Traduza esta Página
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documentales Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
King Of Pop

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
»  Um Amor de Padrinho
Sex Set 02, 2016 10:55 pm por Mimijak

» Michael Jackson In Memoriam. Remembrances (Ingles)
Sab Jul 09, 2016 4:09 am por Mimijak

» Todos os Livros Sobre Michael
Seg Jun 13, 2016 1:29 am por Mimijak

» Simplesmente MICHAEL
Seg Jun 13, 2016 1:16 am por Mimijak

» Michael Jackson = A Visual Documentary 1958-2009
Seg Jun 13, 2016 1:08 am por Mimijak

» LoveIsHIsMessage
Qui Maio 26, 2016 7:41 pm por Mimijak

» Curso de Ingles Online: Qual Escolho?
Ter Maio 17, 2016 1:17 am por Mimijak

» Mini-fic - Favores
Dom Maio 15, 2016 1:07 am por Mimijak

» Insana Obsessão
Qui Maio 12, 2016 2:13 am por Mimijak

Meu MSN
Meu MSN – Venha conhcer - Click Aqui e vá  para o Meu Perfil
Michael Is Invincible - diHITT– Mimijak Invincible
 Michael Is Invincible – Mimijak Invincible - Click Aqui e vá  para o Blogger
Dangerous
DANGEROUS MJ- Click Aqui e vá  para o Fórum Dangerous

You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 12:36 am

You Are Not Alone – Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana





sinopse:


Última edição por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 3:41 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 12:39 am

Capitulo IA Historia de Deise.



Tudo começo em 93, Deise era uma jovem de 17 anos que conhece a Carlos, como todo primeiro amor de adolescência, ela vive com ele uma forte paixão a principio, sempre trocando juras de amor eterno um para o outro, sempre se mostrando um bom rapaz responsável e bem intencionado não levou mais que seis meses para eles começarem a viver juntos, com o consentimento dos pais da moça, Deise vai morar com Carlos em uma casa simples na periferia da cidade, no primeiro ano de união tudo parecia que seria um conto de fadas, as mil maravilhas, mas só parecia, após o termino de um ano o marido amável e sempre presente deu lugar a um homem problema.
Carlos só é um marido exemplar que parecera quando estava sóbrio, pois alcoolizado ele era outro. Sob o efeito do álcool ele batia em Deise, a enchendo de soco, pontapés, a arrastando pelos cabelos se dó pela casa, sem se importa se a estava machucando ou não no trajeto para o quarto, onde lá ele a violentava literalmente por horas a fio e continuando sua sessão espancamento, após fazer o que queria com ela ele a largava como se fosse um trapo velho jogado no chão, suja, machucada e ensangüentada, mal tendo forças pra fica de pé, muita vezes ela mesma tinha que se arrasta pra fora do quarto e procura ajuda.
Deise sempre tinha uma desculpa pronta pra dá no hospital pra justificar os machucados, claro que pra um profissional de saúde treinado não as desculpas não colavam, ela sempre contava para a mãe que sempre a incentivava a continuar com Carlos, mesmo ela quase morresse com as agressões dele, muitos da família mal se importava com o que acontecia com Deise. Ate mesmo sua mãe:
_ Minha filha, é só uma fase ruim que ele está passando – Tenta consola a mãe – Você não pode deixá-lo por uma bobagem desse, quando tudo isso passa você verá que ele vai melhora.
E assim toda machucada tano no corpo quanto na alma Deise voltava pra casa e tudo tornava a acontecer cada vez pior, foram 2 anos nessa rotina, ate ela se viu grávida dele, pra seu alivio aparentemente, na ilusão de que tudo iria se amenizar com a gravidez, que ele iria poupá-la nessa ela seguiu em frente, mas foi pura ilusão. Carlos se revoltou ainda mais com ela e passou a ameaçá-la de morte por conta dessa fase. Ela dormia com medo todas as noites, pois não sabia se acordaria viva no dia seguinte, já que ele obrigava-a a dormi no mesmo quarto que ele, os meses iam se passando sua barriga crescia e com a ela a fruía de Carlos, que por muito pouco não a matou asfixiada.
Sua filha nasce e também sofre com as agressões, a menina cresce com medo horrendo do pai, Aura o nome dela, Deise já esta com 23 anos e sua filha com 6, em um momento de fúria do marido ela joga Deise em cima de uma mesa de centro de Vidro que se estilhaça com o peso dela, que permanece desacordada com os inúmeros ferimentos já causados por ele antes do empurrão. Após abandonar a mulher a própria sorte, a menina vai pra fora da casa e consegue ajuda dos vizinhos, que ao ver o estado a moça correm pra chamar a ambulância, que não demora muito pra chega, a removem para o hospital onde recebe os primeiros socorros. Aura não larga a mãe por nada.
O que Deise não sabia é que naquele dia de sua chegada no hospital, naquele estado lastimável em que se encontrava, ela encontraria um anjo salvador que a ajudaria a se livrar de todo aquele sofrimento de sua vida....





Última edição por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 3:42 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 12:54 am

Capitulo IIUm Anjo Chamado Michael Jackson.




A menina fica do lado de fora amparada por uma enfermeira aos prantos, pois sabia que se a mãe morresse estaria a mercê do pai, nesse mesmo dia Michael estava visitando uma ala de crianças queimadas do hospital geral, passara boa parte da manhã ali, na saída ele vê a maca com Deise chegando e o estado em que ela se encontrava, ele não entendia do porque ter sobrado uma boneca no saco de presentes que ele trazia consigo, mas logo entendeu ao ver uma enfermeira levar a pequena Aura para uma salinha reservada aos prantos, a dona daquela boneca havia acabado de chegar. Então ele tenta se informar:
_ Enfermeira o que aconteceu com aquela mulher lá dentro? – Pergunta ele assustado.
_ Violência familiar. – Rebate a enfermeira – Aquela mulher entra e sai daqui a anos. – Revela ela.
_ Quero a minha mãe – Pede aura apontando pra sala de emergência no colo da enfermeira.
_ Essa moça bonita é filha dela? – Pergunta acarinhado a menina nos cabelos.
_ Sim o nome dela é Aura.
_ Oi Aura, bonito nome você tem foi sua mãe que escolheu? – Fala ele com a menina que se esconde o rosto na enfermeira – Não chora sua mãe vai fica bem tá? – Conforta ele a garotinha - Quer um presente quer?
A menina o olha de canto de olho, soluçando de tanto chora, fazendo um sinal de afirmação com a cabeça, Michael então vai até o saco e tira uma linda bonequinha e a entrega a sua nova amiguinha.
_ Pronto moça linda essa boneca é pra você – Entregando o presente a Aura – Me da um sorrisão bem grande? – Pede com a mão no queixo da garota que prontamente o atende.
_ Enfermeira eu posso fala com você um instante?
_ Sim senhor, um momento. – A enfermeira desce Aura e pede que espere enquanto ela conversa com o rapaz a minha acena com a cabeça e se Poe a brinca com a nova amiguinha.
Uma longa conversa se inicia, Michael explica que quer ajudar as duas e não faz ideia para como, a enfermeira explica o caso e então ele decide que não há como elas continuarem com esse homem tão cruel. Michael pede pra que ela o ligue assim que Deise melhorasse, entrega um numero de telefone pra contato, uma assistente social chega pra levar Aura uma instituição e Michael não deixa, a convencendo a deixar a menina ir com ele, ficando assim responsável por Aura enquanto a mãe se recupera somente nesse período, Carlos não dera as caras no hospital e não se tinha noticia dele. Michael assinou alguns papeis exigidos pela assistente social e levou Aura para casa, lá ele mandou que banhassem e alimentassem a menina, pois ele teria que sai e comprar umas roupas pra ela vestir.
Era começo de 93 as acusações contra ele ainda não haviam sido feitas, e nem se cogitava nada sobre, estando de férias da tour Dangerous ele podia descansar um pouco, mas nessa suas férias conheceu Deise e Aura, como Michael não agüenta ver uma crianças sofrer ele se viu na obrigação de ajudá-las. Os dias foram se passando e nada do pai de Aura aparecer ou procurar saber da mulher, o que era um bom sinal, pois elas estavam seguras, todo os dias ele levava Aura pra visitar a mãe e absolutamente tudo que Deise precisava Michael providenciava, os dias foram se passando e nada da mãe de Aura acorda, até que um dia...



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 4:42 pm

Capitulo  III - Conhecendo Um Anjo


O telefone da casa de Michael toca, era do hospital, Deise havia acordado e queria ver a filha, assim ele o fez, arrumou Aura e a levou para o hospital ver a mãe, Michael tentou ser o mais discreto possível ao chegar, eles entraram direto pelos fundos do prédio pra evitar tumulto, seguiram direto pro segundo andar onde estava localizada a UTI. No trajeto encontraram a mesma enfermeira que Michael conhecera no primeiro dia, que logo reconhece Aura e os levam pra ver a mãe da menina.
A enfermeira conduziu a menina pro leito da mãe e Michael ficou do lado de fora a espera da garota, já que ele não podia entra, sentou em uma cadeira e esperou a visita acabar:
_ Mamãe, mamãe – Gritava Aura correndo em direção a Deise – A senhora acordo.
_ Oi meu anjo, você ta bonita
_ O tio ta cuidando de mim na casa dele.
_ Que tio Aura? Quem tá cuidado de você? – Pergunta Deise sem entender nada.
_ Ela está morando com o Michael Jackson – Diz a enfermeira – Ele a viu no dia que chegou e se dispôs a cuidar dela enquanto você se recupera.
_ Você tá brincando né? O que ele viu em mim?
_ Não sei, mas ele está lá fora esperando a Aura.
_ Manda ele entra, eu quero ver ele – Pede Deise deixando escorrer uma lagrima no canto do olho.
A enfermeira prontamente atende ao pedido da paciente, ela se dirige ate a porta da UTI onde Michael pacientemente espera do lado de fora:
_ Senhor Jackson? – Aborda a enfermeira
_ Sim, pois não.
_ A paciente quer falar com o senhor.
_ Own Sim claro.
_ Me acompanhe, por favor. – Pede gentilmente a moça.
Michael a segue até o interior do recinto, a moça indica o leito que Deise se encontra e ele segue pra lá, ao se aproxima do leito ele observa uma linda cena entre mãe e filha, Deise mesmo deitada consegue acarinha sua filha, enquanto Aura fica sentada em cima da cama alisando os cabelos da mãe, ele apenas observa as duas ao longe sem se fazer perceber, até que Aura olha pra porta e o vê olhando pra duas com um lindo sorriso no rosto:
_ Tio Michael – diz a menina – Olha mamãe é o tio Michael. – Apontando pra porta.
Deise tenta se levantar pra olhá-lo melhor, mas Michael não deixa se aproximando rápido do leito e impedido a intenção de Deise:
_ Fique deitada, não se mova, por favor - pede gentilmente.
_ Obrigada senhor Jackson pela ajuda que esta me dando – Diz Deise voltando a se deitar.
_ Não precisa agradecer, eu faço porque gosto de ajudar as pessoas.
_ Não sei se mereço ser ajudada senhor Jackson. – Fala triste desviando o olhar dele – Fiz escolhas errada e agora tenho que pagar por isso.
_ Escolhas erradas dão para ser consertadas, basta querer consertá-las.
A enfermeira avisa o fim da visita e eles tem que sair,mas antes ele avisa:
_ Estou disposto a te ajuda Deise, basta você me deixa ajudá-la – Diz docemente – Não faça por mim ou por você se acha que não merece, faça por sua filha, ela ainda é pequena e precisa muito da mãe ainda.
Após dizer essas palavras ele pega Aura no colo e diz:
_ Vamos toma sorvete? – sorrindo pra duas – Amanha a gente volta, dá tchau pra mamãe.
_ Tchau mamãe – diz a menina.
_ Pense com carinho Deise sua filha merece seu amor. – Olha gentilmente pra ela – Ate amanhã – Se despede.
Michael se retira e Deise fica pensativa, será que ela merecia tanto? Porque esse homem queria ajudar ela sem a conhecer, ele nunca a viu antes? Essas perguntas só o tempo poderia responder...


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 4:49 pm

Capitulo IV - Resolvendo as Coisas


Enquanto Michael caminha em direção a porta dos fundos, ele encontrou com a assistente social do hospital que estava por dentro do caso de Deise, lhe pedindo uns minutos da atenção da mulher pra conversar, que prontamente atente:
_ Aura espere aqui enquanto eu converso com a moça esta bem? – Fala Michael acarinhando o rosto da menina – Ai a gente vai toma sorvete.
_Está bem – Diz aura sentando em uma cadeira próximo a porta da sala.
Michael entra na sala e fecha a porta e então começa um papo complicado com a assistente, ela conta que desde os 18 anos Deise sofre com as agressões do marido, marido esse que desde que ela deu entrada no hospital não dera noticias e nem se conseguia localizar, a família de Deise pouco se importava com ela, tanto que na ajudava em nada, fazendo com a jovem mãe perdesse a esperança de que encontraria alguém para lhe ajudar a sair daquela situação, Michael ouvia tudo atentamente e ficava imaginando o que leva uma família ignorar o sofrimento de outro com tal crueldade e descaso.
Michael passou mais algum tempo com a assistente e combinaram que tanto ela quanto ele iriam ajudar Deise, mesmo ela querendo ou não pelo bem de Aura. Já se passaram dois meses desde que Deise deu entrada no hospital, Michael e Aura eram visitas constante no hospital, era visível no rosto da menina a felicidade por mora com ele, em Neverland ela tinha tudo que toda criança necessita, brinquedo, boas roupas, uma cama macia, diversão animais pra brincar e um parque a disposição de Aura a hora que ela quisesse, sem esquecer o mais importante o amor de pai que Michael tinha por Aura, amor esse que Carlos nunca lhe deu e que a menina só veio conhecer nos braços do seu pai adotivo.
Mas o dia de Deise ir embora pra casa finalmente chegou, mas como ela ainda estava em fase de recuperação, Michael achou por bem de levá-la pra Neverland por uns dias até ela conseguir ter forças suficientes pra poder continuar sua vida e se livrar do marido:
_ Bem vinda a Neverland Deise – Disse Michael ao chegar no rancho – Enquanto tiver aqui essa é sua casa. Fique a vontade você e Aura
Os olhos de Deise brilharam com a beleza do lugar, ela nunca havia visto um lugar tão lindo quanto aquele, Michael a conduziu pra casa grande indicando um dos quartos pra acomodar a doente ilustre, que havia sido preparado com antecedência por ordem dele, o quarto de mãe e filha ficava próximo ao dele qualquer coisa era necessário apenas bater na porta.
Após acomodar sua convidada ele se retirou deixando-a repousar um pouco, as 17horas um empregado a mando de Michael levou um lanche pras duas comerem, enquanto Deise se recuperava Michael via com um advogado uma forma de ajudá-la por meio legais, os dias foram se passando e ela melhorando e uma decisão deixou Michael preocupado, temendo pela vida das duas, Deise iria volta pra casa:
_ Está certa disso mesmo Deise? – Pergunta Michael olhando fixo pra ela – Não quer se separa e seguir uma nova vida?
_ Michael eu preciso volta, não quero ser um estorvo pra você, sei que é ocupado e logo voltará a fazer shows e nós? – Argumenta Deise.
_ Não é nenhum estorvo Deise – justifica – sei que sou ocupado, mas não vou abandoná-la na sua situação, quem dita as minhas férias da tour sou eu, e tenho tempo de sobra pra te ajuda.
_ Obrigado por sua gentileza, mas eu preciso voltar mesmo.
_ Não vou forçá-la a mudar de idéia, mas se precisa de mim estarei aqui pra te ajudar, é só pedir – diz-lhe dando um abraço apertado na nova amiga.
_ Obrigado Senhor Jackson.
_ Me chame apenas de Michael ou Mike – Sorridente entregando um papel – fique com o numero do meu telefone pessoal ligue se precisar de algo por menor que seja não pense duas vezes em me ligar.
Michael pede a um dos seguranças Will para levar Deise até a casa dela, sem Deise saber ele pede que fique de olho nas duas e se o marido dela voltar a agredi-la, não pense duas vezes em intervir, pois no menor descuido ou indecisão dele ela pode morrer, assim ele o faz e leva mais dois amigos de trabalho junto, eles deixam elas em casas e sem Deise perceber ficam a distancia observando como seria a sua volta pra casa e se precisaria de ajuda...



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 4:52 pm

Capitulo VUma Nova Chance Que Não Deu Certo.




Deise entra em casa, está tudo bagunçado como ela havia deixado naquele dia horrível, a mesa de centro estilhaçada continuava lá ainda com as manchas de sangue, nenhum sinal aparente de Carlos, Deise então começa a desfazer aquele cenário da casa, retira todos os cacos de vidro do chão, madeira, limpa tudo deixa perfeitamente arrumado, ela se dirige a cozinha e começa a preparar algo pra comerem, Aura está brincando no quarto com a amiguinha que o Michael lhe deu.
Do nada Carlos aparece aos berros:
_ Volto pra casa vagabunda – se aproximando rápido de Deise e lhe dando um forte tapa na cara – canso do seu amante e volto pra casa.
_ Do que você esta falando?
_ Não se faça de idiota que eu vi você com aquele riquinho – A segurando-lhe pelo braço com força – Ele é melhor na cama do que eu a jogando com força na parede. Ele se aproxima dela e a pega pelos cabelos e começa a arrastar pela casa com violência:
_ vou provar pra você que sou melhor na cama do que aquele playboyzinho – a puxando com violência.
Ao ver aquela cena a menina correr pra rua apavorada, aos berros e chorando.
_ O Carlos vai mata a mamãe, o Carlos vai mata a mamãe.
Will que estava dentro do carro estacionado próximo a casa, ao ver a cena correr pra ajuda com os outros dois amigos, eles adentram a casa rápidos como bala e com o Auxilio da menina eles conseguem chegar ao quarto a tempo do pior, Deise estava desacordada de tanta pancada que ele havia lhe dado, quando finalmente Will consegue chegar ao interior do ressinto, apos por a porta do quarto a baixo, pois estava trancada por dentro, ele arranca Carlos de cima dela e o joga com força num canto da parede os outros amigos dele entram e seguram Carlos enquanto Will leva Deise nos braços pra fora da casa com Aura, dentro do quarto John e Steve, amigos de Will, estão lutando contra Carlos, que enlouquecido tenta se livrar dos dois que não deixam por menos, e batem com violência enquanto John o segurava Steve o socava sem dó:
_ Você gosta de bater em mulher não é? – Um soco na cara – Então veja como é bom apanhar também.
Eles deram uma verdadeira surra, Will deixou Deise e Aura no banco da SUV e volta pra casa, Carlos ainda resistia aos dois quando Will voltou para o quarto e com um soco muito bem dado ele o Poe a nocaute, de volta pro carro ele liga pra casa de Michael e pede pra uns dos seguranças trazer um segundo carro, apesar do ódio pelo que eles fizeram com Deise, o segundo carro era pra levar Carlos ao hospital, dessa vez Deise ia presta queixa de agressão contra o marido e dessa vez ela contava com testemunhas.
Após eles irem pro hospital em dois carros, Will volta pra casa de Deise com a moça pra pegar tudo que fosse necessário e que pertencesse a ela e voltar pra casa de Michael, tudo que coubesse dentro da SUV, depois de removerem as coisas de Aura e Deise eles voltaram pra Neverland, não passaram mais que três horas da saída de Deise e Aura do rancho, o que pra Michael foi uma surpresa e tanto ao vê-las de volta:
_ o que aconteceu? – pergunta Michael sem entender nada. – porque voltaram?
_ O marido dela tentou bater nela de novo – diz Will com tom de fúria na voz.
_ Meu Deus. Vamos levem pro quarto de cima – Ordena Michael amparando Aura no calo que chora desesperadamente. _ ta tudo bem meu ajo agora acabo.
Era muito sofrimento pra uma criança de seis anos, e Michael sabia disso, agora ele estava disposto a por um fim em tudo aquilo, custasse o que custasse. Mas antes ele tinha que cuida de Deise e Aura...



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 4:56 pm

Capitulo VIFugindo do Perigo.





Teresa uma das empregadas de Michael chega e pega Aura dos braços do cantor, que após se acalmar adormeceu no seu colo, ela Poe a menina em um quarto próximo ao dele cheio de brinquedos e bichinho de pelúcia. Deise após sai do hospital estava medicada e após tomar um calmante forte dormia profundamente. Michael entra no escritório e pede pra chamar Will, que prontamente vem ter com ele.
_ Conte-me o que foi que aconteceu na casa Will?
_ O cara chegou de surpresa e minutos depois a menina saiu correndo pra rua gritando que ele ia matar a mãe, não pensamos duas vezes e quando chegamos lá, ele estava trancando com ele em um quarto, tivemos que por a porta abaixo e tira ele a força de cima dela, nós tivemos que bater nele pra ele parar e não foi pouco senhor.
_ Miserável, eu não vou deixa ela volta pra ele, isso não é vida pra ninguém.
_ Realmente senhor não é.
_ Tá dispensado Will, chame a Teresa pra mim preciso falar com ela.
_ Sim senhor. – Will se retirar, mas lembra de uma coisa – Ah senhor, se quiser saber ao certo mais do ocorrido fale com a moça.
_ Obrigado Will eu irei pergunta sim.
Michael ordenou a Teresa que ajudasse a Deise e lhe explicasse como era o serviço da casa, pois a mesma iria trabalhar e morar no rancho até que ela se estabelecesse, tanto física quanto financeiramente, assim ela o fez, logo que Deise despertou e após Michael conversar com ela sobre o que se sucederia na vida da moça:
_ Oi Deise – diz Michael adentrando no quarto.
_ Michael – esticando os braços pra ele como uma criança que pede colo. – foi horrível, ele me acusou de ser sua amante – solução – que eu havia voltado porque você me dispenso, ele disse tantas coisas horríveis.
_ Está tudo acabo Deise, daqui você só sai se for livre dele – olhando nos olhos dela – não vou permitir mais que aquele monstro toque em você ou na sua filha, a partir de amanhã você vai trabalha aqui no rancho pra mim. Quando as coisas tiverem resolvidas e aquele crápula tiver longe de vocês. E se for seu desejo você pode ir mora em outro lugar, mas por enquanto aqui comigo é o lugar mais seguro pra você.
_ Será Michael? Eu tenho medo - fala chorosa – medo por você. Não quero te perder por causa dele.
_ Não se preocupe comigo, agora aproveite essa chance, segure-se nela Deise. Não vale a pena se destruir para amar alguém. Mesmo que você ainda o ame, será que vale a pena morrer por culpa dele? Depois de tudo que ele te fez? Amores vem e vão uns são bons outros são ruins, se de uma chance de ser feliz ao lado de quem ti ama de verdade. Se não foi dessa vez pode ser na próxima, às vezes o amor bate na nossa porta sem percebemos....
Nesse instante alguém bate timidamente na porta, Michael atende:
_ Will? – olhar intrigado.
_ Desculpe senhor – gaguejando - Eu... Eu...só....
_ Veio visitar a Deise? – fala Michael percebendo o nervosismo dele – pode entra eu já estava de sai.
Nesse momento Michael percebeu que algo a mais estava acontecendo ali, ao sair da passagem a empregado entrar e sem que o mesmo percebesse ele pisca pra Deise como quem dissesse o que foi que eu disse? Will passa o resto da tarde com Deise, ambos riem descontraidamente, estão completamente a vontade, ela lhe conta que Carlos foi seu primeiro amor e por isso não fazia noção de que isso poderia lhe acontecer, por isso se encontrava tão perdida, revelou ainda que sua mãe também passa por isso e que a mesma já tinha desistido de pedir ajuda, pois ninguém a ajudará no passado. Ele também contou como era sua vida e que também fora infeliz no casamento, sua ex-mulher o tentou matar numa crise de ciúmes....



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 5:01 pm

Capitulo VIIO Sumiço de Aura.





Os dias se seguem e Will ainda mais colado em Deise, praticamente uma sombra, quando não estava a serviço de Michael, estava do lado de Deise, Aura estava estudando em uma escolinha próxima a Neverland, que Michael havia matriculado a menina pra não ficar remoendo os atuais acontecimentos, ele orientou os professores e psicólogo para não entregarem a menina a ninguém que não fosse apresentado por ele a elas, pois a menina sofria risco de ser seqüestrada pelo pai.
Todos estavam cientes dos problemas da menina, sempre no final do dia Will ia pegar Aura no colégio, ele quem fazia questão disso, assim ele poderia conquistar aos poucos o coração de Deise. Tudo transcorria bem ate que em um dia, Will se atrasou e não pode chegar a tempo para buscar Aura na aula da escolinha, o que não se sabia ou não se percebeu é que Carlos havia descoberto onde a menina estava estudando e passou a vigiá-la, mas para desespero de todos com esse atraso involuntário de Will, ele teve a chance que tanto esperava, em um golpe rápido ele tapou a boca da menina para que ela não gritasse enquanto ela Will esperava na calçada e a levou de carro para longe.
Uma professora da menina viu de longe o ato dele e tentou impedir, mas não conseguiu, devido um problema congênito na perna que a limitava a andar, quando Will chegou ela o comunicou e eles não puderam fazer nada, desesperado ele ligou para Michael e lhe comunicou o ocorrido:
_ Michael?
_ Sim Will, o que eu ta acontecendo sua voz está tremula?
_ O Carlos levou a Aura.
_ Como? - Perplexo – Como isso aconteceu?
_ Me atrasei um pouco e ele aproveitou pra pegar ela. Não notei que ele estava por perto me desculpe.
_ Senhor tenha misericórdia da menina – Pensou Michael alto – Vou liga pra policia e você tenta encontra ele rápido Will.
_ Pode deixa.
Pela expressão de pânico de Michael Deise percebe que algo de errado esta acontecendo. Logo se poe a questioná-lo dos fatos, Michael a chama pra sentar e explica o que aconteceu a Deise, que entra em desespero com medo, que algo de ruim pudesse acontecer com sua filha:
_ Fique calma Deise, nós vamos recuperá-la, eu te prometo
_ Eu espero Michael, sem minha filha não serei ninguém, eu a amo de mais para perdê-la assim.
_ você não vai perdê-la, farei tudo ao me alcance pra recuperá-la, confie em mim. – Abraçando Deise.
O dia foi se passando e deixando todos cada vez mais aflitos, sem noticias da menina, a noite já estava começando a cair e as buscas estavam frenéticas, Deise permanecia abraçada a Michael, que tentava confortá-la de seu pranto, lhe passando confiança que tudo ficaria bem. Will estava feito um louco com a professora de Aura percorrendo a cidade toda para conseguir encontrá-la, a mulher sabia a descrição do carro de Carlos, mas estava difícil de encontrar, ele se culpava pelo atrasado e não se perdoaria se algo de ruim acontecesse com a menina, que ele já tinha como se fosse do seu próprio sangue.
_ Eu não vou me perdoa nunca se algo de ruim acontecer com essa menina. – Pensava Will enquanto seguia pela cidade a fora.
Will deixa a professora em casa e vai de volta pro rancho, ao chegar lá da de cara com Deise aos prantos nos braços do patrão, seu coração está aos pedaços a vendo sofrer assim logo agora que tudo parecia se ajeitar, Michael vê a tristeza de Will e lhe sede o lugar, que prontamente a abraça e consola sua amada.
_ Não se preocupe meu amor vai ficar tudo bem, nós vamos trazer Aura de volta eu te prometo.
Quando Michael está saindo da sala, para deixar os dois mais a vontade, o telefone toca e ele atende:
_ Alô....





Última edição por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 6:40 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 5:09 pm

Capitulo VIIIVocê é Minha e Daqui Só Sai Morta.




_ Tio Michael.... – voz de choro.
_ Aura meu amor, como você está?
_ finalmente consegui fala com canalha que esta tirando minha mulher.
_ Carlos!!! O que você quer? – diz Michael mudando o tem de voz
_ Minha mulher de volta o mais seria, você está roubando de mim.
_ Não estou roubando de você, você quem está a afastando de você.
_ Não minta desde que você apareceu acabou com a minha família, com a minha vida...
_ Não me culpe pelos seus erros....
_ Calado!!! – grita ele – você tem 24 horas pra devolver a minha mulher ou não vão ver mais a menina – desliga o telefone.
Will e Deise assistem a tudo sem dizer uma palavra, ao termino da ligação Michael contou tudo que eles haviam discutido, e que Carlos queria que ela voltasse, obviamente sabendo risco que corria Deise não queria ir, mas em virtude da filha não havia outra alternativa, Michael ligou pra policia e alertou-lhes do contato de Carlos e da ameaça que fizera, todos ficaram aposto pra uma possível troca, os três foram orientados a fazer o que ele queria e não excitar para o bem da menina.
Agora era esperar Carlos voltar a ligar, marcando onde era pra estar, a policia fica de prontidão até ele volta a ligar, assim o faz, no final do dia uma nova ligação de Carlos acontece, marcando o lugar onde ele estaria pra receber Deise, nem Michael nem Will vão desistir delas, nem que pra isso um dos dois tenha que morrer, a policia é acionada, Will e Michael vão com Deise em um carro a parte seguidos de perto pelos policias que estão no caso, um segundo grupo já esta no local escondido, o local é uma ponte abandonada em uma estrada desativada próximo ao final da cidade, lá havia um lago, devido ao péssimo estado da ponte as autoridades desativaram temporariamente para evitar acidentes, local perfeito.
Eles chegam ao destino marcado, não demora muito e Carlos chega com Aura na outra ponta da ponte, é inevitável todas as TV do pais e do mundo estão acompanhando o caso, com muita violência Carlos praticamente arranca a filha de dentro do carro, a menina esta ao prantos, o que o irrita mais ainda, ele esta com uma faca afiada no pescoço de Aura, sem noção do perigo que correr ela tenta se desvencilhar dele, os policias estão a posto qualquer movimento em falso dele e os policias o abatem.
Em um golpe de sorte, Aura consegue morder o pai com força que com a dor acaba soltando-a, ela não perde tempo e corre em direção a mãe, Deise ao ver a fuga da filha corre de encontro a filha, com o ato de Aura Carlos deixa a faca cai e os policias que estava escondidos próximo dele, pulam sobre e tentam detê-lo, Michael e Will acompanha Deise ate aura que correr pros braços da mãe em volta as lagrimas. Mãe e filhas se abraçam forte.
Há uma verdadeira luta pra conseguir dominar Carlos que está enlouquecido, em um descuido de um dos policias ele consegue alcançar a arma de fogo e apontar a mesma para mãe e filha:
_ Se eu não posso ter minha mulher e filha ninguém mais terá – ele puxa o gatilho.
Ao perceber o que Carlos pretende fazer Michael aperta o passo em direção a Deise chegando as duas em questão de segundos, não havia muito tempo e sem pensar Michael se joga na frente das duas, e um estampido se escuta por todo o vale e ponte.......


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 5:17 pm

Capitulo IXA Vingança De Carlos.


Em seguida mais um, Carlos conseguiu dar dois tiros em direção das duas, mas devido à agilidade de Michael que consegue se por na frente das duas, ele acaba recebendo os dois tiros, um na cabeça e o outro no tórax bem próximo ao coração, ele cai sem sentido algum e com o olhar vago, os policias conseguem dominar Carlos fazendo com que ele fique desacordado, algemado eles o levam pra o camburão.
Uma ambulância é chamada, Deise está em cima de Michael em desespero, ele sangra muito, enquanto o socorro não chega ela permanece pressionando o ferimento no peito de Michael, Will leva Aura pra longe, a deixando com umas das policia dentro da SUV, ele retorna pra onde Michael está, devido ao terreno e ao tumulto que se faz no lugar a ambulância fica presa no trajeto sem conseguir passar, pelo radio um dos policias consegue acionar um helicóptero de uma rede de TV que estava filmando, ele prontamente pousa a aeronave dom o auxilia de uma medica que conseguiu chegar a pé ao local o entubaram.
Rapidamente o levaram para o hospital, toda a movimentação fora acompanhada de perto pelas TV, o estado de Michael era gravíssimo, havia grandes chances dele não sobreviver, Deise e Will seguiram de carro para o hospital, de sala da sala de espera ficaram no aguardo de noticias sobre Michael, as ruas se encheram rapidamente assim que os fãs souberam do estado grave do rei do pop, filas e mais filas de doadores de sangue se formaram no hospital, faz dispostos a doar sangue pra ajudar Michael, ate quem não era fã estava na fila disposto a salvar a vida dele.
Apesar da confusão armada no hospital, pelos fãs e voluntários Michael foi levado pra cirurgia, às próximas horas seriam cruciais pra sua recuperação e até mesmo pra salvar sua vida. Enquanto Michael era socorrido Carlos era levado algemado pra a delegacia e autuado por seqüestros maus-tratos a menor e tentativa de homicídio.
Foram longas 39 horas de cirurgia, Deise e Will não arredaram o pé do hospital, embora muito cansados física e psicologicamente, todos queria saber noticias do Michael, uma corrente de oração se formo do lado de fora do prédio, à multidão em massa orava por ele. Os dois acabaram dormindo nas cadeiras da recepção.
_ vocês não querem ir embora e volta mais tarde? – Pergunta a enfermeira.
_ O Michael saiu da cirurgia?
_ Ainda não.
_ Então nós vamos esperar aqui – Diz se espreguiçando – E como ele está?
_ Não tenho noticias ainda senhor, só quando a cirurgia acaba, aceita um café?
_ Sim obrigado
_ Um momento que eu vou pegar. – A moça se retira.
_ tio Will?
_ O que foi meu anjo?
_ O tio Michael vai morrer?
_ Não sei Aura, temos que espera pra saber.
_ Será que se eu pedir pra Deus deixa o tio Michael, ele deixa?
_ Não custa tentar Aura. – Diz Will beijando a testa da menina, tentando controlar o choro.
Aura se afasta de Will e Deise e fica a observar uma imagem religiosa de cristo pregado na cruz, pendurada na parede da recepção do hospital e com a inocência de uma criança ela observa a imagem e pede:
_ Papai do Deus não leva o tio Michael não, ele foi tão bom pra mim e minha mãe, eu nunca tive um pai como ele, deixa ele aqui mais um pouquinho pra ser meu pai, por favor.
Toda a recepção para pra ouvir o inocente pedido da menina, todos estão com lagrimas nos olhos com o ato tão inocente de uma criança de sei anos, Deise e Will assistem tudo e em pensamento desejam que Michael saia bem daquela sala de cirurgia, ambos estão com lagrimas nos olhos, as horas continuam se passando e as coisas pra Michael não estão boas a equipe medica toda teme por ele, o mundo todo teme por ele, a muito custo os médicos conseguem reverter a hemorragia que teimava em não parar, eles conseguem remover com sucesso a bala que ficou alojada na cabeça, mas ninguém sabia dizer ao certo o tamanho do estrago que aquele projétil havia provocado nele, só o tempo é que poderia dizer o que iria acontecer com Michael e sua saúde, apenas o tempo.....



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 5:35 pm

Capitulo X Michael Ferido Ele Não Pode Morrer.




Ao termino da cirurgia Michael é levado pra UTI, todos os sinais vitais estão relativamente normais, mas ele não abre os olhos, não tem reflexo, não responde a estímulos algum. Os medico ficam temerosos com a vida dele, eles não sabem a exata extensão do projétil e temem por esse incidente forçar a encerrar prematuramente a carreira de Michael. Momentos difíceis estão por vir:


Por Michael


Eu não posso deixar ele matá-las, preciso chegar logo a elas, Deus daí-me forças, ahhh meu peito esta queimando, minha cabeça está doendo acho que foi atingido, graças a Deus elas estão bem, mas eu não consigo me mexer, meu ar esta faltando não to conseguindo respirar, preciso de ajuda.
Minha boca ta seca não consigo falar, que esta acontecendo comigo:
_ tragam o helicóptero rápido ou vamos perder ele – grita a medica
_ ele perdeu muito sangue – chegando ao hospital – a pressão ta estabilizada, ferimentos na cabeça e no tórax.
_ vamos subir com ele pra cirurgia – grita o chefe da emergência.
Essa luz forte nos meus olhos, não enxergo nada, que estranho estou me sentindo mais leve, estou flutuando, espera ai aquele é meu corpo? Quem são essas pessoas que estão ali não são do hospital?
_ Calma ai moçinho ainda não é sua hora – segurando-o pelo braço.
_ quem é você? Eu morri? – Confuso
_ Ainda não, meu nome é Castiel.
_ O que estou fazendo aqui.
_ Está aqui porque queríamos lhe agradecer tio Michael. – Uma voz jovem.
_ Tio Michael? Só uma pessoa me chama assim.... Aura – Surpreso com a bela mulher que lhe surge a frente. – Não estou entendo mais nada.
_ Não preciso me apresentar você já sabe meu nome...
Enquanto isso a equipe medica corria pra socorrer Michael, que havia tido uma parada cardíaca, fez-se uma confusão na UTI. Michael observa tudo em choque.
_ Não se assuste Michael pra eles você está morto
_ Então não vou mais voltar?
_ Vai, assim que terminamos a nossa conversa. – esclareceu Aura – Michael eu sou um anjo que trabalha pra ajudar as pessoas na terra, e você também é um, mas sua missão é mais árdua que a minha, quero lhe agradecer pela ajuda que você me deu.
_ Que ajuda?
_ A Deise iria morrer se você não aparecesse. Obrigado. Eu e Castiel lhe somos gratos por isso. Sua coragem salvo Deise.
_ Não se preocupe você terá uma nova chance pelo seu altruísmo – aproximando-se dele Castiel – se tiver algum desejo Michael que queira ser atendido. Só pedir-nos.
_ Eu queria ter uma família, filhos, queria poder ser eu mesmo, longe dos holofotes, nunca soube o que é ser uma pessoa comum queria poder aproveitar um pouco disso. – lagrimas nos olhos.
_ Que assim seja, ao termino de sua missão daqui alguns anos, uma pessoa ira te procurar e você a ela, não tenha medo, é apenas nosso desejo e agradecimento pela ajuda que você nós deu, seja feliz com ela pelo tempo que lhe restar. – Diz Aura.
_ E como vou saber se é ela?
_ Quando você passar dos cinqüenta lhe avisaremos.
Nesse instante sentir-me ser sugado de volta pra minha cama, quando eu já estava praticamente sendo dado como morto naquela UTI......








avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 5:37 pm

Capitulo XIMichael Acorda e o Triste Fim de Carlos.


Senti um tranco tão forte quando voltei pro meu corpo, que minha reação foi buscar o ar que não vinha, já estava coberto quando retornei pra susto da enfermeira, rapidamente a equipe voltou e ligou os parelhos antes que eu sufocasse, meus olhos queimavam com a luz forte, foi minuciosamente examinado, constataram que eu estava bem sem sequelas no Maximo ia fica com o meu sorriso que já era levemente torto mais acentuado ainda, fora isso o que ficou ate charmoso, ninguém imaginaria que eu tinha levado um tiro na cabeça e sobrevivi pra conta a historia.
_ Oi tio Michael
_ Oi Aura – Meio zonzo.
_ Seja bem vindo de volta – Sorrindo pra mim.
_ Obrigado.
_ Graças a Deus Michael. – Janet correndo a mim.
_ Calma não abusa – Disse brincando
_ Ele tá bem, já ta brincando – Disse ela rindo
Passei mais alguns dias internado na UTI devido à proximidade do tiro no meu peito ao coração, mas logo eu sai e todos estavam lá pra minha alegria. Passei mas uns três dias internado e voltei pra casa, fiquei de cama por algumas semanas recomendações medicas, fique um pouco sonso devido o local do ferimento, mas com o tempo recuperei meu equilíbrio e pude volta a minha rotina.
Enquanto eu me recuperava Carlos é indiciado e quando faltava poucos dias pra ser julgado ele se enforca na prisão, deixando assim Deise e Aura livres para seguirem suas vidas juntas.
Na minha saída do hospital havia uma verdadeira multidão pra me saudar, maior do que eu já tinha visto em meus shows, pessoas que torciam por mim, que nem eram meus fãs e que estavam lá pra me ver sai do hospital. Confesso que chorei eu não podia me emocionar, mas a emoção falou mais alto.
_ Tio Michael porque ta triste? – Disse Aura acarinhado meu rosto – não chora não.
_ Estou triste não Aura, estou feliz – beijando o rostinho dela.
Meus irmãos e irmãs me levaram pra casa e eu fui cuidado como nunca, voltei pro ensaios da minha torne, continuei com as minhas ajudas aos mais necessitados enquanto não podia fazer os shows, Aura sempre do meu lado me acompanhado em tudo, não havia uma viagem que eu não fosse que ela não estivesse.
Infelizmente nem tudo foram flores naquele ano, na minha experiência do doutro lado eu fui alertado pra dois importantes acontecimentos na minha vida e seriam os mesmo, mas com outros personagens e pela mesma razão, era apenas pra me manter forte e não cair jamais que tudo iria se resolver e o meu desejo iria se realizar, mas eu teria que ter muita força e coragem pra poder chegar nele, e assim foi naquele ano fatídico pra mim, mas abençoado pra minhas protegidas....




avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 21, 2016 6:39 pm

Capitulo XII Vida Nova Pra Deise e Aura.






Os três continuaram comigo por um longo tempo antes de seguirem suas vidas. Will e Deise se casaram no dia 23 de maio de 93 exatos três meses desde que nos conhecemos, e eu fui o padrinho, estava feliz por ela a família de Deise esteve em peso lá, todo felizes por ela.
Eu a conduzi ao altar e a entreguei a Will que estava felicíssimo pelo presente de deus que estava recebendo:
_ Só falto você ter um final feliz Michael. – cochichou na minha orelha.
_ Na hora certa Will isso vai acontecer – Falei rindo – Cuidas dessas duas por mim.
_ Eu vou cuidar pode deixar.
_ Seja feliz Deise você merece – me virando pra ela e beijando a sua fronte.
_ E você também merece Michael. – Sorrindo pra ele – Quando sua vez chegar quero ser a madrinha.
Eu sorri pra ela abaixei meus olhos e tomei meu lugar, a cerimônia foi linda na hora das alianças, reservei um presente especial, um par de alianças em ouro branco com o nome dos dois, escrito: unidos pelos céus para sempre. A festa aconteceu alegremente eles seguiram pra lua de mel que também foi presente meu. Meus problemas vieram por pouco não cometi uma loucura, mas consegui superar, Deise e Will estavam sempre comigo, 94 casei mais não deu certo 20 meses depois eu me separei e por conselho dos meu amigos viajei pra frança em um resort, cheguei por volta das 14horas era meados de 96, desci pra toma uma banho de piscina e no meio do salto vi o sinal que eu tanto esperava dos anjos......





Você estará lá

Abrace-me
Como o Rio Jordão
E então vou te falar
Você é meu amigo

Me carregue
Como se fosse meu irmão
Me ame como se fosse uma mãe
Você vai estar lá?

Quando cansado
Diga se você vai me abraçar
Quando errado, você vai me moldar?
Quando perdido, você vai me achar?

Mas eles me disseram
Que um homem deve ser fiel
E andar quando não puder
E lutar até o fim
Mas sou apenas humano

Todo mundo está tomando controle de mim
Parece que o mundo tem um papel pra mim
Estou tão confuso, você pode me mostrar
Você vai estar lá pra mim
E se importar o suficiente pra me agüentar

(Me segure)
(Deite sua cabeça)
(Devagar e então ousadamente)
(Me carregue até lá)

(Me segure)
(Me ame e me alimente)
(Me beije e me liberte)
(Vou me sentir abençoado)

(Carregue)
(Me carregue com coragem)
(Me levante devagar)
(Me carregue até lá)

(Me salve)
(Me cure e me banhe)
(Devagar você me diz)
(Eu vou estar lá)

(Me levante)
(Me levante devagar)
(Me carregue com coragem)
(Mostre que você se importa)

(Me segure)
(Deite sua cabeça)
(Devagar e então ousadamente)
(Me carregue até lá)

(Precise de mim)
(Me ame e me alimente)
(Me beije e me liberte)
(Vou me sentir abençoado)

Em nosso momento mais escuro
Em meu desespero mais profundo
Você ainda vai se importar?
Você vai estar lá?
Em meus julgamentos e tribulações
Em nossas dúvidas e frustrações
Em minha violência
Em minha turbulência
Por meus medos e confissões
Minha angustia e minha dor
Minha alegria e meu sofrimento
Na promessa de um outro amanhã
Nunca te deixarei partir
Porque você está sempre em meu coração

Fim




avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: You Are Not Alone - Não Era Uma Simples Boneca De Porcelana

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum