Michael Jackson(eu que vos conto) – Morgana país Estados Unidos.
Às dez e meia da manhã faltando exatos dez dias pra inicio do programa me dirigi a casa de Liz para irmos juntos ao hotel indicado pela produção do Reality show para o confinamento, mesmo tempo que iriamos ficar longe de tudo e de todos, o que de certa forma seria bom, já que ninguém ia poder divulga nada sobre qualquer um dos participantes na impressa. Almoçamos e seguimos ao hotel ao chegarmos lá nos identificamos e logo um jovem muito simpático veio ao nosso encontro na recepção:
_ Senhor Jackson e senhora Taylor – Cumprimentou o jovem – É um prazer tê-los aqui. Meu nome é Alfred, sou seu guia nesse confinamento, vou dar-lhes algumas orientações.
_ Prazer Alfred – Respondemos juntos.
_ Venham comigo sim – Seguimos ate o elevador, no interior do mesmo completou - Devo adverti-los que não serão permitido celulares, computadores, acesso a internet e nem mesmo contato entre vocês aqui no hotel ou com o mundo.
_ Uau quanta rigidez – Brinquei - Tô me sentido um prisioneiro.
_ Não queremos que vaze nada do que acontece aqui senhor Jackson por isso a rigidez, ficaram em quartos separados, sem comunicação entre os dois, vocês só voltaram a se falar dentro da casa daqui a dez dias.
_ Nossa será uma tortura fica sem contato com o mundo – Completou Liz.
_ A gente aguenta Liz, ainda vamos rir muito disso. – Liz foi a primeira a sair ficou confinada numa suíte a dois andares abaixo do meu. – Ah sim antes que me esqueça senhora Taylor, esse é o perfil do seu fã estude-o com calma nesses dez dias. Boa estadia – Entregando-lhe um bloco de 25 paginas pra ler comigo não foi diferente. Seguimos para o meu andar.
_ Aqui é o seu andar, a suíte aqui é exclusiva, as sete horas o jantar será servido, as 8 café da manhã e as 12h o almoço, aqui está o perfil do seu fã boa leitura, haverá um segurança aqui na porta caso precise de algo, espero que tudo esteja a seu contento senhor Jackson, nos vemos em 10 dias. – Despediu-se me deixando a sós comigo mesmo e uma pilha de paginas pra ler.
Ao ler o perfil de minha fã descobri que se chamava Morgana, era minha fã há seis anos e se gabava de saber tudo sobre mim, ou quase tudo, também era uma típica tarada s.a era obcecada por mim e por uma certa parte anatômica do meu corpo, que fiz inconscientemente forma-se um culto indesejável por ele, se elas soubesse que fico com vergonha só de pensar que elas me olham procurando por ele, jamais pensaria ou falaria nada sobre o assunto, Morgana deu sorte em ser escolhida para o programa e por consequência partilha a casa comigo, mas essa felicidade pelo menos da minha parte duraria pouco, ela me traria mais problemas do que prazer na casa, não só pelos seu modo poucos a típico pra mim que estou acostumado com educação ao extremo, como também pelo seu jeito explosivo de se fazer presente sendo impulsiva e desagrável, poucas vezes refletia sob como suas atitudes afetaria a vida das outras pessoas ou na dela própria e as consequências disso, o que pra mim significou um desastre eminente, isso poderia custar caro pra ela.
Por sorte não compartilhamos o mesmo andar se não teria problemas antes mesmo do programa ter inicio, soube por intermédio de Alfred que a minha até então pacata acompanhante havia chegado a pouco e estava no saguão fazendo o seu registro, graças a Deus não a informaram que eu já havia chegado, se não nem quero ver o que aconteceria. Após ler o dossiê da minha companheira de casa, resolvi ler um livro e dormir um pouco, confesso que esses dez dias isolado me fez refletir muito nas coisas e me definir em outras, consegui repor meu sono em ordem já que não tinha o chato do James pra me atrapalha o tempo todo com seu jeito espalhafatoso, nem me lembrei da minha vida com tanto isolamento paz e silencio que a muito não sabia o que era.
Após os dez dias de confinamento, finalmente fomos pra casa cada um em um caro diferente e individual e por sorte por assim dizer não me esbarrei com a minha fã e nem os outros participante também, fomos calmante apresentados para o mundo embora a minha presença não fosse segredo pra ninguém, querendo ou não já vivo em um Big Brother em alta escala, já que a imprensa não larga do meu pé de jeito nenhum, é capaz de se eu precisa bate um raio x do meu vocês sabem do que com certeza absoluta vai ter um jornalista agarrado lá. É ate cômico pra não dizer trágico, mas a minha vida é assim, não adianta eu tentar fugir pra qualquer lado que eu me vire vai ter sempre um paparazzi me vigiando. Deixando as lamentações de lado fiquei esperando os outros participantes da casa. O mundo já sabia de mim e da Liz agora faltava os demais.....


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 1:06 am

Capitulo IIIEntrando Na Casa.





Já definidos os participantes, era hora de começar o “show”, ou seja, entrar na casa, cada um dos fãs nos foi devidamente apresentados, como era de se esperar alguns deram um show por assim dizer na nossa frente, aquela histeria de sempre, grito, choro, desmaio... nada que não desse pra superar com uma boa aspirina ao fim do dia, não tardou e logo fui-me apresentado Morgana que já deu sinal a que veio, o que me deixou horrorizado logo de cara sem falar nas vestimentas vulgares da moça, que deixavam a mostra mais do que eu realmente precisava ver, será que ninguém nunca ensinou pra ela que quanto menos uma mulher mostra a um homem mais ele quer descobri-la? Faz parte do mistério da conquista, se eu vejo tudo que quero antes do tempo devido porque eu irei perder o meu tempo com ela? O que mais me causou espanto foi o modo de falar dela nada elegante e cheio de nomes vulgares, isso causou não só antipatia minha como dos outros participantes da casa, tive que ficar em alerta com ela:
_ Ahhhhh – Grito estridente e escandaloso ao me ver seguido de choro – Oh my god, Michael Jackson – Descobriu o brasil querida pensei– Não acredito – Nem eu se arrependimento matasse pensei de novo – Meu Deus – Pulando em cima de mim quase me derrubando.
_ Oi – Cumprimentei constrangido e olhando pra Liz com desespero no olhar, era tudo que eu temia fã uma maluca que me trata como um et isso vai ser torturante, “senhor dai-me força”.
_ É isso ai mano, nós vamos ganhar de vocês, isso aqui já é. – Gritava ela aos outros participantes enquanto eu discretamente me afastava dela – Michael Jackson não tem pra ninguém. Uhuu, já perdeu, perdeu.
_ É a sua Fã? – Pergunta George Michael tão chocado quanto eu.
_ Ah como eu queria que não fosse – Lamentei visivelmente constrangido.
¬_ Meus pêsames
_ Obrigado, onde fica mesmo a saída? – Risos geral com o meu comentário em tom de arrependimento – Tô começando a sentir falta do James. - Completei
_ Quem é James? – Pergunta George desconfiado.
_ É o maluco do meu assessor, tão fã quanto ela, mas pelo menos ele tem de sobra o que essa dai tá em falta.
_ O que é?
_ Discrição e respeito, James as vezes não bate bem admito, mas me trata como uma pessoa normal e não por eu ser uma megaestrela. – Saudoso.
A casa estava dividida em três quartos, o que significa que seriam três grupos sem conta o quarto do líder, que pra surpresa geral havia mais dois artistas escolhidos e por coincidência amigos meus Nick Carter (dos backstreet boys) – Sarah país Finlândia e Justin Timberlack (N’sync sei que alguns não gostam dele por acharem que ele vai ocupa meu lugar, mas vamos da um desconto aqui ele não sabe o inferno que é aqui) – Sandy país Austrália. Eles foram recebidos com muita festa por todos, especialmente os que eram meus fãs, pois correram direto pra mim.
Pra minha sorte por assim dizer fiquei com Liz e Justin no quarto de cor azul, a escolha foi meio que aleatória, me enfiei e me apossei de uma cama onde a Liz estava não adianta não a largaria por nada dentro da casa, infelizmente a Morgana veio de contra peso, sem me esquecer dos fãs dos meus companheiros de quarto também se juntaram a nós. No quarto rosa ficaram Ame Lee, Scott e Nick enquanto a madona George Michael e Justin no quarto amarelo, devidamente instalado, todos seguiram para a parte externa da casa onde uma festa de boas vindas havia sido preparado pela produção.
A euforia era grande, os fãs estavam em lagrimas com a presença de seus ídolos assim tão próximos do que eles jamais estiveram antes em suas vidas, cada um a seu modo manifestava sua emoção alguns mais comedidos outros mais exaltados, as grandes estrelas da musica e cinema estavam aparentemente a vontade com seus fãs, aparentemente, menos eu que estava começando a enfrentar sérios problemas com Morgana, que começou as suas investidas que me deixaram extremamente incomodado. A moça não me largava um minuto, me sentia um alien sendo estudado por ela que sempre que podia me agarrava sem a menor cerimonia.
Durante a festa todos conversavam tranquilamente com seus ídolos tentando arrancar alguma informação desconhecida por eles, pena que Morgana não queria apenas conversar o que me deixou sem saber o que fazer:
_ Quer conversar? – Perguntei tentando puxa assunto.
_ Depende.
_ Não tem nada que queira me perguntar?
_ Humm acho que tem sim.
_ Então pergunte. – Me arrependi de dizer isso.
_ Que posição você gosta na cama por cima ou por baixo?
Não preciso dizer qual foi a cara que eu fiz com essa pergunta nada discreta por parte dela não é mesmo? Tentei desconversa com um leve sorriso:
_ Tente outra pergunta – Desconversei.
_ Ah qual é? Como vou te agradar na cama se eu não sei do que você gosta?
_ Essa questão só diz respeito a mim e a quem eu e interessar – O que definitivamente não era ela, embora fosse uma moça muito bonita e atraente, mas para mim não servia. Me levantei e fui ate a mesa me servi de alguns salgadinhos e bebidas, confesso que fiquei meio perdido já que nos eventos que frequentava havia sempre garçons para o serviço, me virei assim como a Liz. Mas a Morgana vinha atrás:
_ Mike não se acanhe meu amor, esqueça a regra de etiqueta aqui faça um pratinho pra você não ficar vindo toda hora aqui buscar – Aconselhou Liz me passando um prato. – É mais pratico – Confidencializou ao pé do meu ouvido.
_ Obrigado Liz – Assim que comecei a montar o meu ouvi uma voz que estava me irritando.
_ Quer que eu lhe na boca MJ? Mas vai ter que pega da minha.
_ Obrigado Morgana dispenso seus serviços. – Peguei o que me interessava e sai de perto dela, pelo menos tentei.
_ Eu vou fazer você ceder meu amor, porque sei que sou a mulher dos seus sonhos – Dos meus pesadelos isso sim pensei – Qual é Michael eu sei que você me quer.
_ Quero – Engolindo um pedaço de pastel – Quero você bem longe de mim. Estava procurando feito um desesperado um canto pra poder comer em paz já que a fome era enorme, mas estava difícil. Ate que alguém a chamou pra conversa pra minha sorte.
Enquanto o povo lá fora a distraia, entrei pra tomar um copo de agua e usar o toillette, na volta resolvi explora um pouco a casa, observei a decoração arrumação dos cômodos disposição dos moveis, tudo que pudesse ser observando pelos meus olhos curiosos eu explorei. Quando estava saindo levei um encontrão não proposital de um dos participantes, no caso uma participante que acabo nos levando ao chão a pessoa na pressa não me viu saindo:
_ Ah Mike desculpa não te vi saindo – Me ajudando a levantar. – Se machucou?
_ Não tem problema, tá tudo bem. – Não havia observado nenhuma das outras participantes ate esse encontrão.
_ Sou Lilian.
_ Prazer, acho que dispenso apresentação não é? – Falei sem jeito.
_ Claro quem não conhece Michael Jackson? – Riso tímido, como ela tem um sorriso lindo. – Seu sotaque não me é estranho, de onde você veio?
_ Sou brasileira.
_ Que legal eu já fiz dois shows e um clip no Brasil.
_ Brasil eu nunca estive no Brasil – Scott se aproximando. - É legal?
_ É muito legal o povo lá é super caloroso, carismático quando você for vai amar – Respondi animado.
_ Eu me lembro quando o Mike foi pro brasil estava em salvador naquela época, ele fico quase do meu lado. – Observou ela ao ídolo.
_ Serio? Não me lembro de você.
_ Você estava tão empolgado com o batuque do Olodum naquela dia que se passasse um et na sua frente você não notaria. Nunca te vi tão a vontade como naquela ocasião. – Risos de todos.
O papo fluía muito bem naquela ocasião, mas alguém estava de olho no meu entrosamento com a minha nova amiga e não estava gostando nada do que via ali na sua frente, Morgana iria me deixa ainda mais chocando naquele dia.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 1:13 am

Capitulo IVComeçam Os Problemas Ainda Na Primeira Semana.



Terminamos o papo e retornei ao exterior da casa. A moça não perdeu tempo, enquanto fãs e seus ídolos estava separado pra uma conversa mais reservada pra tirar algumas duvidas que ainda existiam em suas carreiras, Morgana se aproveitou e praticamente me roubou um beijo na boca a força, logo a repudiei:
_ Para com isso Morgana, não estou aqui pra esse tipo de coisa – Menti irritado, ate estava mas, não com ela.
_ Mas eu estou – Cética – Vim aqui só pra conquistar você.
_ Você sabe muito bem que..... – Interrompido
_ .... Que você vai me amar – Completou ela
_ Então será uma boa briga por que eu não quero você – Disse gentilmente me afastando dirigindo a um casal conversando animadamente. – Posso me esconder aqui? – Aproximando deles após identificar Nick e sua fã.
_ Claro MJ, senta ai – Disparou sorridente Nick.
_ Obrigado.
_ Sarah esse aqui é um grande amigo meu, acho que você já deve saber disso né! – Exclamou Nick a sua parceira de jogo – Michael Sarah, Sarah Michael.
_ Prazer – Respondemos juntos apertando cordialmente nossas mãos.
_ Problemas?
_ É. Começo cedo, já na primeira semana, a coisa vai fica complicada por aqui. - Lamentei.
_ Isso não é bom.
_ Não mesmo. Ela tá confundindo as coisas e se antecipando aos fatos, se no primeiro dia já está assim imagine nos demais?
_ Você pretende fazer o que?
_ Se ela não amenizar ou mudar essa postura e as atitudes dela, vou ter que sair da casa. – Completei decidido.
_ Sem chance de mudar de ideia? – Questionou o amigo.
_ Se ela não mudar, não, sem condição.
Levantei-me e fui em direção ao quarto, estava decidido a não ficar na casa então não desfiz minhas malas pra caso eu precisasse sai da casa se Morgana não melhorasse seu jeito, mas pro meu desespero ela veio atrás e definitivamente não iria me deixar em paz enquanto não conseguisse o que ela queria a qualquer preço.
_ Tá me evitando é gatinho? – Fala sensualmente se aproximando da minha cama
_ Me deixa em paz Morgana, estou com dor de cabeça – Deitado em decúbito ventral – Vai curti a festa lá vai.
_ Sem você? De jeito nenhum amore, vou ficar aqui só com você – Enfatizou ela alisando o meu peito por cima da blusa. Me fazendo levantar e olhar serio pra ela.
_ Morgana estou falando serio – Segurando as mãos dela e desviando do meu corpo.
_ Eu também.
_ Ah te achei Morgana – Diz Nick percebendo a situação – A galera quer conversar com você lá na festa.
_ Depois eu vou – O ignorando.
_ Você não vai vir não MJ – Fazendo sinal pra que eu concordasse com a afirmação dele.
_ Me dá dez minutos que eu já vou, vou passa no toillette e já sigo pra lá – Inventando uma desculpa.
_ Viu ele vem, vamos Morgana – Insiste Nick.
_ Vou assim que eu ajuda o Mike a usar o banheiro faço questão de segurar pra ele e balançar depois.
_ Dispenso Morgana – altero o tom de voz - Sai de perto de mim estou com minha cabeça estourando de dor e vai logo antes que eu saia daqui ainda hoje, vai logo com ele vai – Enfatizei.
_ Você não faria isso faria?
_Você se diz minha fã, fala que me conhece então deveria saber muito bem que esse tipo de atitude não me agrada em nada em uma mulher e cada segundo que passa você perde pontos comigo. E outra só faço o que eu quero e não quero você aqui agora. Então saia – ordenei já sem paciência assustando ate a mim mesmo.
_ Está bem – Incrédula – Eu saio, mas fique ciente que vou fazer você ficar comigo.... – Disparou ela antes de sair.
Com esse desafio fiquei sentado na cama olhando pro Nick estava na cara o tamanho do problema que eu ia enfrentar:
_ O que aquilo uma fã ou um monstro?
_ Que mulherzinha arrogante essa heim? – Retrucou Nick.
_ Arrogante só é pouco, mal cheguei e ela já tá me cercando igual cachorro no sio, Deus me livre, sei que provoco todo tipo de reação nas pessoas mas a dela chega a ser ridícula.
_ Bom vou joga pra geral que você tá deitado e que é pra da um perdido nela.
_ Valeu por essa Nick.
_ Disponha Mike eu também ia querer que me ajudasse com uma mala dessa.
_ Vou ficar te devendo.
Nick retornou pra festa avisou a todos o tamanho do pepino que eu estava enfrentando e informando o que o povo deveria fazer pra me deixar descansa, soube por um dos integrantes que ela tentou varas vezes vir ate o quarto, sempre com uma desculpa que não colava, as meninas vinham com ela só pra ficar de olho no que ela iria fazer. O que deixava Morgana verde de raiva. Liz Taylor e seu fã se recolheram logo como era no mesmo quarto ambos ficaram de vigia na minha infortuna fã.
Não dava pra nega a galera tá me ajudando pacas com esse turbilhão de confusão que jogaram na minha vida, ninguém tem uma etiqueta na testa dizendo que é ou não complicado, acho que ate a produção do programa estava preocupada comigo ter que enfrentar ela. Demorei um pouco pra pega no sono, enquanto a festa rolava a todo vapor fui chamado pela produção pra conversa na dispensa:
_ Me chamaram? – Disse encontrando com o diretor do programa com a expressão preocupada.
_ Prazer senhor Jackson – Esticando a mão pra me cumprimentar. Antony Philips diretor do programa.
_ Prazer.
_ Primeiramente quero pedi-lhe desculpas pelo inconveniente da sua fã – Tentou se explicar. – Não imaginávamos que ela seria tão desagradável assim. – Avistei James atrás deles.
_ Também não esperava isso.
_ Ouvimos o que disse pelas câmeras e realmente gostaríamos que ficasse conosco ate o fim do programa. – Argumentou.
_ eu realmente quero ficar ate o final do programa, só que assim não dá, mal cheguei e ela já se mostrou a que veio, sei que provoco reações diferentes nas pessoas, mas a Morgana tá ridícula. - Irritado
_ Calma Mike, eles estão aqui pra ajuda-lo. – Disse James.
¬_ Estou calmo James.
_ Bom iremos chama-la ao confessionário pra conversamos se caso ela não mudar, iremos trocar de fã, assim está bom pra você, senhor Jackson? – Inqueriu o diretor nervoso com a minha possível saída do programa.
_ Ok! Vou dar uma semana pra vê se a Morgana muda caso contrario a casa terá um participante a menos. Sem chance de voltar atrás.
_ Ok, iremos fazer isso hoje mesmo. – Advertiu o homem quase tendo um colapso nervoso.
Assim que fui dispensado pela produção voltei ao quarto, peguei alguns remédios pra dor, embora poucos saibam, apenas os mais íntimos sofro de uma doença grave que me causa dores insuportáveis pelo corpo, dessa vez a minha fibromialgia veio com tudo por conta da raiva que Morgana estava me fazendo passar, por conta da doença que trás no pacote insônia e depressão, nem preciso dizer que tive que me medicar pra poder pelo menos ter as dores aliviadas. Já com a dosagem certa na mão fui ate a cozinha pegar um copo de agua pra consegui tomar todo aquele remédio, onze no total, tive que inclui um remédio pra dor de cabeça ao que eu já tomava, pelo menos iria diminui um pouco os sintomas da minha inseparável insônia, após a leve briga pra toma toda a medicação, voltei pro quarto e me deitei dando graças a Deus que ela não tinha me visto na cozinha e em poucos minutos após fazer efeito adormeci o sono dos justos por assim dizer.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 29, 2016 1:58 am

Capitulo V Sonho Ou Pesadelo?




Primeira noite na casa ate que consegui dormir, sem maiores problema, Morgana ate que se comporto respeitou o limite que impôs, o problema foi da segunda em diante, Nick e Scott ate que me ajudavam a fugir dela, mas nem sempre funcionava, Morgana sempre conseguia me surpreender.
_ Voltei amore – Diz ela se insinuando.
_ Que prazer mórbido é esse que você tem de me infernizar?
_ Eu te amo e quero você – O agarrando por trás praticamente o imobilizando e tentando descer as mãos ate os meus países baixos.
_ Me larga Morgana – Tentando me desvencilhar dela e tentando segurar suas mãos do que queria.
_ Só te largo quando eu conseguir o que quero de você.
_ Michael pode vir aqui? – Disse Lilian entrando no quarto pra me socorrer.
_ Claro que vou – Disse sorridente – Me larga Morgana nunca fui grosso com uma mulher não me faça ser agora. – Forçando os braços dela e me soltando.
_ Desaparece daqui sua mosca morta – Grita Morgana me agarrando pela manga da blusa. – Tenho um caso mal resolvido com o bonitão aqui.
_ Não sou eu que estou chamando é o confessionário – Responde Lilian sarcasticamente enquanto largo minha blusa com Morgana e corro pra ela – Mulherzinha chata – Sussurra a moça.
_ Já estou indo – Respondi colando meu corpo em Lilian.
_ Grrr....
Finalmente me livro Morgana e saio com Lilian do quarto indo pra outra parte da casa onde fica o confessionário, pensando eu que era verdade e não uma desculpa que deu certo pra me livra do meu pesadelo disfarçado de mulher, a deixamos no quarto praticamente cuspindo fogo:
_ Vai aonde Michael? – Pergunta Lilian com um leve sorriso na face e que face.
_ Ao confessionário. Você disse que queriam fala comigo nele – Fiz expressão de quem não estava entendo a pergunta.
_ Foi só uma desculpa pra te livrar da cobra.
_ Obrigando então – Me aproximando dela – Se não fosse você eu estaria perdido – Tom de alivio na voz estendendo-lhe a mão em gratidão. Já que foi desculpa então vamos conhecer melhor a moça.
_ De nada, eu que agradeço – Tremendo ao me tocar.
_ Você está tremendo? Intrigado com a reação dela – Porque?
_ Sempre curioso. – riso de ambos – Posso te confessar uma coisa? – Soltou ela desconfiada
_ Claro que pode.
_ Não se assuste tudo bem – Procurando as palavras
_ Porque iria me assustar?
_ É que eu também sou sua fã – Confessou ela tímida.
_ Serio? – Surpreso
_ Serio, não sei como não desconfiou quando eu falei do Brasil.
_ Pensei que era mais uma dos milhões de curiosos de lá, jamais pensei que... Ai meu Deus – Espanto ao cair a ficha do fato – Vou ter problemas em dobro.
_ Imagina, não quero lhe causar problemas já basta a outra lá. – Sorridente – Além do mais só entrei aqui porque sabia que você não iria se esconder do mundo e eu poderia te conhecer melhor e a Morgana já chego apelando sei que você não gosta desse tipo de coisa e principalmente não aceita isso, eu não vou ser a segunda Morgana na casa não se preocupe, eu quero sair daqui pelo menos com um amigo e não com um inimigo.
_ Que bom saber – Disse com um largo sorriso na face – No que depender de mim você sai daqui com mais que um amigo.
_ Que bom saber. – Me olhando fixo – Posso te da um abraço?
_ Não só pode como deve – A envolvendo em um abraço que eu também estava desejoso.
Depois dessa conversa com Lilian que meio planeta viu ganhei uma amiga e aliada na casa, e eu iria precisar já que Morgana não me deixava quieto assim tão barato. Muitos apostavam em um romance na casa entre Lilian e eu, ate mesmo os participante da casa apostavam nisso já que era visível que estamos colados o tempo todo, mas logicamente Morgana não iria deixar isso fácil e o que ela pudesse fazer pra acaba com esse suposto inicio de romance ela iria fazer. Já nós nos uníamos ainda mais onde Lilian estava lá estava eu e vice-versa.
E não estavam errados, minha amizade com Lilian estava tomando proporções gigantescas dentro de mim que eu mesmo não pude perceber ate então, mas Liz não perdia o foco:
¬_ Você esta ai!!! – Exclamou ela sendo conduzida por seu fã na cadeira de rodas - Como consegui sumir nessa casa tão pequena. Obrigada querido o Michael assume daqui – voltando-se ao seu fã.
¬_ Estou sim.
_ pelo que vejo sozinho, porque?
_ Estou apenas observando – Apontando pra Lilian.
_ Hum bela visão não é?
_ É, muito linda.
_ E a sua fã? Vai consegui esconder dela por muito tempo?
_ Não sei Liz, estou pensando em como vai ser, não quero que as coisas fiquem feias por aqui, será que já chamaram ela pra conversar?
Nesse momento que fiz essa pergunta todos ouvem a uma voz nos outros falantes da casa convocando Morgana pra uma conversa no confessionário, olhei pra Liz com tentando disfarçar a minha cara de riso que se fez incontrolável naquele momento:
_ Chamaram ela agora. – Enfatizou Liz.
_ É vamos ver no que vai dar.
Morgana foi achando que era coisa simples, mas ao chegar lá levou um sabão histórico, ela ficou mais de 2 horas ouvindo a bronca da produção não sei bem o que aconteceu lá dentro, mas achei ótimo:
_ Nossa gente é impressão minha ou o ar está mais leve – Comentei me aproximando de madona que estava na piscina.
_ Sem aquele encosto que te persegue realmente o ar tá levíssimo.
_ Hoje estamos venenosos, nem eu tô me reconhecendo. – E nem os meus fãs estão.
_ Liga não Mike é a nossa natureza humana, antes ela do que você.
Seguindo o pensamento da venenosa madona, meu encosto digo Morgana volto bufando, ao sair da casa ela passou por mim e me soltou um olhar que fatal que me deu ate medo, a segui com o olhar pra ver o que ela iria aprontar, não deu outra, o tsunami ambulante foi direto pra Lilian e pelo que pude notar não foi com boas intensões:
_ Sua vaca você foi reclama com a produção de mim - Dizia ela aos berros.
_ eu não fiz nada
_ alguém segura a Morgana pelo amor de Deus – Gritou a Liz
logo a turma do deixa disso correu pra separa uma possível, logo cheguei e arrastei a Lilian dali não queria que elas saíssem no tapa por mim, assim que consegui afastar-me do rolo que se formava ali, fui comer alguma coisa enquanto o povo tentava segura a fera, Lilian aproveito pra descansar um pouco naquela casa, se é que era possível, enquanto ela tinha seu momento de descanso eu tentei ler um livro, eu disse tentei porque logo Morgana iria vir toma satisfações comigo da minha travessura na produção, enquanto isso a paz relativamente reinava ente nós, sem Morgana por perto.



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 12:13 am

Capitulo VIPapo cabeça com o Scott.


Em um dos raros momentos que Lilian se via sem Michael, Scott aproveitou para conversar com a sua ate então fã. Não que ele tivesse ciúmes dela, tendo em vista que fora da casa ele era casado, mas estranhou o entrosamento da moça com a megaestrela ambos se sentam na varada:
_ Você tá que é um grude só com o Michael heim? – Fazendo beicinho – Tô me sentindo péssimo com isso, esquecido em um canto da casa, acho que sobrei – Fazendo drama.
_ Me desculpe, não foi minha intensão – Justifica Lilian sem jeito.
_ Você gosta mesmo dele não é?
_ Tá tão na cara assim? – Diz espantada a moça.
_ Tá sim – Riso de ambos – Meio planeta tá vendo o in love de vocês
_ Ai meu Deus – Esconde o rosto entre as mãos – Que vergonha.
_ Não tem que ter vergonha, seu sentimento por ele é verdadeiro é o que vale ué. Garanto que tem um monte de menina que daria a vida pra tá no teu lugar.
_ É tem uma que está aqui de graça e não tá sabendo valoriza a chance.
_ Esquece a Morgana aquilo ali Deus quando fez devia tá de mal humor. Alias ninguém aqui na casa queria ter uma fã ou namorada igual a ela.
_ Verdade muito cabulosa – Fazendo gesto de monstro.
_ Vou te confessa cara, eu sou mais fã dele do que sua, faz quase vinte anos que sou fã dele, passei minha adolescência toda de olho nele – Lagrimas nos olhos – Não que eu não ame você sabe, eu gosto das suas musicas, sua voz...
_ Saquei vantagem pra ele – Balançando a cabeça positivamente – Legal.
¬_ Digamos que sim – Riso de ambos – Gostei de te conhecer você é boa pessoa, mas o meu coração acelera por ele.
_Sorte dele, sabe, vocês formam um belo casal.
_ Serio?
_ Serio! Tô torcendo por vocês. Eu e o planeta todo né. Na boa prefiro a você do que a Morgana.
_ Arg.... _ Ambos
_ Realmente não dá, ela não me desce, a garota se diz fã dele e já chega do jeito que ele mais odeia, Mike odeia mulher sem classe, vulgar ou sem educação e a Morgana não deu uma dentro desde que chego.
_ Realmente. Bom melhor a gente para antes que o encosto apareça.
Nesse instante que eles conversão, quem está com o encosto digo Morgana sou eu, que pro meu azar me viu preparando pra tomar um banho e resolveu me auxiliar sem eu pedir. Já viram a confusão armada né?
_ Vai tomar banho é? – Alisando meu peito
_ Sai Morgana não tô pra brincadeira. – Serio.
_ Mas eu estou, estou doida pra brincar com você embaixo do seu edredom.
_ Meu edredom querida aqui dentro já tem dona, que pra minha felicidade graças a Deus não é você. E se as coisas continuarem como estão quem vai brincar embaixo desse edredom com ela será eu. – Depois que terminei a frase foi que me dei conta do que havia dito em rede mundial agora já era tarde – E vê se me errar.
_ Não vou deixar isso acontecer, não vou deixar você se deitar com aquelazinha – Proferia ela ao berros despertando todos da casa pra onde a gente estava. – Não vou deixa mesmo você vai ser meu por bem ou por mal.
_ Mocinha escuta uma coisa – Andando para o lado dela e geral próximo de mim prevendo eu fazer uma besteira, olha que eu queria. – Ainda está pra nascer a mulher que vai me intimida nesse mundo, só não te enfio a mão na cara... – Agora estou com medo de mim mesmo ela me desperta meus piores instintos – ... Porque sou um cavalheiro e a minha mão não merecer ser infectada por uma pessoa imunda igual a você.
_ Vem Michael, calma cara. – Me afastando dela saindo de dentro do quarto. – Ela não merece perde tempo com isso.
Realmente não merecia, se você é fã de uma pessoa que tem plena consciência que ela não gosta de certo tipo de coisas ou atitudes acho que a ultima coisa que você faria era levantar o repudio a sua pessoa se seu objetivo for conquistar o seu ídolo certo? Infelizmente a moça estava fazendo tudo errado e só iria se da conta tarde de mais pra recupera o prejuízo, o que pra mim seria ótimo pois teria muito tempo pra planejar todo o meu casamento com Lilian, sim vocês leram certo estou disposto a me casar com ela sim, alguém doce e meiga como ela que me trata como pessoa normal não é todo dia que se acha dando sopa por ai, uma vez um amigo me disse quando confessei o meu desejo de casar novamente: “Michael Deus te mostra onde está o peixe quem vai ter que pesca-lo será você.” Ou seja eu sabia de toda a minha alma que ela era minha benção mandada por Deus, agora tenho que ir a luta apesar de Morgana não me ajudar muito, mas com certeza não iria deixar essa chance passar assim de graça.
Enquanto me afastava daquele projeto de mulher fracasso notei que ela não havia mudado nada com a bronca da produção e pior parecia que estava ainda mais ousada, já era o terceiro dia na casa e a prova do líder estava chegando e a casa toda teria a chance de promover um belo bota-fora nela a mandando pro paredão, é eu estava disposto a tentar a sorte dessa vez, só sairia se ela voltasse da votação do publico. Como não temos noção nenhuma do que esta rolando lá fora, bom eu faço uma ideia vaga, mas faço. E por dedução ela não deve está muito bem na fita não, mas....
Enquanto tentava dar um belo perdido naquilo que me arrumaram como fã, acabo dando de cara com a pessoa mais linda do mundo na casa:
_ Oh você ai!!! – Sorrindo encantadoramente pra mim – Estava te procurando.
_ Que bom! Fico feliz por isso – Maldita timidez que cisma de aparece em horas inconvenientes.
_ Vai pra piscina? – Pergunta apontando pra minha sunga – Essa hora o sol tá forte pra você – Fala serio tem como não se encantar com essa mulher? Se preocupou com o sol em mim!!!!
_ Na verdade eu estava tentando toma um banho, mas saiu meio frustrado por conta da outra lá. Por isso a sunga não dá pra fica mais a vontade né? – Apontando pras câmeras acima da gente.
_ Ah!!! É verdade – Sorriso tímido.
_ Sabe como é, não aquilo não me dá paz um minuto
_ Imagino – Desviando o olhar – Ainda vai tomar banho? Por que se for eu poderia ir com você, sabe? Por medida de precaução caso Morgana resolver aparecer.
Pena que vocês não podem ver minha cara de espanto agora ao ouvir essas palavras, eu ouvi direto ela quer toma banho comigo? Se eu estiver sonhando Morgana, por favor, não me acorde.
_ A-Ah claro que pode vir sim, vai ser um prazer a companhia de uma pessoa tão boa igual a você.
_ Então eu vou me trocar e já venho. – Acho que nem ela acreditou no que aconteceu ali, mas realmente estava afim de tomar aquele banho com ela.
Morgana pode cuspir fogo a vontade por que não perco esse banho por nada na minha vida. Aquela assombração teria que engolir esse sapo muito do lindo garganta a baixo. Não demorou muito pra ela aparecer com um roupão estava linda com os cabelos soltos segurando uma necesseré com os produtos que ela usava habitualmente, calçava um chinelinho de dedo muito simples, que compunha um belo visual. Fiquei ali perdido em meus pensamentos admirando aquela bela paisagem a minha frente e tendo pensamentos próprios pra uma narrativa, mas logo fui despertos por ela com uma tentadora pergunta a mim:
_ Vamos Michael?


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 12:22 am

Capitulo VIIO banho.


Ainda estava de sunga quando segui com Lilian para o box, ela liga o chuveiro e nesse momento o mundo parou literalmente pra assistir, estavam na maior expectativa pra ver se rolava algo entre nós, será que rolaria um beijo? Ou algo a mais naquele chuveiro? Os próximos segundos dariam as respostas a essas perguntas. Fiquei visivelmente constrangido ao vê-la com o seu biquíni tipicamente brasileiro na casa, cheguei a respirar fundo com tamanha tentação vindo dela, aquela modelagem pequena valorizava bem o busto dando aparência de maior volume, a tanga marcava ainda mais a linha da cintura deixando-a bem sensual.
Tudo era assistido de perto por mim, que já sabia da fama da mulher brasileira, mas não imaginava que era tanta alias nem eu nem o resto do planeta, que teve um recorde histórico de audiência de um único programa, eu nem piscava sem tirar os olhos das curvas de Lilian, quem assistia por trás dos vidros espelhados poderia jurar que eu a estava comendo com os olhos, como se os câmeras lá de trás também não a tivessem, se a casa tivesse microfone em cada teve instalada nas casas de quem assistia daria pra ouvi em coro: “Enxuga a baba Michael”, mas fui despertado dos meus sonhos impróprios de narrativa pela própria que queria minha ajuda:
_ Michael pode me ajudar aqui com a minha alça? Ela se solto pode arruma pra mim? – pedia ela melosamente.
_ Hã? O que? Desculpe está distraído. – Acordando do sonho
_ Tem problema não você pode tudo – “Nota do narrador não me dá ideia”, “nota da escritora pode da ideia pra ele” – Me ajuda com a alça do meu biquíni.
_ Claro que sim, o que tenho que fazer?
_ É só amarrar pra mim, por favor, eu não posso solta se não aparece tudo. - Com os braços cruzados segurando a parte de cima do atrevido biquíni.
_ Sim claro. Quer que eu aperte?
_ Sim.
_ Me diz quando tiver bom ok?
_ Ok!
¬_ Aperto mais ou esta bom? – Com as minhas mãos nas costas delas.
_ Aperta mais um pouco o laço.
_ Assim?
_ Isso. – Ela virou-se pra mim e sem eu menos perceber me deu um beijo no canto esquerdo da boca, ah se ela tivesse vindo um pouquinho mais pra direita... Tipo meio que sem querer querendo muito acabei escorregando minhas mãos nas costas de Lilian, a trazendo ainda mais próximo de mim, deslizava suavemente as minhas enormes mãos pelo corpo dela, fazendo-a encostar-se em meio peito, o cheiro do seu corpo e cabelos ali tão próximo a mim me fazia ter pensamentos nada obscenos, viagem essa que com certeza Lilian também os tinha.
Como se fosse um imã acabei beijando na boca timidamente deslizando as minhas mãos ainda mais no corpo dela me aproximando de uma zona proibida para mim ate então. Mas fui desperto dos meus sonhos masculinos por um inseto desagradável que teimava em me perseguir.
_ Me desculpe Lilian, foi sem querer – Terminamos os nossos banhos, mas não acabaria ali. Fui pra piscina o mais rápido que pude.
_ Mike me espera – Gritava ele em vão pra mim. Antes dela me alcançar ela entendeu o porque da minha fuga. Morgana saiu da parte reservada ao sanitário.
Após esse incidente passei boa parte do dia na piscina, precisava por a cabeça no lugar, não pelo flagra de Morgana, mas pelas reações que Lilian me causavam, precisava por minha cabeça no lugar, refletir no que eu tinha feito se estava certo ou errado, minha mente fervilhava com tudo que havia acontecido e um sentimento de culpa tomava conta de mim, com uma olhada mortal pra Morgana Lilian terminou de recolher as suas coisa do banho deixou no quarto e fui pra piscina, Lilian sabia desde o inicio do meu jeito tímido, apesar de conter um choro que eu nunca soube se era de tristeza ou felicidade por tudo que acontecia na casa, tanto eu quanto ela tínhamos plena consciência que havíamos mexido profundamente um com o outro, só não sabíamos o quanto, mas uma frase de James não saia da minha cabeça desde que entre: “Se você encontrar a sua alma gêmea lá que mal tem nisso?” Realmente que mal tinha eu ficar com Lilian? Pena que o nome do mal se chama Morgana.
Quando meu corpo começou a dar sinais de exaustão parei pra respirar um pouco apoiado na borda, a visão de Lilian sentada próxima a borda era a mais bela que eu podia ter:
_ Esse peixinho não vai parar pra comer “alguma coisa”? – Perguntou ela em um tom malicioso.
_ Depende do que é o “alguma coisa” – Respondi a deixando corada.
_ Esqueceu-se das câmeras é?
_ E....?
_ Vão filma a gente.
_ Olha minha cara de quem ta ligando!!!! – Nesse momento eu tomo seus lábios em um beijo caliente e a puxo pra dentro da piscina, com nossos corpos colados ficamos um bom tempo unidos apenas sentindo o toque aveludado dos nossos lábios se amando.
Realmente não estava me reconhecendo, nunca fui de canta uma mulher assim tão na cara como estava fazendo com ela, mas já que estava fazendo então o melhor é aproveita:
_ Você está me assustando sabia? – Descolando nossos lábios.
_ Isso é bom ou é ruim?
_ Pra mim isso é ótimo. Era esse lado mesmo que eu queria conhecer.
_ Lado esse que eu não sabia que existia.
¬_ E eu estou amando ele por sinal. Eu vou pro meu quarto. Me trocar se não vou acabar gripada.
_ Posso ir com você?
_ E a bruaca? Como fica?
_ Não fica, tô pouco me ligando nela. Eu quero é você.
_ Te espero no meu quarto em 10 min.
Ela sabe me enlouquecer mesmo, dado o devido tempo tentei sair da piscina e fui surpreendido por Morgana, que logo agarrou me:
_ Agora que você se divertiu com ela é a minha vez – Forçando um beijo, mas virei o rosto.
_ Vai beija um sapo pra ver se vira príncipe Morgana. – Falei bufando
_ Já encontrei ele amore.
_ Então vai lá encher o saco dele e me deixa em paz, tenho mais o que fazer do que aturar você.
_ Vai correndo pra aquela sem sal não é mesmo?
_ E se for é problema meu. Você não é minha dona pra ficar mandando em mim, nem os meus empresários conseguiram quanto mais uma desclassificada igual a você, é que não vai consegui essa façanha.
Entrei na casa calmamente apesar de já estar sentindo aquelas dores insuportáveis, passei na cozinha e peguei um copo de agua rumei pro meu quarto pra tomar a minha medicação que já estava atrasada, pensei em não tomar e aguenta o leve desconforto provocado pelas dores quando não estão fortes, mas Morgana não deixou pra varia. Deitei-me na cama pra consegui um efeito mais rápido e sem querer acabei adormecendo, preocupada Lilian, graças a Deus, veio atrás de mim e me encontrou na cama, vendo o meu sono que aparentemente não era leve, ela se aconchegou em meus braços.
_ Ai – Gritou ela – Estava me enganando é? Eu pensando que você estava dormindo.
_ Estava, mas seu delicioso perfume me acordou. Te assustei?
_ Um pouco... – Não dei tempo dela me dizer mais nada, deitei-me por cima dela e comecei a beija-la calorosamente enquanto minhas mãos passeavam por suas pernas embaixo do edredom que nos cobria, mas tudo que é bom dura pouco.



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 12:29 am

Capitulo VIII A confusão de Morgana.


Ao perceberem que Morgana seguiu calada para o quarto, todos correram lá notando que lá vinha confusão e não deu outra, Nick e Scott foram os primeiros a chegar no local não a tempo de evitar um primeiro contato, mas a tempo de evitar uma pancadaria já que Morgana voou pra cima de mim:
_ Sai de cima dela – Gritou ela me puxando com toda força – Sai de cima dessa vagabunda. – Nick e Scott a agarraram.
O empurram foi tão forte que acabei indo parar do outro lado do quarto, praticamente voei por cima da cama passei literalmente reto pousando forte de ombro no chão, aparentemente desloquei-o. Os meninos a agarraram antes que ela pudesse ir pra cima de Lilian que ao perceber meu estado correu pra me socorrer enquanto eles seguravam Morgana pela cintura, igual aos meus seguranças nas minha apresentações a cena era deplorável. Enquanto Scott praticamente rebocava Morgana pra fora do quarto Nick me ajudava a me levantar tendo Lilian me auxiliando, a confusão estava armada na casa.
_ Como você pôde sua vadia de súborbio, ele é meu homem tá em entendendo – Berrava ela – Ele vai fica comigo.
_ Se eu tiver que ser homem de alguém Morgana, serei da Lilian e não seu, prefiro a cadeira elétrica do que me casar com você sua louca, devia está internada não aqui. – Retruquei quase sem conseguir falar.
_ Me larga essa vadia ta me devendo, ela me paga. – Esbravejava ela.
_ Pode grita a vontade não vou larga. – Dizia Scott serio a apertando com força.
_ Como está seu ombro Michael? – Perguntou Lilian preocupada com a minha expressão de dor.
_ Está doendo muito, não consigo mexer o meu braço.
_ Se deite pode amenizar a dor.
_ Não quero deita – Nervoso – Quero fica longe dessa louca.
O descontrole dela foi tamanho que duas equipes medicas tiveram que entra no meio do programa pra da um sossega leão, quanto a mim sai de maca pro centro medico da emissora, onde tive que fazer alguns exames e ter o ombro imobilizado, após os exames ficou constatado que eu havia fraturado o ombro e pro meu azar iria precisa de cirurgia. Desgraça nunca veio sozinha, enquanto eu estava sendo atendido, a cobra estava sendo levada pra outra parte da enfermaria onde ficou três dias desacordada.
A casa estava uma paz sem fim, aparentemente tudo estava muito bem, mas aparentemente, pois pra Lilian a falta de noticias minhas estava a matando por dentro, ela não pode ir comigo então o jeito foi esperar a falta de noticias a consumia:
_ Lilian o que foi? Está calada desde que Michael foi pro centro medico, quer conversar? – Pergunta Scott preocupado com ela.
_ Estou bem, só quero ficar sozinha.
_ Oh! Honey ficar ai jogada em um canto não vai ajudar ele a voltar, sei que foi pouquíssimo tempo pra vocês se conhecerem, mas ele não iria gostar de te ver assim. – disse Liz alisando os cabelos dela.
_ Ele parece que faz um século que ele saiu – Diz ela chorosa.
_ É faz três dias que ele está fora e nada de noticias. Será que ele saiu do jogo? – Ela o olha assustado.
_ Se ele tivesse saído já teriam pedido as malas deles.
_ Verdade.
Soa a campainha na casa, houve um rápido pedido para que todos se dirigissem a parte externa, onde havia uma prova a ser realizada quem ganhasse receberia um premio a escolha da participante, em uma reunião rápida todos concordaram que se a Lilian não ganhasse quem vencer cederia o premio pra ela. e sem duvidas ela pediria pra ver o Michael na enfermaria. A prova era relativamente simples, era prova de tiro ao alvo que acertasse mais ganhava, quase que meio sem querer querendo todos erraram a maioria das suas peças fazendo com que Lilian tivesse a maior parte das peças ao termino do jogo ela escolheu o obvio:
_ Quero ver o Michael – Proferiu ela que foi logo atendida.
Na manhã seguinte ela veio me encontrar, não haviam passado noticias minhas porque fui transferido no mesmo dia para um hospital de grande porte a fim de fazer a cirurgia que era delicada. Teria que por uma placa de titânio no ombro, logo ficaria seis meses sem mover o braço. O que seria péssimo pra mim, já que não poderia fazer muita coisa, estava pensando seriamente em não volta.
A viagem de 10 minutos do local do programa pareciam mais dez anos pra Lilian, a ansiedade dela tomava conta de sua mente e sentimentos já que não sabia o que havia acontecido para que não houvesse noticias minhas por tanto tempo. A chega ao hospital teve que ser discreta já que não podíamos ter contato algum com as pessoas de fora, mas os que a viram não deixavam de gritar pra ela:
_ Vai com tudo garota estou torcendo por vocês.
_ Ele te ama querida lute por ele.
_ Vê se manda aquela cobra pro paredão pra vocês terem um pouco de paz.
Ela não podia responder muita coisa ao que falavam com ela, apenas um sorriso e um breve aceno, mas foi bom pois soube que havia muita gente que torcia por nós, isso da um certo animo pra gente, nunca pensei que isso seria bom pra minha imagem e pelo que estou vendo James tinha razão, a pessoas me conheceram mais e acabaram me apoiando, é realmente o programa foi bom pra mim, acho que vou ate sair casado. Após vencer a pequena distancia que nos separava naquele imenso hospital, pode ouvir uma voz familiar invadindo o meu quarto que saudade dela:
_ Michael – Correu ela em lagrimas ao me ver na enfermaria.
_ Oi meu anjo – Tocando-lhe o rosto com meus dedos – Estou bem.
_ Senti sua falta, aquela casa é tão fria sem você.
_ Eu imagino que sim, também senti a sua falta.
_ Estão torcendo pela gente – Segurando e beijando minha mão.
_ Eu sei, a Morgana não agrado nem a mim nem a quem está aqui fora.
_ Notei. – com um belo sorriso nos lábios – Quero ficar aqui com você. – Respirei fundo porque nem eu acredito no que vou dizer.
_ Lilian volte pra casa. – Disse a ela em tom triste.
_ Mas, por que?
_ Porque vou ter que fazer uma cirurgia e não vou poder fazer nada lá dentro, não quero ser um peso morto na casa.
_ Não Michael, por favor, não saia e a gente?
_ Prometo que te espero aqui fora, não vou perder um dia se quer só pra te ver. – Ela já estava em lagrimas cada palavra que saia da minha boca, a ultima coisa que eu queria era vê-la sofrer como estava agora. – Me desculpe não queria faze-la chorar.
_ Então eu vou sair também.
_ Não faça isso, sei que você precisa do premio mais do que a mim.
_ Eu não entrei na casa por dinheiro Michael foi por você, do que adianta ter todo dinheiro do mundo se não tenho o homem que amo do meu lado.
_ Então fica por mim – Disse em lagrimas – Prometo que dou um jeito de ir te ver lá.
_ Ok eu fico, só porque você está me pedindo.
Ao fim da visita ela teve que voltar ao programa, me senti com um aperto no peito tremendo, as vezes a voz do James vinha em minha mente com suas analogias que me davam raiva, porem não deixavam de ter razão, aqueles olhos triste na saída do meu quarto imploravam pra mim ficar sem poder, mas eu faria um linda surpresa antes da primeira prova do líder.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 5:54 pm

Capitulo IX Primeira Prova do Líder.



No mesmo dia da visita da minha benção fui direto pra sala de cirurgia, o programa fez uma pausa no ar mesmo para que os ânimos pudessem se acalmar, antes de ir pro centro cirúrgico enfrentar as 5 horas de cirurgia pela frente a direção do programa me indagou se eu voltaria ou não, caso contrario dariam seguimento com tudo, a principio fiquei sem ter o que responder não queria voltar para onde aquela maluca estava, mas meu coração praticamente me ordenava que eu voltasse não podia deixar Lilian sozinha na casa com aquela louca, seguindo a voz do meu coração afirmei que voltava mas sem alarde na casa.
Aproveitei pra por algumas exigências em pratica, Morgana não poderia se quer imaginar chega perto de mim para tanto eles improvisaram uma casa de vidro no jardim, Morgana ficaria confinada lá e só sairia para as provas da casa, todos sabiam que ela ia ficar contrariada com a decisão do programa, mas era isso ou menos dois participante no jogo, já que Lilian embora eu ainda não soubesse estava decidida a sair da casa, após as considerações finais pra minha volta fiz questão de deixar bem claro que faria isso pela única pessoa que me mostrou que nem todo fã é louco como a Morgana, segui pra minha cirurgia que Graças a Deus correu tudo bem meu ombro foi fixado no lugar e agora era dar tempo pro osso cicatrizar, durante esses primeiros dias ficaria com o ombro totalmente imobilizado fora providenciado um gesso fino pra que eu não precisasse me mover muito, após sete dias o gesso seria retirado e eu passaria usar uma tipoia que teria uma espécie de cinta que segurava na mina cintura, seriam longos quarto meses de molho e muita dor, essa parte eu tiraria de letra a dor da fibromialgia me deixava anestesia pras outras mesmo.
Enquanto rolava minha cirurgia rolava a produção do programa trabalhava nas minhas exigências, na casa montaram logo uma casa de vidro pra dona monstro ficar, havia cobertura e tudo mais pra ela não ficar sufocada lá dentro, uma minicozinha mantimentos ela ia comer dormir e se divertir sozinha lá, quem mando ser impulsiva demais, ela iria ter muito tempo pra pensar no que havia feito e nas consequências que ela estava sofrendo se ela realmente me ama a dor que sentiria a faria refletir sobre tudo que fez. Assim que o abrigo de Morgana ficou pronto ela foi transferida para ele, com plena consciência do motivo apesar de ela não gostar nada daquilo. Mas teve que ir ou sairia da casa.
Assim que a encrenqueira foi instalada no seu novo “lar”, começou os preparativos pra me receber de volta, o clima na casa mudou radicalmente e todos suspeitavam que ou eu iria voltar ou que iria entrar um artista novo na casa pra me substituir o sol abriu lindo naquela manhã, assim que tive alta sai com a equipe do programa pra um carro escondido no estacionamento. Durante o trajeto pude ouvir o que a minha presença estava sendo boa para as pessoas a minha volta e para a minha imagem:
_ Isso querido volte pra sua princesa não a deixe sozinha com aquela cobra. – Gritou uma das enfermeiras quando eu passava pelo corredor.
_ Não vou deixar, ela é minha vida agora – Após essas palavras fui aplaudido por onde eu passava. Segui de volta a cede do programa ainda era cedo e a cede estava vazia. Entrei sem fazer muito alarde, caminhei ate o lado de fora e vi a duplamente confinada Morgana, confesso que detestei ver aquilo, mas devido aos fatos anteriores foi melhor assim. Voltei da porta mesmo e me dirigi ate o quarto dos meus colegas queria muito ver o meu anjo mas achei melhor não ir, voltei para o quarto que era meu com um dos meus amigos e tive uma bela surpresa ao ver minha cama.
_ Olá meu anjo – Ajoelhado afagando-lhe os cabelos – Que bom te ver aqui – sussurrei em seu ouvido a fazendo despertar imediatamente pensando ser um sono.
_ Michael? - Pronunciou ela baixinho ao me ouvir – Michael? Tocando em minha face.
_ Eu disse que voltaria não disse?
_ Michael!!!! – Falou ela em alto e bom tom se jogando em cima de mim, dei um leve gemido de dor com a força do abraço que a fez recuar instantaneamente – Ai me desculpe o seu ombro.
_ Tudo bem eu sobrevivo. – Após acordar a casa que correu em peso pra me ver, menos Morgana é claro. Fomos logo avisados que teríamos uma prova do líder a ser disputada.
Lilian permanecia abraçada comigo o tempo todo, o efeito do remédio me deu um sono ela me ditou ao seu lado na cama onde permaneci dormindo em seu braços, ouvir o seu coração acelerado em meu ouvido era como a melodia dos anjos pra mim. O dia transcreveu calmamente já que Morgana estava “encarcerada” no começo da noite fomos avisados sobre a prova do líder, era tudo que eu queria, vamos pra prova do líder.
A prova do líder era simples, era de sorte, consistia em apenas escolher um caixinha tipo porta joia, dentro delas havia uma bolinha eram 17 pretas e uma vermelha a vermelha era a que indicava que era o líder da casa aquela semana. Reunido todos, incluído a desavença da casa na sala onde o apresentador nos esperava:
_ Como está a nossa estrela máster depois dos últimos acontecidos – Saudou-me o apresentador.
_ Tirando uma tontura aqui chata, mas eu vou sobreviver.
_ consegue andar sozinho?
_ Não muito.
_ Eu posso ajudar ele se precisa – Se prontificou Lilian.
_ Ok então vamos a prova, ai na frente de vocês tem umas caixinhas tipo uns porta joias, cada uma pegue uma, por favor. – Assim como foi pedido cada um pegou a sua, quando foi me levantar senti o mundo girar me fazendo voltar a sentar encostando minha cabeça no encosto do sofá com uma das mãos em meus olhos, tanto o apresentador quando Lilian perceberam o ocorrido, já que ela estava de pé trouxe uma pra mim e me entregou.
_ Tudo bem Michael? – Me entregando a caixinha – Trouxe a sua.
_ Senti meu rosto esfria agora, quase cai.
_ Percebi por isso trouxe logo a sua – Ninguém havia reclamado do ato de Lilian ela me entrego sem nem mesmo escolher uma.
_ Tudo bem ai Michael? – Questionou o apresentador.
_ Ta passando.
_ Quer uma agua? Antes de continuar?
_ Não obrigado.
_ Então dando continuidade a prova, dentro de cada caixinha tem uma bolinha, não abram ainda. Existem duas cores ai, ao todo tem 17 pretas e uma vermelha a bolinha vermelha indica quem é o líder da semana. Quem tira ela vence a prova. Já podem abri. – Ordenou o apresentador
Um a um fomos abrindo as caixinhas e foram se mostrando as caras de decepção ao verem que tiraram as bolinhas pretas, só faltava eu e Lilian abri as nossas, como bom cavalheiro:
_ Primeiro as damas – Brinquei com ela.
Li em seus olhos que ela não tinha tirado a bola vermelha, era minha vez, com um pouco de dificuldade consegui abri a minha e vi era vermelha, o líder da casa aquela semana era eu, pra alegria de uns e desespero de outros ou de outra pra ser exato, Morgana com certeza sentiu naquele momento que sua linda cabecinha estava a premio, não quero imaginar o prazer que vou ter de por ela no paredão e a ver sair, era a chance que todos estavam esperando por Morgana pra correr. Terminada a transmissão da prova que fora ao vivo pra todo mundo, a assombração da casa voltou pro seu cubículo de onde só sairia pra prova de imunidade que seria no outro dia. Espero que ela tenha o azar de perder se não minha alegria e a da geral vai pro espaço. Mas em breve veremos o deslanchar das coisas.



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 6:10 pm

Capitulo XA Imunidade de Morgana – Fia da Mãe de Sorte...


Como levei a prova do líder tive que me mudar pro quarto exclusivo dele, com a ajuda da Lilian levei minha mala pra lá, de certa forma pude respirar aliviado já que a fera a solta na casa estava “enjaulada” por assim dizer, eu tinha autorização pra levar três pessoas pro quarto, como todo mundo já sabia o meu anjo latino estava lá comigo e ainda a Liz e o fã dela que nunca me lembro do nome:
_ Vou te deixar sozinho aqui – Dizia ela com tom de tristeza na voz – Você precisa descansar por conta do ombro.
_ Eu sei, mas eu não quero ficar sozinho aqui, fica comigo.
_ Não quero te incomodar.
_ Não incomoda nada Lilian, essa cama é de casal você nem precisa toca em mim se não quiser – Mas a geral lá fora queria isso e como queria – Além do mais vou precisa de ajuda eu não estou me sentindo muito bem.
_ O que você está sentindo? – Preocupação
_ Saudade do que não aconteceu. – Provoquei risos nela.
_ Quer se deitar?
_ Só se você ficar comigo.
Atendendo o meu pedido ela deitou ao meu lado ela me deu a minha medicação e eu consegui dormir não muito bem, mas dormi, ao amanhecer soubemos que haveria uma prova de imunidade para os demais. Obviamente eu estava fora já que eu era o líder da semana a imunidade foi automática. Sendo assim apenas dei suporte aos outros participantes. A prova era de habilidade e consistia em acerta o maior numero de bolinhas em um buraco em cima de um poste em um tempo pré-estabelecido possível. Todos tentaram sem muito êxito, bom pra quase todos sem muito êxito, a Morgana sentido a cabeça a premio conseguiu acerta o dobro dos outros participantes juntos, eu que não sou de xingar deixei escapa um palavrão nada bonito:
_ (palavrão impronunciável) não acredito que ela ganho. – Indaguei.
_ Filha da mãe de sorte.
Agora começou os meus problemas de líder, quem eu iria indicar se não fosse a cobra? Teríamos que entra em reunião sobre isso. Jogo começou a complicar:
_ Cara que (palavrão impronunciável) a Morgana ganhou a prova e agora?
_ Essa pergunta que eu me faço ate agora, eu ia indica ela direto e vocês iriam votar entre si, mas e agora? Vou ter que indica alguém que eu não queria.
É fato que ninguém gostou do que aconteceu na prova da imunidade, meu coração chego a doer só de pensar em manda a Lilian pro paredão ou que a casa poderia mandá-la, passei boa parte do meu dia deitado no quarto do líder devido aos remédios habituais pra dor, ainda tinha os ante inflamatórios do ombro, o que estava me causando um certo sono excessivo, que de certa forma eu estava adorando já que não tinha que fica em alerta geral por conta da Morgana, já que a mesma estava confinada em uma nova casinha no quintal do programa. A minha jovem dama ficou de minha enfermeira, cuidou de mim melhor que qualquer uma profissional da área:
_ Mike a enfermeira do programa tá aqui pra ver seus pontos – Chamou-me com toda paciência que possuía, embora meu sono quisesse me vencer.
_ Está bem Michael? – Perguntou a simpática moça de branco – Sua temperatura está alta.
_ Acho que estou febril. – Respondi pondo-me sentado na cama
_ Vou medir sua temperatura ok?
_ Ok!!
Após medir minha temperatura que estava um pouco alta, ela me aplicou um ante térmico intramuscular o que foi ótimo, passou rápido os sintomas da febre. Com todo cuidado retiraram o curativo do meu ombro, que embora estive sem sinais de inflamação estava muito roxo e dolorido, como não havia sinal mais serio nele apesar da dor local ao tocar não havia sinais de gangrena o que era ótimo. Mas ainda tinha que manter o braço imóvel, pra facilitar minha vida fiquei apenas com uma tipoia de prender na cintura e um apoio no ombro, imobilizando assim o meu ombro porem uma mão na roda pra minha higiene pessoal já que eu só precisaria retira-la na hora do banho e repor ao termino da atividade. Mas as recomendações da mulher me deu um banho de água fria:
_ Michael evite qualquer atividade que possa romper os pontos está bem? –Advertiu ela – Apesar deles estarem bem secos, qualquer esforço ou ate mesmo enganchar nos lençóis poderão rompê-los, sei que você deve estar louco pra se divertir com sua amiga – Roxo de vergonha porque ela falo o que vocês pensaram que ela falo – Mas por enquanto não devido a sensibilidade da pele.
_ Tá mãe prometo me comportar – Brinquei com a situação provocando risos em todos, pior que eu tive que me comportar mesmo.
_ Você está levando tudo na esportiva né? – Comento Lilian enquanto observava os pontos nas minhas costas.
_ E não? Olha o presentinho que a sua insana rival me deu, e eu pensando que ia poder te amar pelo menos uma vez aqui.
_ Paciência Mike, oportunidades não faltaram lá fora.
_ Eu não quero lá fora, eu quero aqui. – Me inclinando pra beija-la.
_ Mike você não está em condições pra brincadeiras – Tocando em meus lábios evitando o meu beijo.
_ É só um beijo, não vou morrer por conta disso. E temos o quarto do líder só pra nós que mal tem nisso?
_ Não quero que você estoure seus pontos por minha causa, só isso. Eu vou fica no meu quarto qualquer coisa me chama. – Fugindo apressada porta a fora.
Ok posso está sendo afoito por deseja-la tanto assim, mas eu não sabia o que ia acontecer após nossa saída da casa, então tentava viver tudo que eu podia com ela ao máximo que dava, depois de levar esse fora de Lilian, fora esse com razão, me dirigi a cozinha pra tomar um copo de água e comer alguma coisa estava a dois dias sem por nada solido no estomago além da medicação, nem preciso dizer que estava faminto. Logo Liz Taylor notou minha falta de apetite, prestativa como ela só comigo, já estava preparando algo pra mim comer quando cheguei:
_ Oh honey que bom que você chegou já ia levar o seu almoço – Cumprimentou ela sorridente pra mim – Desde que chegou você não comeu nada.
_ Desculpe Liz eu estava muito cansado pra poder fazer qualquer coisa.
_ Entendo amore agora sente e coma tudo nada de beliscagem hem, estou de olho em você mocinho.
Liz se sentou perto de mim e começou a conversar sobre tudo que havia ocorrido nesses dias, o machucado feio no meu ombro, as loucuras de Morgana e claro os meus sentimentos por Lilian:
_ E esse grude com a brasileira? Vai levar pra fora da casa também?
_ Eu ate quero – Gole de suco – Mas não sei se consigo aqui é diferente todos estão me vendo com ela e vice versa, o que de certa forma é bom, mas quando a gente sair não haverá câmera nos vigiando 24hs, não sei se ela vai aguentar os paparazzi nas minhas costas o tempo todo. – Respirei fundo.
_ Continue comendo – Ordenou – Se ela te ama Michael ela vai aguentar sim, pelo nosso amor quando é verdadeiro fazemos coisas que até Deus duvida e ate da uma ajudinha.
_ Tenho medo Liz já me machuquei de mais com amor, meu ombro que o diga é prova viva – Rimos juntos disso. – Mas prometo a mim mesmo que vou tentar, se não der certo não poderei me culpar afinal eu tentei não é?
_ Sabia atitude Michael, deixe que as coisas se encaminhem e no tempo certo de deus você terá suas respostas. Bem criança já que você papo tudinho vai lá ficar com sua “amiguinha.” – Brincando com o meu prato. Liz é praticamente minha segunda mãe. Será que ela tem razão? Bom isso eu logo vou descobrir.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 6:14 pm

Capitulo XIFormando o 1º Paredão.


Não deu pra não nota a decepção geral da casa com a imunidade da Morgana, o que me deu uma verdadeira dor de cabeça quem eu iria mandar pro paredão já que minha primeira opção estava imune. Tivemos que fazer uma reunião pra decidirmos quem é que iria e eu não queria ser injusto com ninguém lá dentro quase todos reunidos na cozinha, pois Morgana estava imune:
_ Oh o seguinte eu não quer ser injusto com ninguém aqui, como já sabem minha primeira opção já era e eu não tenho nenhuma segunda opção viável. – Expliquei a todos.
_ É acho que ela era a primeira opção de todo mundo aqui. – Completou Nick.
_ Por isso chamei vocês aqui, eu não quero ser injusto com ninguém com aquela negocio de afinidade ou sei lá o que pra justifica manda alguém pra forca, decidam entre vocês quem e que deve ir por indicação e eu digo no dia, na hora de votar façam o que acharem melhor.
_ Você está certo Honey – Emendou Liz Taylor – Todos aqui só se estranharam com Morgana, já que ela está imune acabaram as opções de nós todos.
_ Eu vou – Disse Lilian – Eu vou pro paredão pode me indica que eu vou sem ressentimento. – Surpreendendo a todos inclusive mim.
_ Não você não – Enfatizei chocado. – Você não é uma opção pra mim.
_ Lilian porque disso agora?
_ Chega de confusão por minha causa a Morgana uma hora vai ter que sai de lá e depois o que vai ser? Tentativa de assassinato? Me afogando na piscina?
_ Isso não vai acontecer porque eu não vou deixa – Tentava controla meu choro vão. – Ela me mata antes, mas você não, eu morreria por você.
_ Calma gente, não precisa desespero. – Disse George sentado no balcão da cozinha. – Eu vou pode deixar, me indica ai sem problema.
_ Vamos decidir o seguinte o George vai por indicação e o outro a gente vota ok? – Disse Nick.
_ Eu posso ir também por indicação ou por votação – Disse Amy Lee com uma maça na boca – Vocês decidem.
_ Maldita imunidade – Esbravejou Madona – Deixa essa paredão passa que as coisas aqui vão mudar, fica tranquilo Michael estamos torcendo por vocês dois e ela não vai pra forca por conta da outra.
Lilian saiu do recinto parecendo chateada em direção ao quarto, sai atrás dela tentando conversar, mas não consegui nada:
_ Lilian o que está acontecendo? Desde que voltei você esfrio comigo, o que aconteceu? Morgana te falou alguma coisa? – Indaguei docemente.
_ Michael eu não quero conversar me deixa em paz, por favor. – Retrucou áspera.
_ Ok, vou te respeita, mas se quiser conversar sabe onde me procurar.
Não entende nada a reação dela, só queria que ela ficasse comigo no “meu quarto” não ia fazer nada que me machucasse ou a ela, voltei cabisbaixo pro meu cantinho solitário, o quarto do líder era inteiro meu, mas sem ela aquilo parecia mais uma prisão do que uma suíte de luxo. Durante o trajeto eu passei na cozinha peguei um copo d’água e me dirigi pra minha ate então prisão.
Tomei a minha medicação e tentei ver alguns vídeos enquanto o sono não vinha, tentei analisar os fatos acontecidos e a reação de Lilian, sentimentalmente cansado e fisicamente dolorido mais que o normal acabei adormecendo um sono nada revigorante diga-se de passagem. Só acordei ao me chamarem pra fazer a indicação do emparedado da semana, o que tecnicamente seria um martírio porque iria ver a dama dos meus sonhos que não sei os seus motivos quais era, mas estava muito fria comigo.
Rapidamente tomei uma ducha me arrumei e sai pra casa principal embora fosse vizinho a casa principal não tinha acesso interno tinha que ser pelo lado de fora, enquanto me dirigia para a casa notei que a casa do meu tormento estava sendo desmontada, tudo indicava que a reclusão de Morgana havia acabado não sei se pro meu desespero ou alegria, ao adentrar a sala vi o olhar fatal de Morgana pro meu lado e de Lilian tentei não me impressionar com ela, todos começaram a se sentar tomei o meu acento e para minha surpresa minha musa sentou ao lado de Scott, assim que Liz e seu fã se sentaram eu corri pra ficar entre eles, por razões obvia nenhum dos dois fizeram objeção. Antes de dar inicio a tudo fui informado de quem decidiram que eu indicaria:
_ Michael!!! – Gritou Nick
_ Oi
_ Fico decidido que quem vai é o George Michael.
_ Ok, tudo certo.
_ Relaxe honey a votação será justa hoje. – Deu-se inicio ao espetáculo.
_ Olá líder e olá membros da casa mais disputada do Big Brother, como estão todos?
_ Estamos bem – Respondendo todos
_ Eu estou na medida do possível – Apontando pro braço imobilizado.
_ Antes de começarmos quero avisar-lhe que a Morgana foi liberada da sua “prisão” por “bom comportamento” – Riso de todos. – Acho que não teremos mais problemas de agora em diante. – Silencio geral – Já que ninguém quer fazer alguma consideração sobre o assunto daremos prosseguimento ao programa. Então Michael quem será o indicado ao paredão da semana?
_ Bom por obvia e total falta de opção eu pedi que fizessem uma votação entre eles e o nome levantado foi o do George Michael, eu não quero dizer que foi indicado por falta de afinidade, pois tirando uma pessoa o resto da casa teve afinidade total nesses dias, então por votação da casa eu indico o George infelizmente.
_ George tem algo a dizer sobre isso?
_ Entendo a posição de todos aqui afinal a nossa indicada unanime está imune, alguém tinha que ir para o sacrifício fazer o que? Sem ressentimento. – Ficou claro a Morgana que ela era persona no grata na casa e que estava sozinha ali.
_ Bom eu peço a todos que votem lembrando que Michael, George e Morgana não podem ser votados, já podem ir vota. - E assim foi feito todos foram votar, surpresa nenhuma o voto em Lilian e já sabia de quem foi.
_ Enquanto eles votam, Michael é impressão minha ou você e a Lilian estão afastados por conta do braço?
_ Não sei precisar bem sobre isso.
_ Seria medo de te machucar?
_ Boa pergunta – Que a resposta eu descobriria depois.
_ Lilian está evitando o Michael porque medo de o machucar mais? – Pergunta do apresentador a pegou de surpresa.
_ É um pouco de medo sim – A encarei nos olhos enquanto ela dava essa breve resposta.
Após a votação concluída o paredão estava formado, George Michael e madona estavam emparedados, permanecemos calados depois da resposta dela não dava pra não ver que a situação ficou desconfortável tanto pra mim quanto pra ela, informado dos emparedados da semana e encerrada a transmissão, fiquei um pouco no colo da minha amiga, estava carente e pelo que vi Morgana tinha conseguido acaba com o meu clima e o de Lilian.
Mas o meu assunto com ela não poderia esperar, teria que passar a limpo essa historia de não querer me machucar, embora todos meus fãs pensem assim eu não sou de vidro prova disso é o meu ombro que a dona maluca fez o favor de quebrar. Isso não era desculpa pra fugir de mim assim. E ela iria ter que me ouvir gostando ou não do papo que iria rolar. Nunca imaginei que sem ter nada serio com ela iriamos brigar, nossa primeira briga....


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 10:07 pm

Capitulo XIIA 1ª Eliminação – George Michael




Não sei o que me deu, mas vi a necessidade de ir atrás dela em seu quarto precisava da verdade sobre isso tudo, o fato dela não querer me tocar já estava me matando por dentro e se afastar assim de mim sem a menor explicação não seria a solução pro meu problema, já havia passado por isso dezenas de vezes e nunca resolveu pelo contrario só pioro as coisas:
_ Lilian preciso fala com você urgente – Soltei enquanto invadia o quarto dela sem cerimonia alguma.
_ Fale Michael sou todo ouvido – Disse-me ela sem olhar nos meus olhos.
_ Que historia é essa de você não querer ficar comigo por medo de me machucar? – Direto ao assunto.
_ Lembra o que a medica disse sobre o seu ombro? Não quero que estoure os pontos por minha culpa.
_ Eles não vão estourar por me tocar ou me abraçar Lilian, não sou feito de cristal que ao menor toque se estilhaça e não sou feito de papel que se desmancha ao contato de agua, sou um ser humano igual a você de carne e osso sabia? Essa não é a minha primeira fratura e pelo seu tempo de fã devia saber bem disso. – Tom de voz serio.
_ Veja o que a Morgana te fez? Eu não... – Interrompida por mim.
_ Escuta aqui garota você nem de longe é a Morgana, nunca foi e nunca vai ser entenda isso, por isso me aproximei tanto de você, por isso me apaixonei por você, não seja mais um daqueles que me veem como um santo de barro intocado ou um boneco de adorno de prateleira de estante de casa ou ate mesmo um ET, você e a bruxa da Morgana estão em um lugar onde milhões de fãs como você daria a vida pra estar, uma já jogo a chance dela ralo a baixo, não faça o mesmo você também. Não mate um sentimento que nasceu então tão pouco tempo, não sei quanto a você, mas em mim ele é verdadeiro. – Despejei tudo o que queria dizer pra ela e que estava preso dentro de mim e sai de volta ao quarto do líder.
Passei o resto da noite e parte do dia seguinte dentro do quarto, não tinha mais nada o que dizer ou fazer sobre o assunto o jeito era esperar o que tudo aquilo resultaria. Lilian ficou trancada no seu quarto pelo mesmo período, no começo da noite fomos avisados de que teríamos uma festa a fantasia e que teríamos que estar prontos às 20 horas, como eu era o líder tive que distribuir as roupas pros meus colegas de casa, mas:
_ Tô precisando de uma mãozinha amiga aqui na dispensa – Gritei da porta do recinto, logo fui atendido por George e Scott. – Chegaram às roupas da festa só não peguei por conta do meu braço. – Justifiquei.
_ Esquenta não meu, não faz esforço que ele melhora rapinho – Rebateu George – Estamos aqui pra nos ajudar.
_ Falando em braço – Falou Nick – Como ele tá?
_ Latejando, mas passa logo, toda vez que tenho que troca de roupa doí horrores e fica assim o resto do dia.
_ Evite mexer com ele.
_ Eu evito ao máximo, mas o problema é toma banho né? Não dá pra deixa sujo é a única hora que mexo com ele.
_ E a Lilian? Não tá te ajudando?
_ Quem me dera, depois que eu voltei e a enfermeira aviso pra não estoura os pontos, ela correu de mim de um jeito que me doeu pacas.
_ Pow bicho que chato meu.
_ Nem me fale, já dei um acorda menina nela ontem, mas não sei que resultado deu, talvez descubra hoje na festa, mas de uma coisa é certa Morgana conseguiu acaba com o meu clima com ela. - Lamentei.
_ Man acho que a bruxa andou falando besteira pra ela – Insinuo George – Desculpa me intromete, mas não posso deixar passar.
_ Sem problema amigo, mas como você tem certeza disso?
_ Eu vi a bruxa falando alguma coisa com ela quando você saiu, mas não sei especifica o que foi.
_ Valeu cara vou investigar isso.
Trocamo-nos pra festa, procurei ficar o maior tempo possível longe de Morgana, mas sempre que tentava me aproxima de Lilian era ela que corria de mim e o que me deixou mais intrigado foi que ela olhou pra bruxa enquanto se afastava, o que me fez ficar ainda mais em alerta:
_ Liz – Chamei me aproximando – A Morgana disse algo a Lilian que a fez se afastar de mim.
_ Tem certeza Mike?
_ Absoluta, ela se afastou de mim olhando pra reação da bruxa e pior eu vi a cara de satisfeita dela quando a Lilian se afastava.
_ Isso é muito grave Michael.
_ Eu sei.
_ O que você pretende fazer a respeito?
_ Liz, deixo que me façam de trouxa em todas as áreas da minha vida, mas menos em uma, meu coração e a Morgana compro briga com o homem errado, nesse campo não entro pra perde, pode ter certeza que esse joguinho é pra dois e alguém vai sai muito machucado e não serei eu.
_ Adoro homens decididos – Risos de ambos.
_ Da licença que tenho um assunto pendente com uma certa mocinha no meu quarto. – Sai em direção a Lilian que estava próximo a mesa de petiscos.
Notei que Morgana me observava a cada passo que eu dava parecia prever que ia faze algo, pra sorte dela ou azar eu fiz sim, me aproximei de Lilian por trás e decido segurei no braço dela:
_ Precisamos conversar serio – A puxando pra longe da mesa.
_ Me larga Mike – Pediu temorosa - Não temos nada pra conversar.
_ Ah temos sim e vamos conversar querendo você ou não – Encaminhei pro “meu quarto”, bom pro quarto que ainda era exclusivamente meu ate a próxima prova do líder.
_ Eu vou grita.
_ Pode grita, espernear, fazer o escândalo que quiser, mas você vai me ouvir hoje – Notei que Morgana ameaçou se mover de onde estava. – E aí se ALGUÉM – Enfatizei o alguém – Vier interromper. – Sem mais delongas Lilian me seguiu ate o quarto do líder, ao chegar lá:
_ Fala, quero ouvir de você – Soltei serio.
_ Falar o que? – Confusa – Não sei do que esta falando.
_ Sabe sim, eu vi você olhando pra Morgana quando se afastava de mim, fala o que ela te disse pra você fugir assim de mim?
_ Ela não disse nada – Desviando o olhar de mim.
_ Então repete olhando nos meus olhos que ela não disse nada. – Como eu suspeitei ela não conseguiu repetir, me sentei na cama, respirei fundo e disse-lhe – Lilian aquela louca está morrendo de inveja de você, ela nunca vai chegar perto do posto que você alcançou na minha vida, por isso ela fala esses absurdos e faz também pra nos separar.
_ Ela disse que te mataria se eu continuasse do seu lado – Em lagrimas – Não quero te perder Michael.
_ E se afastando de mim assim você também não está me perdendo Lilian? – Indaguei-a – Você conhece tão bem a minha historia quanto ela e te pergunto é justo você me da um fio de esperança de ser feliz e tirar assim por conta de uma louca que não sabe o seu lugar? Esperei por você por toda a minha vida, não destrua os meus sonhos assim, por favor.
Permanecemos abraçados por alguns minutos, ela chorava desesperadamente era visível o seu medo que não era tão maior que o meu, apertei-a contra mim para que soubesse que tudo ficaria bem entre nós e ficaria, já que estava disposto a por um ponto final naquela palhaçada de Morgana custasse o que custar, com muita dificuldade de desvencilhei de seu abraço:
_ Me espera aqui vou por um ponto final nisso – Falei me dirigindo ate a porta – Ainda não terminamos nossa conversa.
Sai a passos largos pro jardim todo me viram passar, não deu pra não notar que vinha confusão das grandes por ai, minha expressão não era das melhores e eu nunca tinha ficado com essa expressão em publico antes, quem me viu passar jurava que ia esmurra alguém, uma alguém em especifico, achei Morgana sentada na beira da piscina de costas pra mim, não tive duvidas a empurrei com vontade pra dentro daquela agua gelada:
_ Tá louco Mike, poderia ter me machucado – Retrucou ela com raiva do susto que acabara de ter.
_ Que pena não dou essa sorte pelo menos descontava o presentinho que você me deu – Apontei pro meu ombro imobilizado – Mas não vim aqui pra brincar Morgana, vim só te dar um avizinho, faça outra ameaça contra mim ou contra Lilian e você vai conhecer um lado meu que pouquíssimas pessoas nesse mundo tiveram o desprazer de conhecer, se chegar perto de novo da Lilian vou fazer você lamentar o dia que se inscreveu pra esse programa.
_ Tá me ameaçando Michael?
_ Não – retruquei – Quando te ameaçar você vai saber.
Todos olharem pra Morgana com ar de pena e de reprovação, estava obvio que aquilo tinha tomado proporções maiores que o esperando, a festa acabo e tivemos que nos despedir de um amigo. Apesar da cara de alivio de alguma pra ser mais especifico, foi triste perder uma dos meus companheiros. A noite George Michael se foi com 86% dos votos, espero que seja feliz lá fora. E o jogo disputadíssimo continua...



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Sab Abr 30, 2016 11:32 pm

Capitulo XIIIDe Volta A Estaca Zero.



KISS ME - INDECENT - OBSESSION


Depois de nos despedirmos de George a rotina na casa voltou ao normal relativamente por assim dizer, Morgana estava novamente com a cabeça a premio e isso era tudo que a casa queria se livrar dela eu principalmente, já que ela era uma bela pedra no meu sapato e no da Lilian, ao termino da transmissão do programa todos começaram a se recolher, mas quando uma determinada pessoa ameaço a fugir de mim:
_ Opa, opa, opa – Exclamei segurando no seu braço – Onde pensa que vai mocinha?
_ Vou me deitar lá no meu quarto.
_ Você ate vai se deitar, mas não no seu quarto – Falei encarando-a firme e serio – Vai lá no meu, vem – disse sem da chance de resposta a puxei comigo pro quarto do líder nem preciso dizer que um alguém não gosto nada disso, mas ela que se (palavrão impublicável) tivesse a chance de responder:
_ Não Mike não – Arrastando – Por favor, você vai se machucar.
_ Vou nada – Me abaixo e a pego nos ombros no lado machucado – Eu estou ótimo. – Não dei tempo para ela responder corri pro meu “quarto,” Morgana ate tentou atrapalhar, mas foi impedida.
Enquanto ela pedia pra mim solta-la eu me dirigia ao quanto do líder ao adentrar o ressinto a soltei na cama e fechei a porta, pena que não dava pra trancar. Me aproximei dela:

Desculpe-me por olhar fixamente
seus olhares tem-me cegado
você quer tocar em mim
então não tente lutar contra isso
beije-me

A primeira vista ela começou a recuar com medo de mim, não a culpo afinal...

Percorreria suas doces curvas
Por dias sem água
Minha bebida é seus lábios
Você não pense em fugir
Apenas beije-me

Me ajoelhei a sua frente e sem pestanejar toquei-lhe em seu rosto delicado com as pontas dos meus dedos longos delineando-o suavemente sentido sua pele macia

Sangrenta e ambiciosa
Você está dançando com os meninos selvagens
E derrete o gelo em volta de meu coração
Garota com sua voz

Nunca me senti tão atraído assim por uma garota nenhuma em minha vida, Lilian havia sido a primeira eu estava completamente dominado por ela, senti-la tão próximo a mim não resisti em sentir aquele brilho

Lábios de morango dizendo baby eu o quero
Aumentando minha febre esta noite
Então porque você apenas não me beija
Oo woo o oh beije-me

_ Por que você esta tremendo? – Perguntei olhando fixamente. – Não vou te machucar
_ Não estou tremendo – Respondeu ela insegura da resposta – Estou preocupada com você.
_ Não se preocupe comigo – Me aproximei mais dela. – Eu sei o que estou fazendo.

Esta conversa está me deixando nervoso
Por favor, preste atenção
Imagine nós nos amando
E beije-me

Cortei a conversa e a tomeis nos lábios enquanto percorria as minhas mãos por cima de sua blusa sentindo a firmeza de seu colo e calor que vinha de seu corpo, deslizei os meus lábios sutilmente por seu rosto ate o seu ouvido esquerdo e sussurrei – não tenha medo, entrega-se a mim.

Você me acende
E me apaga como uma lanterna
Me sinto como um homem cego
Que tenta pegar o vôo noturno
Então beije-me

Ousei por minha mão por baixo de sua blusa e não vi resistência de sua parte, ela pendeu a cabeça para trás permitindo me aprofundar em seu pescoço os meus beijos, ela não esboçava reação alguma enquanto a despia, a deitei na cama com o meu peso deslizei mais ainda meus lábios tomando o colo com sede a pressionando firme por cima da lingerie sentido sua completa submissão aos meus carinhos.

Eu sou o espelho que te reflete
Você não pode resistir a mim
Eu sou sua infecção

Agilmente retirei sua calça revelando toda a silhueta de todo o sua frente apenas com sua peça intima escondendo o me alvo certo, seu ponto máximo de prazer ao qual eu sempre sonhe em provar, mas ela me surpreendeu. Sem muita cerimonia ela livrou-me das minhas roupas com um desespero que nunca tinha visto antes, prostrado na cama a sua mercê ela se cobre com o edredom da cama e vem a mim, meu corpo estava totalmente pronto pra ela quando a vejo em uma atitude.

Lábios de morango chamando meu nome tão convidativo
– Michael.
Não posso pensar qualquer outra coisa
Mais excitante então beije-me
Oo woo oh beije-me (lábios de morango)


Sentir seus lábios em meu mim me deixa louco, e com o edredom cobrindo parte de minha cinturar fazia aquele ato ser único para mim, só os meus gemidos indicavam que algo mais além do normal estava acontecendo entre nós. Eu estava louco de desejo por ela queria possui-la de todas as formas que eu sabia e podia eu a queria.

Cobrindo com mordidas
Sua pele macia e perfumada
Somente meu coração corta o silêncio
Em seu quarto

Não suportando mais suas investidas chegou a minha vez de retribui-las, invadir lhe com meus beijos seu ponto mais sensível fazendo a praticamente se descontrolar com as minhas caricias meu corpo implorava pela dela, gritava o meu desejo por ela tornando-me um escravo insensato por aquela linda mulher submissa a mim. Sem resistência algumas a fiz minha.

Lábios de morango é meu sabor favorito
Bebendo sua cor eu estou feito
Então beije-me

Dançávamos junto em total sincronia a dança do amor, apenas nossas vozes marcavam o compasso de nossa musica. Eu estava em completo estase entregue aquela mulher meu corpo movimentava a seu pedido eu estava a sua mercê obedecia seus comando, ora como se o tivesse todo o tempo do mundo, ora como se nossas vidas dependessem disso.

Cobrindo com mordidas
Sua pele macia e perfumada
Somente meu coração corta o silêncio
Em seu quarto

Nos alternávamos no comando o mundo não existia ali, programa Morgana tudo fora anulado nos braços de Lilian, tentávamos evitar a todo preço o fim daqueles momentos que não sei exatamente quanto tempo durou, mas nosso corpos insistiram em explodir em um prazer que não há como descrever em palavras, o suor que escorria de nossos corpos e nossos corações acelerados diziam tudo por nós.

Lábios de morango é meu sabor favorito
Bebendo sua cor eu estou feito
Então beije-me

Passamos o resto da tarde deitados aconchegados um no outro naquela cama onde o mundo havia presenciado algo que nunca em minha sã consciência eu faria em publico, mas ali não tive como evitar, daquele momento em diante só em interessava ficar abraço com aquela mulher nos meus braços pelo resto da eternidade. Ou ate que a Morgana jogasse um balde de agua fria o que viesse primeiro.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 3:36 am

Capitulo XIVA Alegria De Uns E O Ódio De Outros Ou Outra!!!








Dormi nos braços do meu anjo foi a melhor coisa que já me aconteceu, sentir aquela pele macia na minha a noite toda foi a melhor coisa que podia ter me acontecido em anos, foi a melhor noite que eu podia ter pelo menos por aquela noite Adeus insônia aquele remédio chamado Lilian eu tomaria a vida toda em alta dosagem e não morreria por isso. Acordei antes dela e só então me dei conta que havia dormindo como vim ao mundo, encontrei as minas roupas e as veste logo, como era relativamente cedo fui ate a cozinha preparar algo para o nosso dejejum. Ao sair do quarto do líder dou de cara com Nick deitado a alguns metros da porta:
_ Oh Nick teve insônia foi? O que fazes ai deitado nesse chão duro? – Tentei descontrai, mas já imaginava qual era a razão dele ali.
_ Ah oi Mike, tubo bom? Dormiu bem?
_ Melhor do que você eu garanto, não respondeu a minha pergunta.
_ Vou responder só com um gesto que vai lhe dizer tudo – Aponto pra quem eu já imaginava.
_ Ah, valeu pela cobertura fico te devendo uma. – Afirmei fazendo cara de quem aprovou a atitude do meu amigo, aquela casa iria estreitar mais ainda os laços de amizades com varias pessoas e Nick seria uma delas com certeza.  
_ Olha que eu vou cobra hiem – Devolveu rindo pra mim.
_ Pode cobra que eu pago com maior prazer. – Risos – E a naja onde está?
_ Dormiu ali na espreguiçadeira.
_ Deixa ela lá, me faz um favorzão agora?
_ Claro.
_ meu anjo está dormindo fica aqui ate eu voltar, não quero aquilo perto dela, pode fazer isso pra mim?
_ Claro MJ, vai pra onde?
_ Pra cozinha – Caminhando lentamente – Retribuir com um belo café da manhã a noite maravilhosa que tivemos.
_ Nossa vai deixar as mulheres da casa babando por você
_ Nick meu caro, é o mínimo que um homem pode fazer por uma mulher depois de uma noite agitada se que me entende – Risos de ambos – Eu mandaria flores, mas aqui dentro vai ser meio complicado de conseguir não acha?
_ Vai lá moço.
Segui pra cozinha e comecei a fuçar pra ver o que poderia fazer pra minha linda, encontrei na geladeira queijo, ovo, manteiga, no armário farinha de trigo, dentre outros condimentos. Foi então que decide fazer umas das minhas especialidades pelo menos meus filhos gostavam. Fiz o café não só pra nós dois, mas pra casa também quando já estava quase terminando de limpar a bagunça que fiz sou surpreendido por umas das meninas da casa:
_ Nossa não sabia que o rei do pop cozinhava – Disse ela quase me assustando.
_ Oh! Priscila bom dias.
_ Bom dia, nunca soube que você cozinhava.
_ Quando a gente passa a ter filhos, tudo que a gente quer fazer é agrada-los, ai tive que aprender a cozinha com a minha cozinheira pessoal. E modéstia a parte, dá pro gasto. Quer provar? – Oferecendo a ela pão doce.
_ Claro, deixe-me ver. – Degustando – Nossa!!!! Tá bom, muito bom mesmo.
_ Obrigado.
_ Como diriam no meu país já dá pra casar. – Risos de ambos.
_ Bom avisa ai ao pessoal que tem pão fresco que acabei de fazer, vou levar uma pra mim e Lilian e o resto vocês podem comer, deixe-me ir se não a outra vai lá implicar – Terminando de monta a bandeja.
_ Vai lá moço, bom namoro.
Sai da casa com a bandeja a passos lentos de olho no meu encosto forçado, ela ainda estava deitada aparentemente acordada. Não dei muita bola e segui o meu caminho, Nick coitado estava quase desabando de sono, mas ainda tinha que lhe pedir um ultimo favor.
_ Moço ajuda aqui na porta – Pedi gentilmente.
_ Opa.
_ Valeu, tem pão novo na cozinha aproveita enquanto ainda tem.
_ Tô correndo lá agora.
Entrei no nosso ninho de amor temporário e a vi dormindo como um anjo, sabia que aquilo duraria pouco e no que dependesse de Morgana aquela paz duraria muito pouco, notei o olhar de ódio pra mim ao caminhar pra cá, ela estava digamos assim morrendo de inveja de Lilian por tudo que eu estava fazendo com ela, certo vou ser-lhes sincero a Morgana fisicamente não é feia, mas esse seu lado psicopata terrorista é o que me afastou dela em definitivo, quem ama de verdade não machuca a pessoa a quem ama. O que essa maluca tem por mim é obsessão e doentia, uma pena, pois ela está jogando uma oportunidade e tanto de ser feliz se não comigo com algum outro participante da casa.
Mas enfim, após essa pequena surpresa pra minha adorada que despertou preguiçosamente sem acreditar que tudo era mesmo verdade, que não havia sido um sonho, tomamos juntos o nosso dejejum que pra minha sorte ela amou os meus dotes culinários:
_ Não brinca foi você que fez o pão?
_ Não estou brincando não foi eu mesmo.
_ Esse seu lado eu não conhecia mocinho, vai me deixar mal acostumada e como vou viver sem isso de manhã?
_ Não vai eu faço todo dia pra você quando nos casarmos.
_ Casar? Como assim casar – Assustada com a proposta indireta
_ É casar, ou pensou que eu ia deixar você escapar assim de mim? De jeito nenhum daqui da casa é direto pra mim, da mina vida você só sai quando eu morrer.
_ Pena que a gente vai ter que sair daqui vai ter prova do líder logo.
_ Talvez não precise é só ganhar a prova do líder de novo.
_ E se você não ganhar?
_ Não vamos pensar nisso agora – Tomando em um beijo caloroso.
_ Bom vou levar tudo pra cozinha e na volta a gente conversa mais.
Sai pra cozinha pra deixar o que sobro do nosso café, porem não imaginava o que estava pra acontecer no quarto do líder, lembram que eu falei pena que não dava pra trancar a porta? Pois é Morgana ataca novamente, só deu tempo pra mim me afastar e lavar a louça quando notei lago diferente no quarto do líder, será que chego a tempo de evitar uma discussão? Invés de me questionar parado corri pra lá pra socorrer Lilian:
_ O que você está fazendo aqui? – Perguntou Lilian assustada com a visita indesejada.
¬_ Eu que te pergunto sua vadia não disse pra você se afastar dele.
_ Eu tentei, mas ele descobriu tudo você sabe bem disso.
_ Ele é meu já falei isso, ele é meu.
_ Só nos seus sonhos Morgana ele quer se casar comigo quando sairmos da casa e não há nada que você possa fazer pra nos separar, nada.
Em um movimento inesperado Morgana joga Lilian contra uma bancada cheia de enfeite de vidro e cerâmica, a fúria dessa louca foi tamanha que agora era a minha amada quem estava machucada e eu não pude fazer nada de imediato pra ajudar:
_ Isso é o que você pensa eu não vou deixar isso acontecer nunca está me ouvindo? Nunca.
_ O que está acontecendo aqui – Cheguei ao pé da porta vendo a cena – O que você pensa que está fazendo Morgana? Sua louca – A segurando pelo braço e arrastando pra fora da casa. – Se afaste dela chega das suas loucuras sua maluca chega está me ouvindo? - Gritei com ela enquanto a empurrava no chão.
Mais uma vez o programa teve que ser interrompido por conta de Morgana...


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 4:02 am

Capitulo XVMichael e Lilian Deixam A Casa Do Big Brother


Corre pra socorrer Lilian enquanto Morgana fica rindo e falando asneiras aos quatro cantos da casa, logo meus amigos vieram ver o que tinha acontecido no quarto do líder o meu medo era que o pior tivesse acontecido, em pouco tempo tinha uma equipe de paramédicos dentro da casa, no chão do quarto eles conseguiram tirar boa parte dos pedaços de vidro das costas de Lilian, estancaram uma hemorragia e a levaram para o hospital e eu logicamente iria mesmo a contra gosto com eles, ali naquela casa que não ficaria me recuso a permanecer lá depois disso:
_ O senhor não pode ir senhor Jackson – Advertiu o paramédico
_ Eu vou sim, me recuso a ficar aqui já cumpri minha promessa de ficar pelo menos uma semana, já que Morgana não se comportou estou saindo em definitivo como eu havia dito.
_ Vai Michael, com essa louca aqui eu também não fico não.
Ao que percebe o programa tinha acabado mesmo, afinal quem é que queria ficar com aquela louca confinada na casa era um perigo constante, após a geral fazer as malas e me seguirem o programa foi oficialmente encerrado. James apesar de atrapalhado já estava de prontidão me esperando pronto pra me socorrer:
_ MJ – gritou ele no meio da multidão, quando o vi senti uma emoção que não sei explicar, James era minha salvação.
_ Como foi que você chegou aqui tão rápido? – Perguntei me voltando pra Lilian na ambulância.
_ Todo mundo viu pela TV né, logo imaginei que você ia saída da casa trouxe o carro.
_ Ótimo vamos pro hospital rápido.
_ Esperai e as suas coisas?
_ Eu levo James depois você pega comigo vão logo – Gritou Liz – Ela deve estar vindo ai atrás.
Sem muito questionar segui pra minha limusine e fomos atas da ambulância, meu coração estava na mão com medo de perder meu amor por culpa daquela maluca, assim que chegamos ao hospital formou-se um tumulto enorme por conta da minha presença que diga-se de passagem mal notei devido a minha preocupação que era evidente em meu rosto, meus fãs eram compreensivos todos respeitaram aquele momento e não me pediram nada, apenas me desejaram sorte e diziam que torceram por mim.
Minha vontade foi de entrar junto com ela naquela sala de emergência, mas não pude me foi impedido acompanha-la o remédio foi esperar para ver o que aconteceu inerte em um banco da sala de emergência, como se eu conseguisse permanecer sentado, aquele banco parecia que possuía prego nos acentos. As horas foram se passando e com elas a minha angustia aumentava como nunca. Nunca orei tanto na mina vida pra que tudo desse certo com ela, após três longas horas que mais pareciam séculos um medico veio finalmente me da uma luz:
_ Senhor Jackson?
_ Sim – Responde me levantando rapidamente indo de encontro a ele – E ela como está? – Perguntei apreensivo.
_ Os ferimentos dela não foram muito profundos em sua maioria...
_ Graças a Deus!
_ Tivemos que fazer uma cirurgia pra remover os mais profundo que por sorte não afetou nenhum órgão interno, a deixamos na sala de recuperação da anestesia e assim que ela acordar o senhor poderá vela.
_ Obrigado meu Deus, obrigado doutor.
_ Disponha.
_ Mike é melhor você ir pra casa toma um banho e descansar eu fico aqui de olho nela. – Proferiu solidariamente James.
_ Não! Preciso ficar aqui, quero estar com ela quando acordar é a minha vez James de cuidar dela e eu vou cuidar. Ela conseguiu sair da casa pra me visitar quando aquela louca da Morgana me machucou e ate aquela louca intervir ela cuido de mim, devo isso a ela.
O estado de Lilian não era tão ruim quando eu imaginava, o que de certa forma pra mim foi um alivio, James como sempre prestativo e a minha cola não me deixava faltar nada enquanto esperava a minha princesa acordar, dorme no hospital mesmo em um banco desconfortável da recepção, o que não fazemos por amor não é mesmo? Na manhã seguinte sou que ela estava indo pra uma ala comum onde eu poderia ficar com ela graças a Deus. Não há como descrever a alegria dela por me ver entra em seu quarto:
_ Senhorita tem alguém que não arredo o pé daqui ate que você viesse pra cá – anunciou a enfermeira me dando passagem.
_ Michael!!!
_ Pensou que eu estava brincando quando disse que me casaria com você?
_ Ai! Michael você não existe.
_ Existo sim, te amo e não vou sair daqui ate me casar com você, não aceito não como resposta. – Rimos com a minha brincadeira seria.
_ E o programa?
_ Digamos que saiu do ar por problemas técnicos
_ Como assim? O que aconteceu?
_ Eu sai e o restante da casa em peso veio atrás.
_ Veio atrás? E a Morgana?
_ Não se preocupe ela não vai encosta na gente, meus seguranças não vão deixar eles sabem lidar com isso. – percebi uma ruginha de preocupação se formar – relaxa aqui fora posso ate por uma ordem pra manter distancia da gente.
Me acomodei em uma cadeira e fiquei olhando pra ela ate que me deu vontade de cantar pra ela:



Speechless - Michael Jackson

Seu amor é mágico, é o que sinto.
Mas não tenho as palavras aqui para explicar
Já se foi a graça para expressões de paixão
Mas existem palavras e palavras para explicar.
E lhe dizer como me sinto.

Perto dela fico sem ação e isso me assusta muito.

Mas estou sem palavras, sem palavras.
É como você me faz sentir
Embora esteja com você, estou longe e nada é real.
Quando estou com você, estou sem palavras, não sei o que dizer.
Minha cabeça gira como um carrossel, então, silenciosamente, eu oro.

Tenho forças pra fazer coisas que jamais faria na vida por outra pessoa.

Incapaz e desesperado é como me sinto por dentro
Nada é real, mas tudo é possível se Deus está do meu lado
Quando estou com você, estou sob a luz, onde não posso ser encontrado.
É como se eu estivesse parado em um lugar chamado solo sagrado
Sem fala, sem fala, é como você me faz sentir.

Meu mundo ganhou um novo sentido ao encontra-la dentro daquela casa, estranho não?

Embora esteja com você, fico distante, e nada é real.
Eu irei a qualquer lugar, e farei qualquer coisa, só para tocar sua face.
Não há montanha tão alta o suficiente que eu não possa escalar
Sinto-me pequeno perto de sua graça

Meu coração se rendeu tão rápido a Lilian que nem consegui reagir a sua invasão silenciosa.

Sem fala, sem fala, é como você me faz sentir.
Embora esteja com você, fico distante, fora da realidade.
Sem fala, sem fala, é como você me faz sentir.
Embora esteja com você, fico distante, fora da realidade.
Sem fala, sem fala, é como você me faz sentir.
Embora esteja com você, fico distante, fora da realidade.
Sem fala.

O que dizer de onde estou hoje, aqui agora submisso a um amor tão profundo e maravilhosamente ingênuo que nunca me cobrou nada

Seu amor é mágico é o que sinto.
Mas na sua presença, me perco as palavras.
Palavras como, "Eu te amo."

_Eu também te amo Michael.

Confesso que me assustei ao perceber que ela ouviu a minha canção e me respondeu, notei que Lilian dormia profundamente com lagrimas nos olhos, mas mesmo assim a ouve se declarar pra mim, resolve descansar também ao lado de meu anjo e a partir daquele dia eu sabia que os meus dias sozinho haviam finalmente acabo.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 4:27 am

Capitulo XVIA Volta De Lilian Ao Brasil.




Tudo estava aparentemente correndo bem, Morgana não deu sinal de vida, Lilian se recuperava bem dos ferimentos causada pela doida mor, eu não saia do lado dela nem pra comer, minhas costas nesses sete dias de hospital estavam pedindo socorro de tanto que doíam, mas me mantive forte para minha linda não perceber, ao fim da semana ela te alta pra minha alegria momentânea já que eu imaginava que a levaria pra minha casa.
_ Bom senhorita está de alta, já pode ir pra casa quando quiser – Avisou a enfermeira.
_ Graças a Deus – Profere – Agora eu vou te levar pra casa de onde vocês não irá sair mais – Falei sorridente enquanto a enchia de beijos, mas algo estava errado – O que foi Lilian? Algo errado?
_ Bem que eu queria ficar com você Michael – meu coração parou nesse instante – mas eu não posso.
_ Como assim? Como não pode? Não me ama?
_ Amo sim amo demais, você é minha vida desde meus 13 anos, mas não posso ficar.
_ Porque? Me diz porque? – Lagrimas banhavam meu rosto nesse instante, ela também chorava quando me entregou o seu passaporte.
_ Abre e veja a data de validade – Ao abrir levei um susto.
_ Ele vence amanhã!!! – Disse sem acreditar no que lia.
_ preciso voltar hoje para o Brasil, me desculpe – Ela se desfez em lagrimas nos meus braços a essa altura eu também chorava em desespero por ter que deixa-la ir.
Queria que o mundo parasse pra que nunca me separasse dela, mas não era impossível, o tempo era implacável nesse momento assim que saímos do hospital fomos ate em casa buscar as malas de Lilian que James já havia levado pra lá, meu mundo tinha ido do sonho ao pesadelo em dois meses, tempo de validade do visto de turista de Lilian, ela me explicou que não tinha como conseguir prazo maior que dois meses e que só poderia renovar em solo brasileiro. Cada palavra que ela me dizia sobre isso era como se cortasse o meu coração com uma faca cega de serrilha. Não descemos do carro ela não quis, permanecemos sentados nos abraçando forte pedindo que aquilo fosse um sonho e que voltaríamos a estar na casa quando acordássemos. Mas não aconteceu.
Não dava pra não negar meu coração estava sangrando com a partida dela, todo mundo seguiram-nos ao aeroporto pra ver a partida de Lilian, como eu queria acabar logo com aquele pesadelo e voltar pra casa com ela em meus braços, não pude entrar na sala de espera do voo então me despede demoradamente dela na porta de entrada, quando finalmente desgrudei dela saímos sem nem olhar pra trás ambos estávamos tentando esconder nosso choro nunca um óculos escuro me foi tão útil como naquele dia, mas o dia que já estava ruim terminou pior do que já estava:
_ Que maravilha a bruaca foi embora finalmente você será todinho meu – Proferiu ela me fazendo reconhecer aquela voz irritante, em pouco tempo meus seguranças me cercaram.
_ Me esquece Morgana volte pro buraco que você saiu e me esquece de vez nosso contato que já era zero na casa agora é menos que isso. – sai pisando duro o mais rápido que pude pro meu carro.
Não gosto de cortar contato com meus fãs, mas não poderia dar mole com Morgana os antecedentes dela eram condenativos por si só, disparei pro meu carro enquanto ainda estava inteiro nem ligando se o povo ia descontar a gracinha nela, o que não tardou a acontecer um principio de tumulto começou depois que eu sai em volta da bruxa, a segurança teve que ser chamada rápido antes que uma tragédia acontecesse com ela, que pena esse funeral não seria um desperdício total.
Tomei meu acento no banco de trás completamente sem animo e me controlando pra não cair em um choro copioso sem precedentes, aquela partida inesperada me deixou sem chão, sabia que ela era de fora e que um dia iria precisar voltar, mas não imaginei que fosse tão cedo assim, de certa forma estava preparado pra partida dela, porem não tão prematura assim. Ao chegar em casa me joguei na cama onde me pus a chorar sem precedentes por horas, ate que James entra no meu quarto como sempre:
_ Desculpa interromper sua fossa MJ, mas eu vim aqui te deixar os documentos do consulado brasileiro, você precisa assina.
_ Consulado brasileiro? – Perguntei surpreso
_ Esqueceu homem? Você fechou uma apresentação lá em duas semanas, acorda homem está com a cabeça na lua?
_ De quanto tempo é a validade desse visto James – Me sentando na cama pra assinar a papelada.
_ Seis meses porque?
_ James eu já disse que te amo hoje?
_ Não que eu me lembre.
_ Você merece um beijo cara – Me levanto e vou atrás do James.
_ Qual é cara eu sou espada – Se afastando – Você é gamado na Lilian meu, esqueceu? Brasileira, boazuada, peituda, cinturinha fina se lembra dela.
_ Lembro sim, mas mesmo assim eu vou te beija – Tento pega ele que foge rápido.
_ Sai de mim malandro, eu sou espada – James saiu correndo porta a fora o mais rápido que pode – Não me esquece de compra as passagens pra amanhã – Gritei antes dele dobra o corredor.
Por sorte aquela besta tinha ouvido e compro as passagens pra 14h do dia seguinte, estava tão ansioso que nem avisei a impressa da viagem, por sorte ou coincidência Lilian morava na mesma cidade do show. Arrumei eu mesmo minhas malas coisa que eu não fazia desde que morava com meus irmão na adolescência. Antes de que eu me esquecesse resolvi compra um mimo pra aquela mocinha, chamei James e passei o resto da tarde nos shoppings da cidade procurando algo relacionado a mim pra da de presente a ela, irônico não? Ate meio narcisista, mas fazer o que queria impressionar. Mas ai me surgiu um probleminha, o que dá a uma fã que provavelmente tem tudo seu em casa?
_ Ai saco!!!! O que eu dou de presente pra Lilian? – Revirando a loja de CDs dessa vez sem nenhum disfarce, pois é paro o lugar. – Com certeza ela já deve de ter meus CDs e DVDs.
_ Na boa Mike? – Disse o revendedor que pela intimidade era meu fã – Desculpa me intrometer – Cutucando pelo gerente que o estava quase esganando – qualquer coisa que você der a ela se tiver um autografo seu já vai ser inédito.
_ Cala a boca que eu não te pago pra se intrometer com o cliente – Disse o gerente entre os dentes.
_ Desculpa!! Eu só queria ajudar – Falo o rapaz se encolhendo num canto da loja.
_ Sabe que você tem razão. – Falei com aquela minha clássica pose de mão no queixo e olhar distante. – Tem a discografia dos Jackson Five e Jackson? Vou levar pra ela autografada por todos do grupo ela vai adora.
_ Espera deixa eu te ajudar – Veio o jovem ao meu encontro pronto pra me ajudar.
_ James liga pros meus irmãos e pede pra eles irem lá em casa hoje sem falta, preciso de um favor deles pra ontem. – James logo atendeu o meu pedido.
_ Será que estão todos ai....? – Ele não me falou o nome dele.
_ Jason.
_ Jason será que estão todos os álbuns ai?
_ Você é quem sabe. – Ri dele.
_ Rapaz vou te conta um segredo, sou melhor cantando e dançado do que memorizando, querendo ou não vou ter que confia em você.
Após umas breves gargalhas arrumamos os CDs em uma caixinha bem decorada, paguei as compras e fui pra casa receber meus irmão onde cada um iria deixar um recado pra Lilian no encarte, ao chegar em casa todos estavam me esperando e logo me atenderam o meu pedido, todos acompanhavam o programa e não duvidavam do meu amor por ela e dela por mim.
Após um jantar e conversa com a minha família fui me deitar assim que o ultimo deles saiu, meu corpo estava apertado de tanta saudade dela que mal tinha viajado, não fazia nem 12 horas de sua partida e eu já estava pronto pra lhe fazer uma surpresa que ela nunca mais esqueceria na vida e nem eu também. Mas um problema não me saia da mente, Morgana, uma das razões pra mim estar saindo quase que fugido de casa, quanto menos a bruxa soubesse do meu paradeiro e de Lilian, nesse caso acreditasse que ela não voltaria melhor, assim poderíamos ter o maior tempo livre possível sem me preocupa com as maluquices dela. E quem sabe ate conseguir me casar com ela lá no Brasil, sempre amei aquele pais porem nunca consegui aprender a falar o português, mas dessa vez eu estou decidido a me dedicar a aprender, e vou aprender. Na manhã seguinte depois de uma boa noite de sono estava pronto pra embarcar rumo a minha felicidade. Brasil que me aguarde e Lilian também.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 9:48 pm

Capitulo XVIIA surpresa.








A viagem durou umas oitos horas com direito a algumas escalas, na minha concepção o voo demorou mais do que devia, minha ansiedade era tamanha que eu não conseguia me controlar ou dormir de jeito nenhum. Assim que chegamos James e eu fomos para o hotel que ele havia reservado em segredo pretendia passar as duas semanas que antecedia o show em completo anonimato assim não teria problemas com uma multidão de fãs e de paparazzi nas minhas costas. Enquanto me acomodava Lilian estava em casa contando tudo o que aconteceu a sua família sobre o programa e sobre mim, verdade seja dita ela estava sofrendo com a nossa separação tanto quanto eu.






James apesar de ser meio louco do juízo compensava sendo o melhor assessor que uma pessoa podia ter, logo conseguiu encontrar o endereço da minha amada e com isso mandou umas flores sem remetente pra ela, se a intensão dele era deixa-la desconfiada ele conseguiu:
_ Tudo pronto MJ – Dizia ele todo feliz vindo em minha direção.
_ Pronto pra que? – Disse estranhando aquela frase.
_ Ora pra você encontra sua amada, o que mais?
_ O que você aprontou energúmeno?
_ Nada de mais, após descobrir o endereço dela mandei-lhe flores sem remetente, pra da um ar de mistério. – O olhei incrédulo ele conseguiu me surpreender – Fiz algo errado?
_ Cara você leu os meus pensamentos. – Ambos rimos. – Continue mandando as flores semana que vem a gente vai lá, ou melhor ou vou lá entregar uma pessoalmente.
Obviamente que após essa pequena brincadeira Lilian já havia varrido a net em buscas de noticias minhas, e a única coisa que ela encontrava era a mesma coisa “Michael Jackson estava recluso em casa após termino do programa e partida de Lilian”, sabia que ela estava sofrendo com aquele afastamento involuntário, garanto que pelo menos na net ela iria me encontra, mas não eu sumi por completo e o James também. O que a fez desconfiar do remetente daquelas flores que todo dia chegava em sua casa.
Apesar de estar longe das datas dos shows obviamente o meu objetivo ao estar ali com tanta antecedência era mesmo Lilian, como imaginava logo todo o país já desconfiava da minha presença ali sendo logo confirmada por um funcionário linguarudo do hotel. Mesmo assim fiquei no aguardo sabia que aquela mocinha de uma hora para outra iria aparecer, sem querer me gabar muito, mas eu sou inesquecível:
_ Convencidooooo!!!
_ James sai que a narração é minha.
Como dizia, sabendo que ela era minha fã com certeza deixei marcas que ela não conseguiria apagar tão cedo. Sem ter muito o que fazer sentei na cama e comecei a zapear os canais e para minha surpresa lá estava ela na frente do meu hotel mais um pequeno grupo de fãs que estava começando a se formar na portaria externa parei no canal em que estava passando e mais do que depressa chamei o James, mostrei-lhe a matéria que logo se prontificou em descer pra busca-la. Nunca pensei na mina vida que iria ficar tão empolgado assim com uma pessoa como estava com a Lilian ali tão perto.
James não perdeu tempo e correu pra portaria ao encontro dela, com o passar do tempo a multidão aumentava e complicava ainda mais a minha visão dela o que me desesperava ainda mais, passados torturante quarenta minutos depois James me volta de mãos abanando o que me da uma vontade de esgana-lo primeiro e perguntar depois:
_ James onde está ela?
_ Calma Mike, o povo estava aglomerando lá não deu pra entra.
_ E dai? Eu quero ela aqui James.
_ Calma eu combinei com ela em 40 minutos em um shopping aqui perto eu liguei pra uma loja de brinquedos de lá e mandei que ela entrasse antes de você chegar.
Sem ter muito o que fazer lá vou eu me arrumar pra encontrar com ela, tomei um banho caprichado, me perfumei e coloquei o meu melhor figurino embora discreto:
_ Vamos bora James estamos atrasados
_ Já estamos 20 minutos atrasados.
_ Eu sei energúmeno ela já deve de ter desistido de esperar.
_ Desistiu nada, já ligo umas 10 vezes atrás de você – Disse baixinho pra mim não ouvir, mas eu ouvi.
_ Como assim ela ligou dez vezes James? Desde quando você tem o numero do celular da Lilian? – dessa vez o James tá frito na minha mão.
_ Ó ouvidinho de tuberculoso.
_ Não muda de assunto, anda se explica. - Mas antes que ele pudesse se defender o celular dele toca.
_ Licencinha que eu vou atender o telefone – Tentando se afastar.
_ Licencinha uma ova pode atender aqui.
_ Mas é segredo MJ é pessoal
_ Eu sei guarda segredo, anda atende logo. – Suspeitava que era ela e não é que eu acertei.
_ Mas MJ?
_ Você vai falar aqui James eu não tô pedindo tô mandando
_ Etâ home difícil. Ok eu atendo.
Depois de ter seu fígado quase devorado por mim James atendeu o bendito do celular que a essa altura berrava mais que criança pequena com fome.
_ Poe no viva-voz.
_ Mike?
_ Mandei por no viva-voz.
É eu sei hoje estou insuportável, mas o que posso eu fazer estou apaixonado, ansioso pra reencontrar com a minha amada e o James não colabora... oque vocês querem que eu faça? Assassinato é crime infelizmente. Depois de me elogiar com alguns nomes bonitos James atendeu o bendito do telefone:
_ Cadê vocês? Estou esperando aqui faz um tempão.
_ Desculpa é que o seu love aqui não foi muito rápido ao se arrumar e pelo que eu estou vendo as ruas estão lotadas, vai ser difícil chegar ai.
_ Não quero saber James eu não vou me abalar do meu bairro só pra ver ele e não consegui e garanto que ele te mata se não der certo, então se vira. – ela desligou na cara do James exatamente como eu faria.
_ Ela desligou na minha cara? – Pro choque do energúmeno. – Esses dias com você na casa fez ela ser uma discípula bem dedicada heim MJ? A mulher desligou na minha cara.
_ Jura James eu nem notei, qual foi a loja que vocês combinaram?
Antes que eu pudesse obter uma resposta o energúmeno sumiu de perto de mim, vontade de esgana-lo, em pouco tempo ele voltou andando rápido:
_ Vem logo. – Praticamente me arrastando porta a dentro do lugar.
_ Tá, esperai mãe deixa eu ir andando pelo menos – Ironizei com ele.
_ Deixa de gracinha que já tão sabendo que você ia vir, temos que ser rápidos. – Apressei o meu passo e entrei na tão loja que pra minha decepção ela não estava lá pelo menos a primeira vista. Meu coração doeu ao ver que ela não estava lá, já que estava na loja de brinquedos mesmo resolvi caminhar entre as prateleiras tentando disfarçar o meu choro de desilusão, por alguns minutos sentir meu mundo cair, um turbilhão de sentimentos começou a tomar conta de mim enquanto caminhava entre as prateleiras ate que......


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 10:00 pm

Capitulo XVIII O Encontro Dos Pombinhos.


Um turbilhão de sentimentos começou a tomar conta de mim enquanto caminhava distraído entre as prateleiras de brinquedos ate que subitamente foi levado ao chão ao tropeçar em algo, ou melhor, em alguém:
_ Ai!!!! - Disse uma voz feminina – Não olha por onde..... Michael!!!! – Espantou-se ela ao me ver esparramado no chão – Você está bem?
_ Agora estou – Disse-lhe com lagrimas nos olhos de tanta felicidade.
Permanecemos abaixados escondidos, bem longes dos olhares mais curiosos, minha vontade era de ama-la ali mesmo no chão daquela loja, mas não podia não naquela hora. Nos certificamos que tinha uma porta dos fundos, a entrada de entregas do estoque obviamente e foi por lá mesmo que fugimos, digo saímos. Acho que estou me esquecendo de alguém? Não deve ser importante. Rumamos para o hotel onde eu sabia que teríamos mais privacidade e logicamente poderia fazer o que eu quisesse com ela:
_ Não acredito que você veio mesmo – Dizia ela com a cabeça encostada em meu peito – Senti a tua falta.
_ Eu também senti. Assim que o James de lembro do show que eu farei aqui em duas semanas, não pensei duas vezes em vir correndo pra cá.
_ Não precisava vir tão rápido a gente poderia se falar pelo telefone nesse tempo que você estivesse se preparando pra vir.
_ Falando assim ate parece que não gostou de eu ter vindo, além do mais a gente ate poderia sim ficar se falado por telefone se alguém tivesse me passado o numero dela.
_ Ai meu Deus esquece desse detalhe – Risos de ambos - Você fez bem em ter vindo, cedo ou tarde ia ser uma surpresa mesmo.
_ Não vou te largar mais a partir de hoje. Você vai ficar comigo no hotel preciso de você lá comigo.
_ Desculpa Michael, mas hoje eu não vou poder ficar com você.
_ Mas porque? O que houve?
_ Estou doente Michael, preciso fazer o meu tratamento já adiei de mais.
_ Ai meu Deus Lilian o que você tem meu amor?
_ Me leva pra casa, por favor. – Disse ela com lagrimas nos olhos.
_ Tá bom eu te levo, passa o endereço pro motorista que te deixo lá Lilian – levantei o seu rosto e direção ao meu – Quero que saiba que eu estou aqui pra te ajudar ok? Confie em mim.
Deixei Lilian em casa ate insiste pra que ela me deixasse entrar, mas notei que ela não estava muito afim de ficar comigo, não sei o que ela tinha e que preferia ficar calada e não se abrir pra mim, entendo que ela tenha medo, que com certeza ir passar por momentos difíceis, porem não está só estou com ela pro que der e vier, dei-lhe um beijo carregado de saudade nela:
_ Quando eu vou poder te ver de novo?
_ Eu te aviso – Me entregando um papelzinho com uma anotação nele. – Eu te amo – disse-me antes de sair.
_ Eu te amo muito, mas muito mais.
Voltei para o hotel e pedi pra que fossem buscar o James, ele havia ficado no shopping me esperando, quando ele chegou me veio logo reclamando:
_ Ei maluco esqueceu de alguém não lá no shopping?
_ Foi mal James.
_ O que foi? Não deu certo entre vocês? – Notando minha tristeza
_ Deu tudo certo, mas ela está doente e não quer me conta o que é, me pediu pra ir pra casa então eu a deixei em casa e vim pra cá.
_ Ah!!! Ela não te contou o que tem?
_ Não, não contou.
_ Ah devia ter contado.
_ O que você está sabendo que eu não sei James?
_ Nada não Mike.
_ Conta logo James. – Insiste, mas nada dele abrir a boca.
_ Melhor ouvir da boca dela não da minha.
_ Para de gracinha James o que ela te contou quando vocês conversaram lá me baixo antes da gente se encontra?
_ Só posso te dizer que amanhã ela via estar nesse local aqui então vocês poderão conversar. - Me entregando um papel com um endereço nele.
No bilhete não dizia do que se tratava, mas tinha o horário que ela estaria lá, convoquei James pra ir comigo não sabia do que se tratava, mas estava louco pra descobrir, ao chegar um pouco depois do horário do papel pude entrar as pressas como sempre o tumulto de gente que me acompanha aonde quer que eu vá não me dava folga, eu amo ter contato com o meus fãs, mas as vezes atrapalha quando eu preciso resolver ao que não era pra vir a publico e o caso de Lilian não era pra vir, porém teve que vir não por minha culpa, mas da impressa que não largava do meu pé, embora eu tivesse pedido sigilo na minha visita alguém sempre fala demais.
Enfim, com o superintendente do hospital me levou ate onde Lilian estava, passei por varias alas ate chegar em uma que literalmente tirou minhas forças, era a ala de oncologia do hospital não podia acreditar no que eu estava vendo quando a vi em uma sessão de quimioterapia, James estava ao meu lado:
_ Isso não pode ser verdade James – Disse com uma lagrima nos olhos – Porque ela? Por quê?
_ Eu também me fiz a mesma pergunta – Tentou consolar-me.
_ Ela é tão nova tem uma vida pela frente.
_ Quer ir embora?
_ Não, vou ficar com ela mesmo que ela não me queira aqui, eu vou ficar.
Foi inevitável não ver o olhar de surpresa dela ao me ver entrar na enfermaria, acho que ela esperava tudo e a todos menos a mim, me contive pra não chorar na frente dela:
_ Michael é você? Não estou sonhando. – Dizia ela querendo chorar.
_ Sim meu amor sou eu vim ficar com você.
_ Porque veio? Não era pra você saber.
_ porque não me contou?
_ Porque eu sei o quanto você gosta de crianças e eu não vou viver o suficiente pra lhe dar filhos...
_ Não diga isso você vai viver muito ainda.
_ ... E se eu viver Michael não poderei te dar nunca filhos.
_ Eu não me importo com isso Lilian a gente adota se for o caso se seu desejo for esse, mas eu nunca vou abandonar você não adianta fugir de mim, sou capaz de ir ate no inferno pra te buscar. Mas de você eu não vou me separar.
Acho que por essa declaração ela não esperava, confesso que não estava me reconhecendo acho que o amor é capaz de operar milagres, e eu estava orando por uma naquela hora, meu coração estava clamando por ela eu tinha consciência que as coisas seriam difíceis e que seria a prova de fogo do nosso amor.
Devido ao tratamento Lilian teve que passar a noite no hospital alia uma não varias noites, eu por minha vez estive do lado dela mal tinha tempo pra ensaiar, mas só pra não fazer feio eu ensaiava pra minha amada ver, não sei se no dia do show ela poderia ir me der dançar em palcos brasileiros, mas em todo caso eu dei um gostinho do que ela iria perder.
Todos os dias eu ensaiava uma musica diferente, acho que esgotei meu repertorio inteiro com ela, mas conseguir arrancar um sorriso dela era muito importante pra mim, precisava que ela se curasse pra que eu pudesse voltar a tela em meus braços, tudo que eu mais queria naquele momento era cuidar de Lilian por mais que fosse complicado pra mim, estava me esforçando pra que tudo desse certo entre nós e eu sei que vai dar confio em Deus.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 10:42 pm

Capitulo XIX Um Enfermeiros Desse Até Eu Quero.




A cada dia que se passava me partia o coração ver a minha amada sofrendo, sabia que ela sentia dores fortes há algum tempo notei enquanto participávamos do programa que ela se continha, mas não sabia o que era exatamente, durante a nossa primeira noite de amor percebi que em alguns momentos ela reclamava de dor, nessa ocasião pensei que fosse incomodo por uma certa coisa que sempre foi alvo de reclamação devido ao seu tamanho um pouco acima da media, por conta disso nunca pude ir além do que queria na cama com uma mulher na esperança de que meus relacionamentos durassem mais do que uma noite de amor, mas não fazia ideia do que fosse.
De uma coisa eu estava certo não iria deixa-la por conta disso, meu universo era ela e eu iria lutar por isso nem que morrer por ela. enquanto ela estava internada e dormindo passei as noites ao seu lado cuidado e zelando do seu sono ate que o show acontecesse, seis dias antes da apresentação fui surpreendido com uma visita especial:
_ Melhor amor? Já passo o mal estar?
_ Um pouco, mas vai passar. – Tossiu ela – Você não tem nada melhor pra fazer do que ficar aqui me vendo definhar?
_ Para com isso Lilian, se eu não posso cuidar de você quem vai?
_ Minha família cuida.
_ Eu também sou sua família agora quer queira ou não – Ouvimos batida na porta – Pode entrar. – Respondi com um português carregado.
Lentamente a porta do quarto se abre e me revela uma figura simpática de uma senhora aparentando por volta de 60 anos, ela sorriu ao me ver parecia espantada, não era pra menos não era todo dia que se vira sogra do Michael Jackson, com passos lentos embora firmes ela adentro o quarto de Lilian, ela lembrava a minha mãe com a mesma dificuldade de andar:
_ Quando me disseram que o senhor veio lá dos estados unidos atrás da minha filha pensei que fosse uma piada, mas pelo que vejo me equivoquei. – Puxo assunto ela – Prazer Annie.
_ Prazer senhora, mas pode me chamar de Mike – Respondi-lhe com um sorriso no rosto – Pela sua filha eu vou ate o fim do mundo.
_ Fico feliz por isso, espero que vocês fiquem muito tempo juntos Michael – Tocando em meu rosto – Ela só tem olhos pra você.
_ Eu percebi senhora.
_ Ela nunca namorou outro rapaz e sempre dizia que só se casaria se fosse com você, se ela te ver sofrendo é como se arrancasse o coração do peito dela.
Mal pude acreditar no que ouvi eu fui o primeiro na vida dela, e ela não me disse absolutamente nada, como não percebi isso? Me perguntava sem entender o que tinha acontecido na casa, ate que fui interrompido dos meus pensamentos pela senhora agora minha sogra:
_ Sei o que deve estar pensando, o porque ela não te contou ou você não percebeu não é? - Eu não sabia o que responder estava em choque com a revelação dela, se algo tinha a ser dito agora seria a hora. – Vou te contar uma historia para que entenda melhor.
A senhora se acomodou em uma cadeira próximo a mim, olhei para a minha amada e constatei que ela ainda dormia profundamente devido ao forte efeito da medicação, voltei-me para a senhora que logo começou a falar pausadamente o que mudaria a minha vida e a de Lilian para sempre:
_ Tudo começou quando eu fiquei viúva e tinha uma criança pequena pra cuidar, as coisas começaram a ficar complicadas pra ela e para mim, foi então que fiz a maior burrada da minha vida, me casei com um homem que só nos fez mal, um dia eu sai de casa pra trabalhar e o meu marido ate então fez um absurdo que jamais imaginei, ele a espancou e a violentou cheguei quando ele terminava de consumar o seu ato, ele acabou me agredindo também, mas conseguir fugiu com a minha filha. Conseguimos chegar ao um hospital e demos parte a policia, conseguiram retirar de casa, porem ele ainda nos persegue.
_ Que horror – Disse chocado.
_ Isso faz mais de 10 anos e ele ainda não desistiu de mata-la.
_ Prometo que não vou deixar nada de ruim acontecer a vocês. Prometo também que ela não vai sofrer por isso eu não vou deixar eu jamais faria uma coisa dessas com mulher nenhuma.
_ Assim espero meu filho, vejo que você é um bom homem e irá cuidar bem da minha menina.
Os meus dias foram divididos entre mim e D. Annie com os cuidados de Lilian, eu estava sempre andando com ela ou apenas conversando pelos corredores do hospital, como já era pra se esperar os paparazzi ficaram loucos por uma foto da gente, o que dava muito trabalho pros seguranças do hospital, mas eles sempre davam um jeitinho de conseguir o que queriam.
A cada visita do medico nossa esperança se renovava, não estava interessado em ter filhos com ela afinal eu já tinha três, mas mais um não seria nada mau seria a nossa coroação do nosso amor. Mas tenho que me conformar com o fato disso não ser possível:
_ Você não tem coisa melhor pra fazer não? Tipo um show por exemplo?
_ Não, o show pode esperar, mas você não.
_ O que eu fiz pra te merecer?
_ Me amar? Sou eu quem deveria estar te perguntando isso.
_ Michael não precisa fazer isso.
_ Preciso sim. Você se preocupou comigo uma vez e cuido de mim agora sou eu, não adianta falar, reclamar, esbravejar, ou me xingar daqui eu só saio morto.
_ Exagerado.
_ Sou exageradamente louco por você, bom mocinha hora de da um pequena volta nesses corredores desde a hora que eu cheguei você esta ai jogada nessa cama só reclamando, reclamando e reclamado, hora de se movimentar.
_ Não Mike eu estou tonta não consigo andar sem cair, meu estomago está embrulhado.
_ Sem problemas eu te ajuda a andar, e a gente leva o lixeiro junto qualquer coisa você vomita nele. Não quero ver você entregue nessa cama.
Coloquei ela sentada em uma cadeira de rodas e sai dirigindo corredores a fora de todas as alas, passamos na ala infantil, nosso ponto obrigatório já que desde que cheguei tinha que me revessar entre Lilian e as crianças que faziam uma verdadeira festa quando eu chegava, nem parecia que estavam doentes.
_ O tio Michael chegou. – Gritou uma garotinha toda eufórica.
_ eu prometi que vinha não prometi? Então aqui estou eu.
_ Quem é ela? – perguntou outra mocinha de seis com cara emburrada.
_ É a minha namorada que também esta doente.
_ Você disse que seria o meu namorado. – Rebateu ela fazendo todos rirem.
_ Quando você crescer mais um pouco ai eu vou ser seu namorado pra valer. – Proferi enquanto tentava me conter. – Bom vou ter que fazer uma ligação vocês cuidam dessa mocinha doente enquanto eu vou e volto rapidinho?
_ Sim – Gritaram todas unisônicas.
_ Legal então fiquem ai que eu já volto com uma surpresa pra vocês.
_ Surpresa? Que surpresa?
_ humm não posso falar se não deixa de ser surpresa, deixem me ir quanto mais rápido eu for eu volto.
_ Ahhhh Gritaram todas – Não gostei quero saber o que é agora. – Disse a mesma mocinha emburrada.
_ Quando eu voltar, estou indo, fui-me.
Bom eu havia conseguido com o superintendente do hospital um show surpresa de uma trupe de palhaço que estava passando na cidade, assim eles poderiam se distrair enquanto se curavam de suas doenças aproveitei a deixa pra comprar uns presentes também afinal qual criança não gosta de ganhar brinquedo não é?


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 11:24 pm

Capitulo XX A Cura De Lilian.




Sai correndo para a portaria para encontrar com o James que me esperava para entrar com uma adaptação do cirque du soleil, nos dirigimos a uma área mais ampla do hospital pra que os artistas pudesse se apresentar.


Discretamente observei em volta todos ali presentes e notei que aquela canção os tocava de uma forma que nenhum outro tratamento medico poderia tocar, muitos estava com lagrimas no solhos incluindo Lilian. Senti-la perto de mim era como se um presente fosse me dado a cada dia, e poder dar-lhe um pouco de alegria em meio a toda aquela tristeza era no mínimo recompensador.
Por uma graça de Deus Lilian melhorou ao ponto de poder ir pra casa ver o show isso pra mim foi o melhor dos presentes que eu poderia ter ganho faltando dois dias para a minha apresentação, fiz questão de ir ate a casa dela mesmo que a contra gosto de todos:
_ Não precisa ir Michael, a minha casa é muito humilde comparada com a sua. – Argumentava ela em vão.
_ E você acha que nasci em berço de ouro? Para com isso eu tenho as mesmas origens que você e além do mais quero conhecer a sua família.
¬_ Filha deixe-o ir se isso o faz feliz deixe. – Big sogrinha valeu pela moral.
_ Tá bom, tá bom dois contra um é golpe baixo, mas se não gostar não diga que não lhe avisei.
Ao chegar na casa da minha amada realmente era muito humilde em comparação ao que estava acostumado, mas pra quem já dividiu quarto com outro 8 irmão aquilo não seria nada de mais, nem preciso dizer que a rua inteira parou pra me ver chegar, as vezes a minha fama mais atrapalha do que ajuda, nada do que faço ou deixe de fazer sai como eu quero por conta de ter uma fama enorme nas costas, larguei ou fui largado inúmeras vezes por não consegui ter privacidade o suficiente pra me relacionar.
Devido a nossa intimidade que infelizmente não era segredo pra ninguém fiquei no mesmo quarto que Lilian. Obviamente ninguém poda se incomodar com o que estava acontecendo entre nós pois o extremo de tudo já havia acontecido na casa mesmo, o que de certa forma pra mim foi ótimo dormir com ela sem me preocupar com o que iriam pensar de mim ou dela no dia seguinte, o fato é que eu quero me casar com ela e não vou fugir a minha responsabilidade isso deixei claro a todos desde o inicio.
Pra minha alegria essa mocinha valente estava bem o suficiente pra me ver dançar pra ela, nunca fiquei tão feliz por estar com uma namorada na plateia afinal de contas essa era especial, muito especial. Ela se dirigiu ate o seu lugar primeira fila. Eu sabia que o show seria um dos melhores mesmo sabendo que tudo estava bem eu pedi pra que um dos meus seguranças a observassem durante o show ao menor sinal de mal estar dela a tirasse dali, enfim o show começa.


Embora soubesse que tudo estava bem meu coração só se aquietaria quando tivesse a confirmação dos medico o que seria em breve se Deus quiser, subi ao palco como todas as meninas gostam de me ver, o show como sempre foi perfeito:
_ Então gostou do show? – Perguntei a ela quando a encontrei de surpresa na saída do palco e enchendo de beijo todo suado.
_ Lindo como sempre
_ São seu olhos meu amor. – A segurei pela cintura caminhando ate o camarim
_ Belo show Mike – Gritou um dos técnicos de som.
_ Obrigado.
_ Um rei nunca perde a majestade heim. – Elogiou o outro - Parabéns mesmo magnifico.
_ Valeu pessoal! Vocês que são de mais.
Assim que saímos do meio daquela multidão seguimos para o meu camarim, estava feliz e minha amada também:
_ Me espere aqui vu tomar um banho e já vamos – Beijei sua testa e segui meu rumo. Agora já livre daquela sensação de imundice do meu suor após duas horas e dez de show, seguimos pra casa quero dizer da casa de Lilian e subimos pra descansar dormimos abraços. Estávamos felizes. Na manhã seguinte acordei sozinho na cama, estranhei tudo aqui, levantei-me e fiz a minha higiene habitual após estar devidamente recomposto desce e me encontrei com Annie.
_ Bom dia Annie.
_ Bom dia Michael, dormiu bem querido?
_ sim dorme, você viu a Lilian eu acordei e ela não estava?
_ Ela foi ao hospital.
_ Hospital? – Assustado – Por quê? O que aconteceu? Ela passou mal?
_ Acalme-se Michael, ela foi fazer uma consulta de rotina logo ela estará de volta. – Disse calmamente Annie – Tome seu café, não temos nada do que está acostumado, mas dá pra matar a fome.
Não tive outra escolha a não ser esperar minha amada voltar, enquanto ela não voltava James me liga e me avisa que já deu entrada na embaixada americana nos papeis que Lilian vai precisar pra voltar comigo para os estados unidos, meus filhos estava com a minha família então eu sempre tinha que da uma ligadinha pra casa pra dar umas satisfações e matar a saudade deles.
Na parte da tarde depois de muitas horas de espera finalmente ela chega com um sorriso enorme nos lábios o que de certa forma me deixa feliz:
_ Cheguei mãe!!! – Grita ela entrando pela porta.
_ Graças a Deus – Disse a abraçando com força – Fiquei preocupado com você, pensei que algo de ruim tinha acontecido.
_ Desculpa meu anjo eu sei que deveria ter te avisado, mas sai muito atrasada não deu pra te deixar um recado.
_ e então como você está? Sua mãe me disse que você foi ao hospital.
_ Sim eu fui fazer uns exames de rotina, tudo indica que estou curada.
_ Graças a Deus - Disse minha sogra.
_ Obrigado senhor.
_ vou ter que fazer alguns acompanhamentos pra confirma tudo e ter certeza que ele não volta.
_ Tudo bem meu amor, o pior já passou agora é cuidar pra que tudo continue assim.
_ Sim ele tem razão minha filha, o pior já passou.
_ Bom vamos comemorar a boa noticia e também eu tenho um pedido pra te fazer e não aceito não como respostas.
_ O que você está aprontando Michael? - Inqueriu ela curiosa.
_ Na hora certa você vai saber por hora se arrumem hoje o jantar é por minha conta, James esta vindo pra cá pra organiza as coisa e vocês vão fazer compras a ocasião hoje é muito especial pra todos...


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Dom Maio 01, 2016 11:42 pm

Capitulo XXI A Volta Dos Pombinhos Aos EUA.




Quando estava quase sendo interrogado sobre o que eu iria aprontar a noite James chega e me salva a pátria em cima da hora:
_ Mike meu querido você sumiu? – Brinca o meu atrapalhado assessor.
_ Tá bom James eu estou aqui e você sabe bem disso. O que o traz aqui?
_ Só vim avisar que amanhã a mocinha aqui tem entrevista na embaixada pra confirma algumas coisas para o novo visto.
_ Que ótimo
_ Com certeza – Entregando o envelope – Estão ai o horário sala e endereço não se atrase.
_ Então moças hora de fazer compras. – Sugere Michael – Hoje eu tenho uma surpresa pra você meu anjo e te quero linda. James hoje acompanha vocês.
_ Vamos ladies – Convidou meu assanhado assessor.
_ James!!! – Repreendendo.
_ Relaxa Mike eu cuido delas.
James saiu com as meninas e eu fiquei em “casa” sozinho, explorei um pouco a casa mais especificamente o quarto de Lilian, olhei seus livros DVDs e CDs tudo que estivesse ao meu alcance. Mas uma coisa eu não achei, pelo menos não tão avista quanto eu imaginei, tudo bem que faziam cinco dias que estava de hospede da minha amada, logo não queria ser indiscreto com essa mina mania de bisbilhotar as coisas, por isso esperei todos saírem de casa pra mim matar a minha curiosidade, enfim o quarto de Lilian não se assemelhava a um quarto de fã, bom pelo menos eu imaginei diferente.
Por ela ser minha fã imaginei que o quarto dele teria pôsteres meus espalhados pra tudo quanto que era lado ate pensei que iria me afogar em um mar de fotos minhas, mas para minha surpresa não, nem parecia que ela era minha fã, não sei se ela tirou tudo antes da minha chegada ou se sempre foi assim, porem por hora deixarei de lado. Finalmente a noite chegou e as meninas voltaram com James cheias de sacolas e literalmente visualmente renovadas para a noite que viria.
As 20horas estávamos todos arrumados e prontos pra sair, assim que o carro com James chegou entramos e seguimos para o restaurante, onde havia uma mesa reservada para a ocasião que era muito especial, assim que nos acomodamos e fizemos nossos pedidos e foi logo disparando:
_ Bom como todos devem saber desde que sai da casa estou determinado em ficar com uma pessoa que ficou muito especial pra mim. – Iniciei meu discurso muito nervoso – Quando eu entrei na casa não pensei que poderia começar a gostar de alguém como estou gostando nesse momento, Lilian passou a ser mais que uma mera fã, mais que um ponto na multidão no meu mundo, sempre que olhava pela janela nunca pensei que minha vida mudaria com uma simples participação em um realty show que eu particularmente odeio – Risos - Enfim hoje é um dia especial para todos nós inclusive pra mim, pois hoje eu estou aqui para pedir a mão da minha amada em casamento.
_ Michael!!!!!! – Surpresa.
_ Desculpe se a assustei – Tocando a mão dela por cima da mesa – Sei que foi repentino, mas acho que já previa isso não é?
_ Sim, mas não pensei que fosse tão cedo assim.
_ Cedo? Para mim foi uma eternidade, desde que a vi pela primeira vez na casa soube que você era a minha alma gêmea eu não quero perde-la por nada. Por favor, não me negue isso.
_ É claro que aceito, eu seria louca se não aceitasse, é meu sonho de consumo me casar com você. - Nosso amor foi selado com um beijo.
_ Obrigado por me fazer o homem mais feliz, assim que sai o seu visto definitivo voltaremos pros Estados Unidos e nos casamos lá.
_ Mas e minha família Michael?
_ Eles vão vir logo depois – Segurando a mão – Por enquanto nós iremos na frente pra preparar a chegada deles, quando eles chegarem nos casamos. Antes que eu me esqueça. – Retirando uma caixinha do bolso – Isso é pra você. – entregando-a.
_ O que é isso?
_ Abra.
Ao abrir a caixinha Lilian se deparou com um lindo anel de brilhante que eu havia comprado naquela manhã, os olhos de Lilian se iluminaram ao ver a joia, sabia que qualquer coisa que eu fizesse pra ela seria pouco, meu coração saltava entro do peito só de estar perto dela:
_ Nossa! Michael é lindo.
_ Não mais que você.
Assim que nossos pedidos chegaram degustamos nossos pratos entre risos e piadas vindas de James. Como estávamos relativamente escondidos ninguém da impressa ou ate mesmo funcionários do restaurante, assim que demos nossas refeições por encerrados pagamos a conta e voltamos pra casa agora oficialmente como noivos, realmente o Brasil era um lugar magico pra mim. Dormir nos braços de Lilian naquele dia foi lindo, não fizemos nada por respeito a minha sogra já que a casa era dela e não ficaria bem para nós, afinal teríamos tempo de sobra pra isso após nos casarmos:
_ Às vezes Michael eu acho que estou sonhando.
_ Por que diz isso?
_ Tudo que aconteceu nesses últimos dois meses, a pouco tempo não imaginaria que você estaria aqui comigo deitado todo apertado em uma cama de solteiro – Risos.
_ Mas eu estou apertadinho aqui agarrado a você e pra mim isso já basta.
_ Você não existe Michael.
_ Existo sim tanto que estou aqui com você. – Me aconchegando no seu ombro.
_ Preciso de você Michael. Mais do que imagina.
_ Eu também preciso de você, você é a ultima chance que eu tenho pra salvar a minha vida – Confessei.
Com certeza a minha afirmação deixou-a chocada, mas não era pra menos, nos últimos anos da minha vida eu não tenho tido muitas alegrias ou motivos pra continuar, nada que eu faça ou tente fazer agrada meus fãs ou a imprensa, então não há mais nada nesse mundo que me de razoes pra continuar além dos meus filhos. Logo se não for Lilian pra me tirar desse fundo do poço que me jogaram a força, a única que ainda me reforça as energias pra consegui sobreviver eu precisava de amor e tanto James quanto eu sabíamos disso que o amor dos meus fãs não era o suficiente pra mim.
Não demorou muito para que o visto de Lilian saísse e a minha estadia ali estava acabando foram maravilhosos quarenta dias de pura magia pena que a paz não foi tanta que eu queria assim, mas já estava de muito bom tamanho. Embarcamos de volta pra casa em pouco tempo, minha alegria foi tanta que quase passei mal por conta, mas sobrevive. A minha tontura foi rápida por conta de nervosismos.
Passaram se as longas oito horas de voos nós desembarcamos nos Estados Unidos tudo estava bem, aparentemente. Assim que chegamos demos de cara com quem menos queríamos dar. Morgana, ela definitivamente era um problema extremo e as coisas iriam ficar complicadas eu sentia isso mais eu estou disposto a encarrar essa briga custe o que custar e não será esse monstro que irá me fazer voltar atrás na minha decisão de ser feliz. E uma coisa é certa a minha decisão não mudaria com as atitudes de Morgana, imagina se todos os meus fãs resolvem fazer o mesmo que ela? Eu estaria frito:
_ É bom ter aproveitado suas férias com essa mosca morta, porque eu não vou deixar que fiquem juntos você é meu Michael só meu. – Soltou ela quando me viu passar. E os problemas estão de volta.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Seg Maio 02, 2016 12:09 am

Capitulo XXII A Volta Dos Mortos Vivos Morgana.






Saiamos o mais rápido possível do aeroporto sem dá maiores atenções aquela maluca, nós apressamos o passo com a multidão nos seguindo atrás, entramos no carro rapidamente achando que tudo estava tudo bem, achávamos. Quando nosso carro começou a sai algo foi arremessado contra o vidro retrovisor estilhaçando tudo e atingindo em cheio o rosto de Lilian, que sangrou enlouquecidamente me levado ao desespero:
_ Lilian meu amor – A segurando nos meus braços – Sua maluca – Voltei-me gritando em direção de Morgana – Se algo acontecer a Lilian vai se arrepender amargamente de ter virado minha fã.
_ Está me ameaçando Mike – Debochou ela.
_ Não me teste e encare como quiser, Jason toca pro hospital mais próximo – Ordenei com Lilian desacordada nos meus braços – Pisa fundo ela está perdendo muito sangue.
Assim meu motorista o fez, apesar da agonia que tomava conta de mim por conta de tudo que estava se passando por conta de Morgana, chegamos rápido ao hospital que por sorte era próximo ao aeroporto, assim que adentramos o saguão do pronto socorro logo fomos atendido pela equipe de plantão, tive que ficar fazendo a ficha dela na entrada enquanto eles a socorriam devido a profundidade do corte tiveram que fazer uma pequena cirurgia e uma transfusão de sangue.
Graças ao bom Deus não foi necessário que ficasse na UTI, apenas foi necessário dar pontos Lilian dormiu profundamente durante dois dias direto, enquanto ela descansava por assim dizer James e eu organizávamos nossa volta pra casa longe de todos inclusive de Morgana, a melhor opção que escolhemos foi voltarmos de helicóptero, iriamos com destino a Encino e seguiríamos direto a pra Los Angeles pra casa.  Assim que recebemos alta colocamos nosso plano em pratica utilizamos o heliporto do hospital. Chegamos cedo a casa da minha mãe onde fomos recebidos com muita alegria:
_ Que bom meu querido que vieram – Cumprimentou alegremente D. Kathe.
_ Desculpa mãezinha vir sem avisa, mas foi necessário tínhamos que fugir de uma cobra peçonhenta, olha o que ela fez com a Lilian? – Justifiquei mostrando o estrago feito pela Morgana.
¬_ Agora sim, vocês estão seguros aqui. E quem é essa jovem Michael? Não vai me apresentar como fez com as suas duas primeiras esposas? – Deu um puxão de orelha no filho desnaturado no caso eu.
_ Desculpe Mãe – disse ruborizado – Essa é Lilian minha noiva.
_ Prazer D. Kate.
_ Você é ainda mais linda pessoalmente meu amor – A beijando na testa.
_ Obrigado.
_ Vão ficar para o almoço?
_ Não mãe, estamos só de passagem mesmo uma outra hora a gente marca.
_ Michael não faça essa desfeita com sua velha mãe, vocês terão todo tempo do mundo pra ficarem juntos e eu só estou pedindo a hora o almoço com a minha futura nora – Fazendo cara de brava eu cedi.
_ Ok mãe a senhora venceu.
_ Otimo. Vou manda preparar dois quartos pra vocês ficarem antes de almoçarem.
_ Mãe a gente fica no mesmo quarto sem problema
_ Michael – Olhando seria – Aqui na minha casa não, não antes de casarem.
Uma das empregadas de minha mãe foi preparar os quartos para nós, não queria magoa-la saindo as pressas então almoçamos por lá, ate que foi uma tarde agradável com os meus anjinhos loucos pra saberem quando voltariam pra casa, garanti-lhes que seria o mais breve possível e que assim como eles estava morto de saudade deles. Enquanto eu corujavá minhas crias James teve tempo suficiente de organizar a casa para mim e Lilian, ao termino do almoço tiramos um cochilo merecido na casa de minha mãe, logo em acordamos rumamos de volta pra casa.
No caminho a calma mais doce do mundo, sem fãs ou paparazzi pra me enche a mente, meus fãs não me preocupavam no geral, mas uma em especifico, entramos nos limites da residência e tudo calmo de fazer medo, logo avistamos James com um sorriso enorme no rosto vindo em nossa direção:
_ Que bom que os pombinhos chegaram, como foi na sua mãe Mike?
_ Foi bem almoçamos lá e aproveitamos pra descansar da viagem, mas confesso que ainda estou morto de cansaço.
_ Se divertiu muito lá né safadenho – Cutucando com o cotovelo.
_ Que isso James minha mãe nos pôs de castigo, bom vou levar o meu anjo pra cama que apesar do susto não descansou o suficiente da viagem de volta.
_ Vai lá man qualquer coisa a gente se fala.
Subimos loucos por um banho mais do que depressa invadimos o banheiro mais próximo e relaxamos, tudo bem que fomos cada um para um lado, mas devido ao estresse que vivemos o que mais queríamos é relaxar por alguns minutos em baixo do chuveiro. Confesso que minha vontade era de estar com Lilian ali ao meu lado naquele banho e quem sabe a fazendo minha novamente, mas sabia que ela precisava se arrumar trocar aqueles curativos por novos. Não que eu tenha nojo de ferimentos, pelo contrario só não quero que ela pense que estou tentando me aproveitar do estado de fraqueza dela.
Ao terminar meu banho fui ate seu quarto ver se ela queria alguma coisa e qual foi a minha surpresa ao constatar que ela dormia como um anjo. Não sei porque não tive coragem de me aproximar dela então resolvi deixa-la dormir em paz, o dia tinha sido puxado embora bem calmo, me recolhi e na manha seguinte a esperei acordar com um lindo café na cama.
_ Bom dia minha linda, dormiu bem?
_ Bom dia meu amor. Dormi maravilhosamente bem.
_ Trouxe seu café da manhã.
_ Humm tem rabanada adoro rabanada.
_ Foi eu que fiz.
_ Olha o meu amorzinho sabe cozinhar, to louca pra provar.
_ É eu aprendi a cozinhar pelos meninos, queria passa um pouco do meu amor fazendo algo que eles gostassem, antes eu não sabia frita um ovo se quer.
_ Que papai dedicado. – Abocanhando uma rabanada
_ Obrigado, quando estou entediado cozinho pros meus filhos. Ajuda a esquecer os problemas.
_ Nossa está bom isso aqui. Você cozinha bem pra caramba não tinha conhecimento desse seu lado de cozinheiro
_ Que bom que gostou, não me considero um bom cozinheiro. Poucos pessoas sabem que eu cozinho, nem a minha mãe sabe.
_ Ah Michael para, você pode não ter o talento dos grandes chefes, mas pros de casa está de bom tamanho, além do mais quando você faz algo que gosta e é o por amor sempre fica gostoso. Só quero ver o que a D. Kathe souber desse seu lado dono de cozinha.
_ Não vai saber – Risos – Pelo menos não nessa vida. Bom eu só vim te dar um oi eu estou com a minha agenda meio apertada hoje, provavelmente só nos vemos a noite. – Dando um selinho – Fica a vontade a casa é sua. – Me levantando rápido.
_ Vai pra onde? Desculpa a pergunta indiscreta sei que não é da minha conta – baixando o olhar e comendo mais rabanada.
_ Ei moça não faz assim, você tem todo direito de saber, nós vamos nos casar e eu tenho que te dá satisfações sim - Tocando-lhe no queixo e fazendo me olhar - Até pra você não se preocupar comigo, não quero que nada entre nós venha de terceiros, nada entendeu bem?
_ entendi sim.
_ Ótimo e respondendo a sua pergunta, vou organiza uma nova tour hoje tem umas audições para escolha dos bailarinos te levaria comigo, mas o medico pedi pra você ficar de cama.
_ Ah – desanimada.
_ Ei prometo voltar o mais rápido possível ok? – Só não imaginava que seria tão rápido assim culpa de quem?


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Seg Maio 02, 2016 12:37 am

Capitulo XXIII E Os Problemas Recomeçaram.




Dei um beijo demorado em Lilian de despedida e a deixei termina seu dejejum em paz sabia que as coisas estavam entrando do eixo, pelo menos aparentemente, entrei no meu carro e segui para o hotel Bel air tinha um compromisso urgente me aguardando, seguimos tranquilamente ate o local meu horário estava apertado tínhamos que chegamos logo.  
Tudo aparentemente estava bem na vida, entrada tumultuada por conta da minha fama excessiva, mas nem cheguei a entrar na reunião quando o meu telefone toca:
_ Senhor Jackson a Morgana pulou o muro – Informou-me o meu segurança.
_ O que? Como assim? – Perguntei confuso.
_ Vimos pelo monitor de segurança da casa senhor, umas das câmeras do muro a flagrou, ela seguiu para a casa.
_ Liga pra policia e sigam para a casa a Lilian está sozinha lá dentro. – praticamente gritei com ele – Estou indo pra ai agora, desce James a Morgana entrou na casa – Falei de dentro do elevador.
_ Que droga!!! – Berrou James socando o botão do térreo.
Enquanto eu disparava pra casa por um bom motivo Morgana encontrava com Lilian...


Por Morgana

Pular o muro daquela casa foi fácil, finalmente eu daria uma surra naquela vaca que roubou o que por direito é meu, só meu. Michael vai me amar custe o que custar, ah se vai ou ninguém fica com ele isso eu garanto. Segui calmamente para casa que é minha iria finalmente extirpar aquela pedra no meu caminho, admirei cada parte daquela casa linda e foi direto para o quarto do meu amor onde saberia que aquela lambisgoia estava, subi lentamente os degraus ate chegar ao segundo andar.
_ O que você está fazendo aqui? – Exclamou ela surpresa ao me ver – Não está satisfeita com o que me fez?
_ Só vou me dar por satisfeita quando você larga o meu homem – gritei pra ela.
_ Porque é tão difícil entender que ele não te quer.
_ Vai querer assim que eu me livrar de você. – Voei pra cima dela aquela vagabunda iria largar o meu homem custasse o que custasse. – Você não merece ele.
_ Você que não merece sua desequilibrada, louca ele me ama não a você.
_ Ele vai me amar sim basta você sair do meu caminho – batendo com violência....


Por Lilian

Não sei de onde aquela louca apareceu, mas eu nunca apanhei tanto como hoje por mais que eu tente me desvencilhar dela mais ela me agride, sinto que posso morrer aqui se não conseguir fugir dela, mas como? Enquanto eu me protegia dos socos daquela maluca ouvi a porta sendo posta abaixo, eram os seguranças do Mike que chegaram a tempo:
_ Me ajudem aqui.- Gritei.
_ Me larguem seus trogloditas.
_ Sinto muito senhorita, mas a única troglodita que estou vendo aqui é você.
Não demorou muito para que Michael chegasse e junto com ele vários carros da policia, ela se debatia muito pra não ser levada algemada. Mas ela foi para o meu alivio e o de Michael:
_ Lilian você está bem? – Me abraçando.
_ Agora estou, agora estou - Falava repetida vezes aos prantos.
_ Você esta segura agora. – Disse-me me aconchegando em seu ombro enquanto assistíamos aquela louca ser levada pela policia. – James pegue as roupas dela, minha e das crianças e leve sem ser percebido para o hotel Bel Air, não confio mais nessa casa. Saímos rápido para o local da reunião e nosso novo lar.
_ O povo da AEG não vai gosta nada de saber que você saiu daqui.
_ Não vão saber. Alias ninguém vai pra todos os efeitos ainda estamos aqui, eles estão responsáveis pelo aluguel da casa, eles quem se resolvam com o proprietário.
_ E quanto a reunião?
_ Explique o que aconteceu e remarque para a tarde, não vou me atrasar já que estarei hospedado no hotel mesmo.
_ Pode deixar já estou cuidando disso.
_ Mike eu não me sinto segura aqui quero voltar pra cá.
_ Não meu amor eu não vou deixar, vou te proteger de tudo e todos.
_ Ela queria me matar pra ficar com você.
_ Nunca que eu vou fica com ela, prefiro morrer do que ficar com aquela louca. Minha vida é você Lilian unicamente você não vou desistir só por causa dela.
_ Tenho medo Michael.
_ De que? Estou com você aqui.
_ Ate quando?
_ Pra sempre meu amor – Selinho. – vamos fazer o seguinte vamos viajar só eu e você antes da turnê começar, ainda nós podemos passar um tempo juntos que tal?
_ Ok vamos sim.
_ Me espere aqui vou pra reunião e já volto ok? Ai combinamos tudo pra ficarmos longe desse inferno.
Passei o resto da tarde na reunião que se tornou um verdadeiro inferno, já que o numero de shows que haviam contratado aumento misteriosamente, os ânimos ficaram bem exaltados por parte do meu pai, empresário e advogados, mas nada me deixava me concentrar na reunião meu corpo estava presente, só que minha mente estava na confusão mais cedo.
_ Michael como é que você me chega a essa hora? E ainda adia a reunião?
_ Desculpem-me. Tive um problema pessoal de ultima hora.
_ E sua carreira não é importante?
_ Minha carreira é importante sim meu senhor, mas quando a vida de um membro da minha família está em perigo o meu trabalho fica em segundo plano goste o senhor ou não, estou aqui não estou? Vamos a essa maldita reunião logo de uma vez.
Senti-me em uma das poltronas da sala e deixei que tudo acontecesse, nada mais me importava e o me fiel amigo Rowe notou minha falta de interesse. Mal sabiam ele o que eu estava planejando pra tudo aquilo, ao final do dia James trouxe minhas crias e as nossas coisas pra casa. Tudo que eu precisava era de descanso e dar atenção a minha linda.
_ Está tudo aqui Mike.
_ Obrigado James você salva minha vida as vezes.
_ Não é pra tanto. E como foi a reunião.
_ Um inferno, mas da pra levar a situação, só me preocupo com a Lilian. Ela esta com medo.
_ Com uma maluca daquela no pé de vocês não é pra menos.
_ Me faz um máster favor?
_ Manda!!
_ Veja com uma das minhas amigas aqui – Entregando uma agenda – Se ela pode me empresta uma casa de praia por alguns dias. Veja a disponibilidade e peça pra mim ok?
_ Ok, deixa comigo......


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Mimijak em Seg Maio 02, 2016 1:40 am

Capitulo XXIVA Viagem Dos Pombinhos.






Apesar de James ser atrapalhado ele era bem eficiente, não tardou muito pra ele voltar com novidades:
_ Consegui uma ilha deserta pra vocês – Dizia James com um sorriso largo no rosto.
_ Que bom e foi com quem? - Indaguei curioso.
_ Com a Liz com quem mais seria?
_ Com a Liz? – Surpresa.
_ Sim, ela ao saber que era pra você e pra que era se ofereceu logo pra ajudar.
_ O que seria de mim sem a Liz? – Pensei em voz alta.
_ Ela já esta preparando tudo pra vocês dois, em breve ela me da o retorno de quando tudo estará liberado pra vocês irem, quando eu falei que a Morgana estava enchendo o saco ela na hora ela correu pra te auxiliar.
Não demorei muito pra correr avisar a minha amada que iriamos viajar em breve, tínhamos que manter em absoluto segredo de tudo e de todos, assim que Liz nos liberou fomos de helicóptero particular pra ilha que ficava na América central nas Bahamas. Não sei como minha amiga conseguiu aquela ilha, mas era isolada de tudo e de todos, comunicação via a radio básica ou celular via satélite, porem nada disso iria atrapalhar minha diversão com Lilian.
Após algumas horas de voo chegamos a ilha, era um local lindo com uma casa bem feita muito confortável com tudo que era necessário para nós:
_ Nossa! Michael que lugar lindo!!! - Exclamou ela admirada.
_ Realmente é lindo aqui. - Respondi – Obrigado Jones, nos pegue em duas semanas ok?
_ Sim senhor Jackson, tenha uma boa estadia.
_ Obrigado.
Após a partida do piloto nos vemos sozinhos naquele paraíso sobre a terra, como não tínhamos empregados Lilian e eu tivemos que levar nossa bagagem para dentro da enorme casa com uma bela vista frontal para o mar e uma vista maravilhosa para a praia. Aquele mar azul a nossa frente nos deixava fascinados. Contemplei-a por um tempo ao longe enquanto ela se perdia naquela paisagem, calmamente me aproximei dela e a abracei por trás beijando carinhosamente o seu pescoço:
_ O que o meu anjo está pensando?
_ Em como vamos resolver aquele probleminha.
_ Esqueça aquela louca, concentre-se em nós aqui e agora.
_ Vai ser difícil.
_ Posso te dar uma boa razão pra você esquece-la. – Beijando-a no pescoço arrancando gemidos dela.
_ Isso é maldade Michael
_ Depende do ponto de vista. - Acarinhando o seu rosto com as costas dos dedos – se importa em ficar um pouco sozinha?
_ Não, vai pra onde?
_ Vou dar um volta na ilha quero te fazer uma surpresinha mais tarde só não sei se será possível.
_ Mas surpresas Michael? O que você ando pensando em fazer? Pode me dizer? - Agora era ela que me assaltava o pescoço abrindo habilmente a minha blusa.
_ Assim é maldade, mas não vou contar se não deixa de ser surpresa.
_ Ahh assim é sacanagem.
_ Já venho, prometo que volto em uma hora está bom?
_ Tá bom.
_ Não faça essa carinha triste que eu fico triste também.
_ Vou fica com saudade.
_ Eu também. Fica a vontade se quiser nadar é só descer ok? Vou levar o radio qualquer coisa você me chama.
_ Pode deixar.
Me despedi dela com um pouco que angustia no coração, eu sabia que estávamos sozinhos na ilha, só que aquele atentado em forma e mulher não me deixava em paz, como um fantasma que nos assombrava. Tentando esquecer dos problemas caminhei pela beira mar pisando naquela areia fofa que de tão branca parecia flocos de açúcar caídos no chão, estava munido de protetor solar pra amenizar o estrago do sol em minha pele e uma garrafa de agua mineral. Não demorou muito pra mim encontrar o lugar perfeito com uma bela vista pro mar, muito mais bela que a vista da casa, comecei a estudar o local, de onde eu estava dava pra ver perfeitamente a casa a olho nu, bom pra mim não demoraria a voltar e em caso de emergência chegaria rápido ate ela.
Adentrei-me na mata ciliar que circundava a praia e comecei a estudar as arvores que haviam ali. Pela facilidade optei pelo bambu, sem contar que tinha em abundancia por na região, cortei os maiores que tinha e os amontoei próximo a mim ao termino iria leva-los ate a praia e dar inicio ao meu plano perfeito. Ao todo precisei de vinte varas de três metros de altura cada, as quais eu amarrei com uma fibra vegetal que encontrei, formando assim uma parede, as quatro que sobro cavei uma buraco fundo e as pus dentro tratando de fixa-las bens e usei pra prende-las formando uma quadrado largo e amplo, com umas palhas de coqueiro que encontrei trancei-as e utilizei para cobrir essa estrutura simples. Procurei tampar todo os buracos que aparecessem o que por sorte também protegeu da chuva preenchi com as mesmas folhas dois dos lados da estrutura justos que o que mais ventava pra não fazer tanto frio assim a noite e o resultado final foi uma cabana rustica a beira mar, não era bem um palácio de Versalhes ou aos quartos chiques ao qual estava acostumado, mas para um luau a dois servia bem ao seu proposito.
Pequei algumas almofadas e toalhas e as forrei no chão deixando o ambiente simples, porem agradável, pesquei alguns peixes pra matar nossa fome a noite, tratei e os temperei, confesso que nunca fui de cozinhar ou de carpintaria mas o que a gente não é capaz de fazer quando se esta apaixonado? Não me esqueci de onde iriamos assar aqueles peixes, cavei um buraco na areia próximo  cabana e improvisei uma fogueira com alguns galhos seco que encontrei, enquanto pegava lenha pra fogueira não pude deixar de me perder com a visão de um anjo se banhando a minha frente naquelas aguas azuis.
Minha mente viajou naquelas formas que se apresentavam diante de mim, confesso sem receio de parecer pervertido ou algo do gênero que meu corpo se acendeu como um vulcão em erupção ao contemplar Lilian sem a parte superior de seu biquíni, fiquei fascinado com tamanha beleza, vocês devem estar se perguntando mas vocês já dormiram juntos na casa no BBB, sim verdade só que eu não pude comtemplar o corpo dela devido a escuridão do quarto. Agora ela estava ali linda e sem barreiras pra mim. Procurei guardar na mente cada milímetro daquele corpo como se fosse uma tatuagem, mas tive que me recompor logo não demoraria muito pra tela em meus braços e poder degustar dos prazeres que ela uma vez havia me proporcionado na casa, mas agora sem plateia. Sem ser visto por ela em nenhum momento graças a Deus sai de volta ao meu afazer a noite estava próxima.
Terminei de organizar o que faltava na minha cabana improvisada e me dirigi de volta a casa, Lilian ainda não tinha voltado do seu banho de mar então resolvi me deitar em um sofá e esperar, acabei por pegar no sono sem sentir. Despertei mais ou menos umas cinco horas depois com a minha linda adormecida e abraçada a mim. Confesso que tive pena de desperta-la, mas era preciso afinal nossa noite estava apenas começando:
_ Amor!!
_ Hã?
_ Acorda já anoiteceu.
_ Que horas são?
_ Eu não sei peguei no sono esperando por você.
_ Eu notei, fiquei com pena de te acorda e acabei dormindo abraçada a você.
_ Bom o papo está ótimo aqui, mas eu tenho uma surpresa pra você lá fora.
_ Surpresa? Pra mim?
_ Sim.
_ Cadê? Onde?
_ Calma ai mocinha, deixa eu toma um banho primeiro e eu te mostro ok? – Disse me levantando e ela também – Me espera aqui. – Dando-lhe um selinho rápido.
Mal sabia ela que a nossa noite estava apenas começando e prometia muito. Tomei uma ducha rápida pra tirar o excesso de areia que estava em partes que não devo comentar nesse texto, pus uma sunga de banho que havia trazido comigo e havia deixado no guardada em uma necesser no banheiro e segui para encontrar com a minha linda, que havia também tomado um banho rápido e usando seu biquíni, ofereci a minha mão a ela e então propus:
_ Que tal uma volta mademoiselle?
_ Oui messié. – Me acompanhando.
Seguimos para o local onde havia me dedicado boa parte do meu dia, ela estava entusiasmada com o meu presente que ela nem imaginava o que seria, quando descemos o degrau da escada eu a segurei pela mão interrompendo sua passada:
_ Você confia em mim?
_ Confio
_ Poe isso pra mim? – Entregando-lhe uma venda
_ Pra que isso?
_ Faz parte da surpresa
_ O que você está aprontando Michael? – responde um sorriso de canto de boca o que foi o suficiente pra ela usar, guiando a passos firmes e cuidadosos a levei para o meu novo empreendimento. Ao chegarmos tirei sua venda e não pude conter minha cara de satisfação ao vela contemplar nosso ninho de amor recém construído.

_ Nossa!!! Michael que lindo.
_ Gostou?
_ Amei Michael.
_ Fico feliz que tenha gostado
_ Você que decorou?
_ Na verdade, eu que construí hoje de tarde – A beijando no pescoço.
_ Morceguinho andou ocupado – Soltando um gemido abafado.
_ Quero me ocupar mais agora – Abraçado a ela fui andando ate as almofadas que estavam no chão, não deixava um só minuto de beijava....








George Michael - I want your sex




Há as coisas que você tem e as coisas que você sabe
Há meninos que você pode confiar e meninas que você não
Há umas coisas pequenas que você esconde
E coisas pequenas que você mostra
Às vezes você pensa que tem isso, mas você não
E está é apenas a maneira que vai



Havia deixando a fogueira acessa a fim de jantarmos antes de qualquer coisa, mais o fogo do meu desejo por ela e a fome que a saudade me dava, me tiraram do foco romântico da noite.



Eu juro que não irei zombar de você, não irei te dizer nenhuma mentira.
Eu não preciso de Biblía, apenas olhe nos meus olhos.
Eu tenho esperado a muito tempo, querida, agora nós somos amigos
Cada homem tem seu limite de paciência, e aqui é onde a minha termina.


Levemente me deitei sobre ela e comecei a despi-la de seu minúsculo biquíni, que mostrava mais do que escondia, mergulhei fundo em seu colo deslizando meus lábios suavemente por toda aquela superfície delicada e levemente rosada.


Eu quero seu sexo, eu quero seu amor
Eu quero seu sexo, eu quero seu... sexo


Senti seu corpo estremece ao meu toque, porem fui prontamente correspondido por ela que cravava as unhas em minhas costas, seus lábios fazia o caminho em direção ao ponto mais sensível do meu corpo, antes que eu me desse conta ela estava por cima de mim segurando com os dentes a minha sunga, me sentia rendido a ela, meu corpo não obedecia mais a mim e mesmo que obedecesse eu não queria sair dali.


São brincadeiras na minha mente, são danças na minha alma.
É tempo de falar mais, então, por que você não me deixou apenas ir?
Eu gostaria realmente de tentar, oh, eu gostaria realmente de saber.
Quando você diz que está trazendo isso de volta
Então eu digo o quanto eu te amo, mas você diz não.



Ela desceu ainda mais tirando a única coisa que me separava da nudez total, não tinha como esconder o tamanho do meu desejo por ela que realmente era muito evidente, tive um certo rubor ao notar seu espanto e admiração pelo tamanho que se apresentava perante seus olhos, qual foi a minha surpresa quando ela fez menção de literalmente me provar.



Eu juro que não irei zombar de você, não irei te dizer nenhuma mentira,
Eu não preciso de Biblía, apenas olhe nos meus olhos,
Eu tenho esperado a muito tempo, querida, lá fora no frio
Eu não posso ter mais garotas, estou perdendo o controle,


O toque delicado e suave de seus lábios me deixavam maluco, tentava me segura em algo, mas não havia como, não queria que ela parasse porem era preciso antes que meu ápice chegasse, com muita dificuldade consegui mudar de lugar com ela agora era a minha vez, tirei a ultima peça de seu biquíni e retribui-lhe o carinho provando de seu mais puro necta de desejo. Seus lábios imploravam por mais.


É natural, É químico (Vamos fazer isso!)
É lógico, Habitual, (Podemos fazer isso?)
É sensual, Mas, sobretudo o sexo é algo que nós devemos fazer,
Sexo é algo para mim e para você



Não resisti ao seu pedido tão tentador:
_ Possua-me Michael, me ame como se não houvesse amanhã.
Prontamente e mais uma vez a fiz minha mulher naquele lugar, meu corpo se movimentava involuntariamente sob ela, o que a fazia gemer e arranhar nas costas, deixei que meus instintos mais primitivos tomassem conta de mim e a pus de costas pra mim, assim tive ainda mais acesso a seu pescoço e orelha pude assim deslizar meus lábios e língua por toda a extensão, minhas mãos exploravam os fartos seios e partes mais sensíveis dela a minha dança frenética arrancava gemidos altos e intenso não só delas mas de mim também.  



Sexo é natural, sexo é bom nem todos fazem, mas todos deveriam
Sexo é natural, sexo é divertido, sexo é melhor quando é (um em um),(um em um)



A segurei pela cintura para continuar minhas investidas e qual foi a minhas surpresa quando a vi se apoiar no chão não tive duvidas aumentei ainda mais minhas investidas enquanto delirávamos de prazer naquela cabana de praia improvisada. Segurei carinhosamente pelos cabelos enquanto juntos contemplávamos o nosso ponto mais alto de prazer, com nossos corpos explodindo em estase total.


(Huaah) (Sexo), Eu não sou seu pai
(Huaah) (Sexo)Eu não sou seu irmão
(Huuah) (Sexo)Diga para sua irmã
(Huuah) (Sexo) Eu sou um amante



Apesar de cansado, ainda tive forças pra oferecer-lhe mais um pouco de prazer o que não foi rejeitado por ela, deitado de costas apoiadas nas almofadas deixei que ela conduzisse da maneira que mais lhe convir-lhe, mas lhe agradasse estávamos loucos de saudade e desejo e puder ali é uma cosia que não nos preocupávamos.


Qual a sua definição de porcaria, querida?
O que você considera pornografia?
Você não sabe que eu te amo tanto que até machuca, querida?
Você não acha que está na hora de fazer sexo comigo?
Qual a sua definição de porcaria, querida?
O que você considera pornografia?


Você não sabe que eu te amo tanto que até machuca, querida?
Você não acha que está na hora de fazer sexo comigo?

Nunca vi ela dançar sobre mim com tanta maestria, nossos corpos fundidos em um único ser movimentavam em movimentos perfeitos, não contive meu gemido ao vela acelerar seu ritmo, nosso amor se consumava ainda mais uma vez de forma tal intensa que não consegui me conter e em um movimento rápido consegui me abraçar a ela no exato momento que nossos corpos explodiam de prazer.


Sexo comigo Sexo comigo
Mmmm, tenha sexo comigo
V-V-V-V-amos!


Exaustos não tínhamos mais forças pra nada, permanecemos deitados e abraçados como viemos ao mundo contemplando um ao outros aos poucos o sono acabou nos vencendo e adormecemos ali e quanto ao peixe? Tá no gelo comemos depois.....


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um Amor De Big Brother

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum