Traduza esta Página
English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documentales Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
King Of Pop

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
»  Um Amor de Padrinho
Sex Set 02, 2016 10:55 pm por Mimijak

» Michael Jackson In Memoriam. Remembrances (Ingles)
Sab Jul 09, 2016 4:09 am por Mimijak

» Todos os Livros Sobre Michael
Seg Jun 13, 2016 1:29 am por Mimijak

» Simplesmente MICHAEL
Seg Jun 13, 2016 1:16 am por Mimijak

» Michael Jackson = A Visual Documentary 1958-2009
Seg Jun 13, 2016 1:08 am por Mimijak

» LoveIsHIsMessage
Qui Maio 26, 2016 7:41 pm por Mimijak

» Curso de Ingles Online: Qual Escolho?
Ter Maio 17, 2016 1:17 am por Mimijak

» Mini-fic - Favores
Dom Maio 15, 2016 1:07 am por Mimijak

» Insana Obsessão
Qui Maio 12, 2016 2:13 am por Mimijak

Meu MSN
Meu MSN – Venha conhcer - Click Aqui e vá  para o Meu Perfil
Michael Is Invincible - diHITT– Mimijak Invincible
 Michael Is Invincible – Mimijak Invincible - Click Aqui e vá  para o Blogger
Dangerous
DANGEROUS MJ- Click Aqui e vá  para o Fórum Dangerous

Exilado no Espaço

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:03 pm


Capitulo XXIVA noite romântica deles, Luna morre de ciúmes




_ Michael eu tava ti procurando!
_ Serio? Eu também queria te ver.
_ Que bom.
_ Eu queria te mostra um lugar muito especial pra mim
_ É! Onde é?
_ Eu terminei agora de reconstruí, ela se danificou na chuva de meteoro, mas agora está tão linda quanto antes. Vem que eu te levo.
Michael a levou pra a floresta artificial, e a fez um convite irrecusável para Roberta. O lugar era lindo o lago esta com águas tão limpas quanto da primeira vez que ele esteve lá à vista era encantadora para Roberta.
_ Quer tomar um banho de lago comigo?
_ Quero!
Michael tirou toda sua roupa, e começou a entrar no lago, Roberta ficou surpresa com a atitude dele e ficou um pouco assustada ao velo completamente nu, mas não resistiu e também se despi e entrou no lago, isso era diferente para ela já que no seu país era quase impossível um homem e uma mulher ter esse tipo de contato, um pouco tímida e ao mesmo tempo deslumbrada Roberta entra na água, ela não acredita que aquele homem tão lindo está ali sem roupa e tão a vontade na frente dela, se o povo do país dela a vissem com um homem que não era seu marido tão a vontade assim ela seria apedrejada em praça publica.
Já Michael notou que ela era diferente das demais e que aquela timidez era fruto de uma pessoa que não tinha muita experiência em certas coisas da vida então ele resolveu puxar um papo com ela, já que ela escondia as partes que eram mais chamativas pra ele.
_ Porque essa timidez?
_ Não estou acostumada com esse tipo de coisa.
_ De onde você é Roberta?
_ Afeganistão
_ Ah! País muito rígido não é?
_ É.
_ Não se preocupe aqui você não precisa se preocupar com punições, ninguém aqui vai ligar para o que você fizer, agora a sua vida pertence a você aproveite-a.
Roberta invejava essa naturalidade dele de pensar na vida, e contemplava aquele homem de espírito livre nadando totalmente a vontade naquele lago com um teto transparente que dava uma linda visão para o espaço, aos pouco ela foi se soltando e acompanhando naquele banho tão inusitado.
_ Já fez amor com alguém antes?
_ Nunca.
_ Quando estiver pronta pra aprender é só me fala. (se afastou dela)
Essas palavras deixaram Roberta sem saber o que dizer, mas sem pensar muito ela disse as seguintes palavras que mudariam a vida dela a partir Dalí.
_ Eu cansei de só por os meus desejos no papel e não poder aproveitar na pratica, quero saber como é ser amada de verdade por um homem.
Essas palavras fizeram Michael volta para próximo dela.
_ Então não tenha medo só deixe as coisas rolarem naturalmente e no final não vai se arrepender do que aconteceu.
Michael a beijou timidamente pra que Roberta começasse a se solta, ela correspondeu-lhe calorosamente, e quanto mais ele a beijava mais certeza ela tinha do que queria fazer, ele era muito carinhoso e seus toques a deixava ainda mais excitada, ele procurava não assustá-la já que ela nunca tinha sido tocada por um homem antes, Michael também não tinha pressa podia levar o tempo que fosse necessário pra ele, já Roberta deixa que ele a tocasse já que ela não fazia a menor idéia do que fazer e de como fazer, ele era muito gentil e não tinha pressa para fazer as coisas que de certa forma para Roberta era um aprendizado e tanto.
Michael percorria o corpo dela com os lábios dando beijos leves toques que deixava a moça toda arrepiada, as mãos deles acariciavam o corpo dela deixando ela ainda mais excitada ela nunca tinha sentido aquela sensação antes e aquilo deixava ela assustada, mas para não o assustar Roberta deixava Michael totalmente a vontade, isso era exatamente o que ele queria, Michael estava tão encantado com ela que as coisas aconteciam natural, apesar de ser a estréia de Roberta ela conseguiu se soltar bem e de certa forma conseguiu aprender tudo que tinha que aprender.
Ele sabia do segredo dela então ele tentou ser o menos traumático pra ela possível, e com muito carinho e amor ele rompeu o ela que separava a criança ingênua da jovem mulher, o momento romântico dela durou horas e horas, Michael mostrou-a tudo que ele podia e sabia em sua primeira investida para Roberta. Eram sensações novas, Michael em seus movimentos deixava nela a sensação que ele dançavam sobre seu corpo, ela percebia que alguns momentos parecia que ele se movimentava em círculos dentro dela, aquilo a levava ao êxtase tudo foi tão lindo e maravilhoso, que jovem acabou dormindo nos braços de Michael que a levou para a sua cabine e deixou-a lá descansando após passar alguns instantes contemplando e velando o sono de Roberta, mas muita coisa ainda tinha que ser feita e ele precisava ir e retoma seus afazeres.
Já Luna presenciou tudo que o que aconteceu na floresta artificial, ela chorou acaba beijo e toque que Michael dava em Roberta, Luna lamentou e desejou que fosse ela quem estivesse naquele lugar, cada dia mais ela sentia que estava perdendo ele e ela não sabia o que fazer para evitar, Dédalo tenta “consolar”
_ Você viu tudo não foi?
_ Vi Dédalo. Ai o que eu faço? Eu to perdendo ele.
_ Você deveria ter deixado ele se explicar, mas você não quis, ele foi atrás de outra né
_ Eu sei. Eu errei agora vou ter que paga por isso (em prantos)
_ Se você fica ai se lamentando não poderá recuperá-lo, vá até ele e deixe-o se explicar e se ainda der fique com ele.
_ Não sei Dédalo, não sei se terei coragem de procurá-lo e também não sei se ele ainda me quer.
_ Não saber se não for atrás pra descobri.
O que Luna não sabia é que Michael no fundo se sentia culpado por ter tomado Roberta daquela forma, ele mal conhecia a moça e não queira ferir os sentimentos dela, mas Luna não o queira de volta então Michael permanecia em duvida e se Luna voltar a trás será que eu vou aceita-la ou ainda vou amá-la o suficiente para voltar? Enquanto a Roberta será que terei coragem de deixá-la por outra? Michael sofria e deixava as coisas rolarem e o tempo passar para as coisas se ajeitarem.
Mas ele teria uma surpresa que abalaria seu coração e deixaria ele ainda mais em duvidas, o medo de magoar alguém que não merecia ficará ainda mais evidentes para ele e seu coração será dividido. Michael estava em uns dos Decks da nave terminando umas manutenções que faltava em Dédalo para presta uma ajuda aos seus visitantes, mas antes dele conseguir chega até onde eles estão, Michael vai ter que passa por algum que ele imaginava que não queria mais velo e as coisas vão esquentar um pouco.
_ Michael eu preciso falar com você (entra correndo Luna sem a menor preocupação de quem estava com ele)
_ Luna! O que faz aqui? (surpreso pela investida inesperada da moça)
_ Ops as coisas tão ficando interessantes aqui.




Última edição por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:12 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:09 pm

Capitulo XXVNão consigo viver sem ele, não consigo viver sem ela


_ Deixa de gracinha Dédalo.
_ Ta certo Luna. Vamos para um lugar mais reservado, senhores tenho um assunto inacabado pra resolver e já volto. Licença.
Michael a leva para a ponte e pede para que Dédalo tranque a porta e não deixe ninguém entra enquanto eles não terminarem o papo.
_ Fala.
_ Assim? Seco?
_ como você quer que eu te trate Luna? Você não queira me ouvir e agora assim de repente você quer me ouvir? Eu tenho cara de que? Nunca aceitei isso de ninguém e não vou aceita isso de você agora.
_ Não consigo ficar sem você, por isso quero te ouvir, quero que me conte a verdade.
_ Quer a verdade, então vou te dar a verdade. A verdade é que nunca fui casado quando sai da terra, me casei duas vezes sim, mas não amava ou nunca fui amado como deveria, mas não entrei nessa nave casado, aquela louca é minha irmã que queria me usar e eu não queria, a verdade Luna é que eu não amo mais você, encontrei outra pessoa e estou muito bem obrigado, agora me esqueça que eu tenho muita coisa pra fazer.
Essas palavras dele fizeram com que Luna magoa-se profundamente, ela não esperava ouvir o que ouviu, ela percebeu que errou com ele, mas era tarde de mais na cabeça dela ele estava perdido e não havia nada que pudesse fazer pra mudar agora era lamentar o ocorrido, já Michael estava arrasado por tratar Luna assim, apesar dele gostar e possivelmente estar se apaixonado por Roberta ele ainda ama Luna, mas será difícil dele esquecê-la. Michael deu a conversa por encerrado e voltou para seus aposentos onde Roberta descasava, ele sabia que tinha pegado pesado com ela, ele próprio não se reconheceu ao se ver realiza tal coisa com ela, se deixar domina pelo desejo e possuir uma jovem como ela, mas não se podia voltar atrás no passado agora era curti o presente, ao chegar em sua cabina Roberta estava sentada na cama com uma pasta cheia de papeis para ele.
_ Olá! Dormiu bem? (pergunta Michael dando um beijo na boca)
_ Dormi sim, senti sua falta quando acordei.
¬_ Tive que resolver um assunto urgente é uma longa e complicada historia depois eu te conto com mais calma.
_ Ah ta! (frustração)
_ E essa pasta? O que tem nela?
_ Que coisa, mal chegou e já viu a pasta.
_ Desculpe é que sou um curioso por natureza (envergonhado)
¬_ Não tem que pedir desculpas eu trouxe pra você mesmo.
_ Oh wow.
_ Lembra que você me pediu pra ler meus contos, eu te promete que ia dar?
_ Lembro sim (ar de criança que acabo de ganhar o melhor presente do mundo)
_ Então estão aqui! Bom só quero avisa que... Não são historinhas ingênuas, são bem calientes elas (timidez)
_ Não se preocupe. Eu estou acostumado com historinhas quentes.
_ Espero que esteja mesmo. (ele vai me acha uma pervertida - pensou ela)
Michael se retirou e foi ler o seu presente sem saber que ela tinha postos uma historinha feita quando ela o viu pela primeira vez, quando Roberta se lembrou que ela tinha escrito e onde tava e com quem estava, ela teve certeza.
_ Ai meu Deus ele vai me acha mesmo uma pervertida...


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:17 pm

Capitulo XXVIOs contos e os desejos de quem ama


Michael tem o habito de ler antes de dormi e essa noite a leitura foi os contos de Roberta, apesar do teor erótico contido nos contos Michael leu e se deleitou com cada linha que ela escreveu, até que um conto com um nome um tanto quanto interessante lhe chamou a atenção: Sonhos com um desconhecido, era o conto que Roberta tinha escrito no dia que ela viu Michael quando transferiam os ocupantes de Hercules para Dédalo.
Ele se deleitou com o conto tão inesperado por ele, saber que mesmo antes dele ter a possuído sem cerimônias como ele fez no lago artificial, ela possuía um desejo por ele isso o deixou feliz de certa forma, após ler os contos ele foi visitar a sua tão caliente escritora.
_ Olá!
_ Oi Michael (envergonhada ele trazia os contos consigo)
_ Porque está envergonhada? Você não fez nada de mais.
_ Você leu meu conto. (apontando pros papeis na mão dele)
_ Li. E não vi nada de mais.
_ Foi!?!? (expressão de surpresa com a afirmação)
_ Por que essa cara? Confesso que é bem interessante esse gênero de literatura, mas é uma forma de expressão e cultura.
_ Que bom que você vê assim.
¬_ É. E eu li um que me chamou a atenção.
_ Você acho esse? Não era pra você ter lido.
_ Por quê? Não era pra eu saber o que você sentia por mim?
_ Era.
_ Não se preocupe, é normal termos desejos por alguém, principalmente quando achamos impossível ter alguém tão distante.
_ Eu não sei se vamos ficar juntos Michael, nossas naves estão quase prontas, e não sei se posso ficar aqui.
_ Não me lembre disso. Vamos viver o presente e vamos deixar pra nos preocupar na hora certa.
_ Eu não quero me separar de você Michael, não quero.
_ Eu também não quero. Mas vamos viver o nosso amor enquanto ainda podemos.
Michael a beija com muito fervor e carinho, e os dois voltam a se amar como da primeira vez, Roberta aproveitava cada momento com ele como se fosse o ultimo, ela tentava guarda tudo que podia em sua mente dos momentos em que foi mais feliz, Michael por sua vez tentava esquecer Luna e não mais volta a sofrer com aquela que o rejeitou, seu coração estava dividido, mas quanto mais ele se aproximava de Roberta mais ele se sentia bem, ele precisava ser amado e encontrava isso nos braços dela, quanto a Luna tinha que amargar uma tentativa de reconciliação com Michael, mas para ela não seria nada fácil, ela tinha uma concorrente a sua altura e possuía um bem que antes era dela, só que por puro capricho da moça ela o deixou escapar.
Após o seu pequeno encontro amoroso Michael volta a rotina no auxilio a tribulação de Hercules e na sua volta teve que encontrar com a sua antiga e ainda quente paixão, mas as coisas não seria tão saudosas quanto Luna pensava que seria. Já que Michael estava disposto a esquecê-la. Mas Luna não iria deixá-lo fugir tão fácil e tudo que ela podia fazer pra recuperá-lo ela ia fazer, mesmo que isso custasse perde-lo de vez, mas ela iria tentar, ela não conseguia ver ele escapar de suas mãos sem ela fazer nada para impedir.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:23 pm


Roxette - Cuanto lo siento


Capitulo XXVIIPerdoa-me, por favor





_ Michael preciso fala com você.
_ Fala o que? Não temos nada pra falar.
_ Me perdoa! Por favor.
_ Perdoa? Pra você me feri de novo como fez antes? Não Luna não quero mais isso já te esqueci.
_ Sei que você não me esqueceu. Você ainda me ama.
_ Não. Não amo, não mais. Eu amo a Roberta agora.
_ Vai ficar com ela não é?
_ Eu vou sim pelo menos ela não destrói meu coração.
_ Então você não vai se importa se eu for embora com o capitão da Hercules?
_ O que você faz aqui, que ainda não foi ficar com ele.
_ Estou falando serio.
_ Eu também.
Michael se retira e Luna não consegue esconder a raiva e o desejo por aquele homem tão teimoso que não quer dar o braço a torcer que ainda a ama, sem outra alternativa ela resolveu provocar ciúmes com o capitão da Hercules, se o Michael ainda senti algo por ela, ela iria saber na hora que ele a visse com outro. Os dias forma se passando e Michael ainda mais próximo de Roberta, ele passava boa parte do seu tempo livre nos braços dela, ele aproveitava cada momento intimo, Roberta por sua vez aprendia tudo que o ele a ensinava, ela aproveitava tudo enquanto podia, parecia que ela vivia um sonho que não desejava que acabasse nunca. Finalmente depois de tanto sofrimento ela encontrou a felicidade.
Michael e o comandante da Hercules estavam no Deck E fazendo os últimos concertos que faltavam ali, os dois conversavam sobre as peças de reposição que faltava fazer quando Luna entra no deck, para surpresa da moça micha a apresenta para o comandante da Hercules.
_ Oi Luna não te vi por ai! Conhece o comandante da Hercules?
_ Sou Solar a seu dispor, bela jovem
_ Bom vou deixá-los a sós, eu tenho que visitar a minha noiva, não esperem por mim.
_ Noiva? Você não disse que queria casa com ela?(surpresa e chocada ao mesmo tempo)
_ Agora eu quero. Bom papo pra vocês (voz sumindo ao longe)
_ Acho q eu estou vendo uma ponta de ciúmes ao ouvi-lo dizer que vai se casar?
_ É. Eu estava com ele até sua nave chegar e a outra mulher chegar, ele me ignora por causa dela e agora isso.
_ Uma jovem como você não deve se apegar ao passado, se ele te esqueceu esqueça-o também.
_ Estou tentando, mas está difícil, muito difícil.
_ Talvez eu possa ti ajudar se quiser? Não sou bom com essas coisas, mas um amigo sempre ajuda a esquecer alguém que não nos quer mais.
_ Não sei.
_ Não custa tentar não é? Pelo menos você pode ganhar um amigo, ou algo mais se acontecer quem sabe.
Luna permaneceu pensativa durante horas, ela não queria esquecer o Michael só provocar ciúmes nele, para assim ela conseguir recuperá-lo, mas essa nova noticia que ele iria se casar com a novata a pegou de surpresa. Se ela tivesse dormido com ele como era para ter acontecido se Janet não interrompesse ela poderia dizer que estava grávida dele mas não aconteceu e agora o que fazer pra recuperá-lo?




Última edição por Mimijak em Sab Abr 16, 2016 1:07 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Qui Abr 14, 2016 11:51 pm


Aleluia


Capitulo XXVIIIUm amor para Janet! Aleluia!!!!!!!!!!!!.




Enquanto isso na enfermaria Big Boy se dedicava a Janet, com todo amor e carinho que ela merecia, ele velou o sono dela até que ela acordasse, ele cuidou dos ferimentos dela, lhe dava banho, a alimentava e tudo o que fosse preciso para que Janet sobrevivesse. Michael sempre que podia ia visitar a irmã, até que um dia ela acordou.
_ E então Big Boy cuidando bem da minha irmã?
_ Sim senhor. Ela está bem melhor que da ultima vez que esteve aqui.
_ Que bom. Espero que você continue cuidando dela quando ela acorda, ela vai precisa de muita atenção, pra pode ser recupera.
_ Sim senhor.
_ Ela estava muito sozinha aqui só ela e eu nessa nave enorme, eu não sou boa companhia pra ela.
_ Entendo.
_ voltarei para os reparos qualquer coisa, pode me chamar.
_ Sim senhor. Não se preocupe ela está em boas mãos
_ É bom saber. Vou indo. Até mais.
_ Até.
Após a saída de Michael Janet acorda e se depara com o seu dedicado enfermeiro. Ela o olhou de cima a baixo, notou que ele era bem bonito. Logo ela se interessou por ele. Michael havia se livrado finalmente da irmã.
_ Quem é você? (acordando meio sonolenta)
_ Meu nome é Big boy senhora.
_ Big boy com esse corpinho mirrado?
_ É foram minhas namoradas que me deram esse apelido.
_ Humm. Agora eu quero conferir esse apelido.
Mostrando que ela não tinha desistindo de seus desejos ela agarrou Big Boy pela camisa e começou a despi-lo dentro da enfermaria, sem muita escolha e também compartilhando do desejo de Janet big boy começou a possuí-la ali mesmo sem se importar com quem entrasse, é mas Michael resolveu voltar a enfermaria para pegar um objeto que ele havia esquecido, ao entra na sala ele se depara coma a cena, em estado de choque ele sai se esconde do lado de fora da porta com uma expressão de quem tinha visto um fantasma.
_ Acho que a Janet acordo Michael.
_ Eu percebi.
_ E já volto à ativa.
_ Percebi também.
_ To com pena do Big Boy.
_ Eu também.
_ Michael fala alguma coisa, vai fica só no percebi, eu também.
_ Acho melhor deixa eles a vontade Dédalo, eles tão bem ocupados.
Michael se sentiu mais aliviado, apesar de big boy poder estar em sérios problemas com a irmã, mas resolveu deixá-los a sós, afinal Janet tinha encontrado uma distração que não fosse correr atrás dele, com tempo para se dedicar a Roberta ele vai até o encontro da garota, mas o que ele não queria estava próximo de acontecer, Hercules está terminada e logo a tripulação teria que voltar e ir embora e Roberta teria que ir com eles. Mas uma questão também veio à tona será que Luna também iria com a tribulação de Hercules? Será que ele queria mesmo voltar a com Luna apesar de tudo que aconteceu? Parece que o tempo vai ter que falar mais alto, as coisas vão fica feia pra o coração do Michael, divido com essa situação, mas será que ele tem escolha? Acho que as coisas vão muda um pouco com a novidade de Roberta.




Última edição por Mimijak em Sab Abr 16, 2016 1:09 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:25 am


Capitulo XXIXHercules de volta à ativa. Será a partida de Roberta?




_ Ah Michael!! Ai está você, quero lhe agradecer a hospitalidade, a Hercules finalmente está terminada assim como a sua nave, agora é hora de voltarmos ao nosso rumo.
_ Fico feliz por vocês, espero não ter dado nenhum problema.
_ O que isso espero nós não termos dado nenhum problema a você.
_ Tem previsão pra volta ao seu rumo?
_ Acho que amanhã voltaremos, assim que conseguir reunir a minha tripulação...
_ Ah!
_ Você viu a Roberta?
_ ???? Porque a pergunta. (Tom de dúvida e um pouco de ciúmes)
_ Ela é minha irmã, desde quando viemos pra cá mal a vi.
_ Ah ela está comigo, eu a levei para a enfermaria a algum tempo. Mas ela está bem. Está acomodada em umas das cabinas da nave.
_ Que bom saber. Se possível peça para ela reunir suas coisas pra que nós possamos voltar sim, ah e pedi pra ela vir falar comigo.
_ Eu dou o recado.
Michael voltou a sua cabine onde encontrou Roberta sentada no chão do banheiro perto do vazo sanitário, ela estava suada e fraca, parecia que suas forças haviam se acabado ali. Assim que Michael a viu correu para socorrê-la, uma preocupação tomou conta dele agora.
_ Roberta?! O que aconteceu?
_ Não sei estou enjoada nada para no meu estomago.
_ meu deus! Vou te levar pra enfermaria, a Dédalo pode descobri o que você tem lá.
_ Tudo bem.
_ Olha seu irmão quer falar com você. A Hercules está pronta para partir (tom de tristeza na voz)
_ Pronta para partir? Tão rápido?
_ É! Foi muito rápido.
Michael a amparou nos braços e a levou pra enfermaria, ao chegar lá se deparou com uma cena nada discreta. Sua irmã e o Big boy se divertindo na mesa de exames.
_ Meus Deus Janet não dá para fazer isso na sua cabine? (Desviando o olha e entrando na sala)
_ Esse ai não tem jeito ainda mata ou morre disso (Dédalo fechando a cortina da outra maca)
Michael a deita na cama e Dédalo pede para ele sair, a máquina começa a escâner o corpo de Roberta atrás de algo que possa está provocando os enjoos, após alguns minutos sai o resultado, que seria uma alegria ou um desespero pra Michael já que a moça teria que volta a sua nave de origem e se as coisas não mudassem rápido possível ela levaria uma pequena parte dele junto com ela. Enquanto Dédalo examinava Roberta Luna vai até Michael tentar mudar a decisão dele de esquecê-la, mas as coisas não mudaram tão fáceis e nem havia possibilidade de mudar. Ela o encontra saindo da enfermaria.
_ Michael eu não desisti de você.
_ Luna esqueça. Não vou voltar atrás agora.
_ você precisa me dá uma chance agora que descobri a verdade.
_ Não perca seu tempo.
_ Ela vai embora e você vai voltar a ficar só, voltar pra mim.



avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:33 am

Fica comigo, Meu Mel

Marquinhos Moura



Capitulo XXXFica comigo, por favor!




_ Ela está grávida. (ele ainda não sabe que a Roberta está mesmo grávida)
_ O que você disse? (em choque)
_ O que você ouviu. Ela vai ficar comigo.
_ Você não poderia ter feito isso comigo. O irmão dela vai saber disso.
_ Então fala pra ele e me poupe um trabalho, de qualquer forma eu terei que pedir pra ele para fica com ela. Então seria até melhor que ele esteja a par do assunto. Vai lá e já fica com ele e me deixa em paz.
Michael retoma seus afazeres, mas antes pede para Dédalo chamar o capitão de Hercules irmão de Roberta para conversar. Ele estava disposto a assumir Roberta mesmo sem saber da novidade da moça. Mesmo que não fosse fácil já que a nacionalidade dela era diferente da dele. Após um tempo o irmão de Roberta veio conversar co Michael como ele havia pedido.
_ Mandou me chamar capitão?
_ Olá! (sorriso) sim mandei preciso conversar com você sobre sua irmã, Roberta.
_ O que tem ela?
_ Eu quero me casar com ela.
_ ... (silencio)
_ Eu me apaixonei por ela e quero ficar com ela, não quero que ela volte com vocês.
_ Isso me pegou de surpresa capitão.
_ Ah algum problema? Se tiver me avise. Não quero causa problemas entre vocês.
_ Roberta nunca se interessou por ninguém e se for da vontade dela quem sou eu para impedir que fique. Bom bem vindo a família capitão (abraços).
Após algum tempo na enfermaria Roberta volta a cabine de Michael ainda confusa com a novidade, ela deseja do fundo da sua alma ficar com ele, mas não sabe como ele reagira com a novidade e seu irmão como ele reagira em saber que sua irmã esta grávida de um desconhecido, apesar dele não esta em seu pais ele ainda segue as tradições rígidas dele. A moça se preocupava com essas coisas e sem saber que tudo estava resolvido entre o seu amado e seu irmão.
_ Oi Michael!
_ Oi Roberta! Seu irmão quer te ver.
_ Eu preciso fala com você antes.
_ Pode me fala.
_ é que é um assunto serio. Não sei se você vai gosta.
_ O que é? Pode falar. Não precisa dar ar rodeios seja o que for não é grave.
_ Michael pra Roberta é grave sim.
_ Dédalo você tem que se meter em tudo que eu faço?
_ Desculpa. Eu só queria te avisa que no país dela é diferente do seu, por isso ela ta assim com medo de fala, com medo da sua reação, pronto calei a boca.
_ Está desculpada Dédalo (sorriso). Onde estamos? Ah fala Roberta pode falar.
_ É que estou...
_ Está....?
_ Estou...
_ Roberta você não esta grávida está?
_ Como você sabe? (espanto).




Última edição por Mimijak em Sab Abr 16, 2016 1:10 am, editado 1 vez(es)
avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:37 am

Capitulo XXXIBatalha pela Sobrevivência


_ Pra dá essa volta toda só pode ser isso. Eu sei que em seu país as coisas são diferentes, mas eu sou diferente deles. E mesmo que você esteja grávida ou não, eu me caso com você eu já tinha concordado com isso.
_ Serio?!
_ Serio! Eu já tinha falado com ele, acabei deixá-lo no deck onde a Hercules está. Confirme com ele se quiser. Mas antes me responde a pergunta que eu fiz.
_ você acerto.
Nesse momento ele a abraça forte e beija a moça com tamanha animação e alegria, que ela não entende o porquê de tanta empolgação por parte dele, mas Michael estava feliz porque de novo poder ter uma família embora as condições que ele desejasse não fosse aquela, mas de certa foram ele estava feliz, porque dessa vez não tinha impressa pra atrapalha a sua vida, isso o fazia se sentir vivo de verdade como ele nunca havia se sentido na vida.
As coisas iam bem na nave, mas algo iria atrapalha a vinha pacata deles. Uma cerimônia rápida e discreta foi realizada pra unir Michael e Roberta, um dos hangares foi enfeitado com flores brancas e vermelhas um pequeno altar foi improvisado o capitão da Hercules foi que realizo a união, duas crianças jogavam flores por onde a moça passava, Michael estava de cabelos cacheados soltos por cima dos olhos e parte do rosto, o que chamava bastante a atenção das pessoas, Michael estava realmente lindo trajando uma roupa prata claro, seus olhos brilhava de felicidade, Roberta também não escondia a sua felicidade.
A cerimônia foi rápida, mas bela o casal não teve tempo de comemoração, uma nave não identificada foi detectada no setor onde Hercules e Dédalo se encontravam, sem cerimônias iniciou um ataque mortal contra as duas naves, a tripulação de Hercules correram de volta a nave para assim uma proteger a outra, um vôo alucinante e uma batalha massacrante começou tiros de phaizer começou cada nave se defendia como podia, Michael mostrou-se um hábil piloto, fazia muitas manobras arriscadas e loucas ao mesmo tempo para fugir dos tiros da nave inimiga. As duas naves estavam em uma fuga alucinante até que um dos tiros acertou Dédalo, o impacto foi forte, mas os motores ainda funcionavam apesar da avaria. Nenhuma das naves eram equipadas com armas de fogo ou de qualquer outro tipo o que dificultava ainda mais a fuga deles, sem poder se defender eles só podiam fugir e se a sorte ajudasse sobreviver ao ataque.
_ Dédalo! Você está bem?
_ Estou, um pouco avariada, mas estou.
_ Temos alguma arma na nave?
_ Não temos.
_ Meu Deus! Como o conselho espera que a gente sobreviva sem nada pra nos defender?
_ Eles não queira que os refugiados usassem as naves como armas contra eles, por isso não colocaram armas.
_ Temos que resolver isso de algum jeito, se não revidarmos vamos morrer aqui.
_ Eu sei. Mas não sei como posso ajudar.
Michael conseguiu encontra um lugar escondido em um asteróide e conseguiu levar as duas naves para lá, conseguindo assim fugir da nave inimiga, mas não se sabia por quanto tempo já que a outra nave estava lá fora em busca deles, enquanto não eram descobertos, Michael e a tripulação de Hercules faziam os reparos necessários, construíam e instalavam armas nas naves para assim terem alguma chance de sobreviverem caso fossem encontrados novamente.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:40 am

Capitulo XXXIIMorte na nave



Os reparos andavam rápido, todos trabalhavam para poder sobreviver, Janet finalmente recuperada e boa do juízo ajudava projetando as armas para as duas naves e também criava estratégias de contra ataque. Um rápido treinamento em guerrilha e tiro ao alvo foi feito com aqueles que iriam comandar as armas.
Quando tudo estava quase pronto a nave inimiga encontrou-os e recomeçou os ataques e dessa vez com mais intensidade que o anterior.
_ Todos para as naves.
Com esse grito de Michael todos voltaram pra sua naves e logo levantaram vôo pra a batalha, era de vida ou morte alguém ia morrer e alguém ia sobreviver mas ninguém sabia quem, em meio a uma chuva de tiros disparados pela nave rival Hércules e Dédalo começaram a sua estratégia de contra ataque, as naves seguiam em linha reta e uma atrás da outra, a estratégia era que as duas naves voariam próximas uma da outra e deixaria que a nave inimiga se aproximasse o suficiente para elas revidarem e assim foi feito. Quando a outra nave se aproximou o suficiente as duas naves saíram uma pra cada lado e começaram a atirar com tudo que tinham, o plano era meio suicida, mas se não fosse feito eles acabariam sendo mortos da mesma forma, porem sem chance de defesa.
_ A blindagem deles é muito extensa não vamos conseguir ultrapassar.
_ Não é a blindagem é um escudo de proteção.
_ Então vamos ter que por esse escudo a baixo.
_ De que jeito Michael. Os nossos tiros não fazem nenhum efeito sobre eles.
_ A gente vai consegui descobri como.
Michael não fazia a menor idéia de como iria por a baixo o escudo protetor da nave inimiga, mas tinha que haver uma falha um lugar que o escudo não passasse, Michael observou o escudo durante o até que percebeu que havia uma falha no flanco esquerdo que deixa a nave desprotegida.
_ É isso! Vai ser ai mesmo.
_ Achei uma falha no escudo vamos atira com tudo (comunicou a Hercules)
_ Eu vou pra uma dos canhões superiores.
_ Não Janet é perigoso de mais.
_ Eu sei, mas alguém tem que ir e quem vai sou eu.
_ Janet! Janet!
Michael a chamou em vão, mas ela não podia ouvi-lo, a parte superior estava lacrada por dentro e não havia como chegar até ela, mesmo com medo de perder a irmão Michael confiou nela e deixo sua irmã agir ela tinha mas experiência em guerras do que ele, as naves foram para o ataque final, elas descarregaram tudo que tinham na falha da rival e conseguiram provocar uma explosão, mas para tristeza geral a nave inimiga conseguiu acerta Dédalo e bem no canhão onde Janet estava atacando, o canhão fora destruído, para o desespero de Michael que assistiu tudo impotente da sala de comandos da Dédalo.
_ Tudo foi em vão. (em lagrimas)
_ Michael!
_ tudo que eu passei até aqui foi em vão, no final perdi minha única família que eu tinha, parte do que sobrou dela na terra.
_ Agora você tem a Roberta Michael e lembre-se que ela está grávida não posso devolver sua irmã, mas seja forte pelos dois, vocês ainda tem chances de voltar a terra.
_ Voltar a terra? Como assim Dédalo? Explica-me essa historia direito? (tom de zanga)
_ Ops! Falei de mais.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:45 am

Capitulo XXXIIIO sol


_ Que ops, você começou agora vai ter que termina, fala tudo que sabe Dédalo.
_ Bom o conselho ordenou que depois de 10 anos exilados a nave teria que retornar e entra no sol pra ser destruída.
_ Destruída?!?! Mas eles não podem fazer isso.
_ Podem sim. Por que você acha que só encontramos a Hercules no nosso trajeto.
_ Isso é injusto, a Roberta ta grávida. Ela não pode morrer assim.
_ A única chance seria você me reprogramar para voltar a terra. E já se foram nove anos. (tom de tristeza da nave)
_ Você está virando não está?
_ Sim. Estou me desculpe Michael, mas tenho que cumprir minha programação, mesmo que eu não queira.
_ Não vou deixa a Roberta morrer assim. Não vou.
Michael movido por uma fúria e ao mesmo tempo por uma amor que não se sabe de onde veio por Roberta, sai pelos corredores de Dédalo para encontra a sala de comando da nave para reprogramá-la, mas Dédalo não iria facilita as coisas para o amigo, pois estava em sua programação autodefesa para caso o tripulante da nave tentasse mudar a programação.
_ Não vai ser fácil meu sistema tem auto proteção que não deixar você se aproxima da sala.
_ Nem que eu morra tentando, mas vou consegui reprogramar e você vai me ajudar por bem ou por mal.
O que Michael não percebeu é que Dédalo havia aumentado a velocidade e o retorno estava mais rápido que o previsto. E a destruição chega muito rápido, as coisas não estavam fáceis dentro da nave, quanto mais Michael se aproximava da sala mais o sistema de segurança o atacava, a cada passo que ele dava era um tiro de lazer que atiravam contra ele, a nave esquentava com a proximidade do sol. Roberta não entendia o que estava acontecendo, mas tentava ajuda nas ponte da nave. Ela tentava vira o manche em vão, ele estava travado e nem 100 homens conseguiriam mudar o rumo da nave.
Enquanto Michael travava uma verdadeira luta próxima a sala de controle central, Dédalo ajudava ao amigo e tentando impedi-lo de chegar ao seu objetivo, Michael conseguiu uma machado e começou a derruba no braço a porta a base da machadadas, ele era movido por uma força que nem ele imaginava que tinha pelo amor e pelo filho que Roberta carregava e ainda por Janet que não iria morrer em vão pra tentar salva-los da nave inimiga. Após muito esforço ele consegue entrar na sala, ainda com dificuldade ele consegue chegar até a mesa de controle e arrancar o painel da mesa, tendo assim acesso ao programa que dá permissão dele reprogramar a nave.
_ Pronto agora que você está reprogramada, a moça vai me explica como vamos pode volta a terra viu dona Dédalo?
_ Eu entendi. Por onde vamos começar então...
Dédalo explicou tudo o que Michael tinha que fazer para retorna a terra, Roberta na ponte da nave conseguiu finalmente mudar o rumo da nave, e recebeu uma mensagem de Michael no monitor da sua tela.
_ Roberta mude o curso da nave pra terra. Nós vamos pra casa!
Ao ouvir isso a moça ficou congelada, pois não sabia o que aconteceria na volta pra casa, o mundo não era o mesmo de quando eles saíram e as coisas tinham piorado ainda mais, e tudo indicava que o regresso dos que sobrevivessem seria uma nova guerra pra poderem ficar no planeta e isso poderia ser ainda mais devastador do que a primeira grande guerra, mas eles precisavam voltar custa o que custar.


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 12:49 am

Capitulo XXXIVDifícil volta a terra, destruição de Dédalo e a mudança no mundo.


Mas uma surpresa de sua melhor amiga iria lhe fazer sorri pelo menos por um dia, Michael após tudo o que tinha ocorrido se recolheu aos seus aposentos, pediu pra Roberta lhe deixar só por alguns momentos, pois precisa digerir tudo que aconteceu naquele dia, enquanto dormia ele recebeu uma visita inesperada:
_ Pobre Michael, sofreu muito hoje, dorme com os anjos viu. (acarinhando os cabelos do amigo)
Michael tomou um susto, pois não esperava ouvir a voz de Dédalo em seus aposentos, o susto foi ainda maior quando ao abrir os olhos ele notou que havia alguém do lado dele e com a voz da nave.
_ Dédalo?
_ Sim sou eu.
_ Você está humana?!?!?!
_ Sim! Eu construí um corpo pra mim.
_ Como foi possível?
_ Usei o seu projeto do andróide da Janet, trabalhei em silencio enquanto aconteciam as coisas.
_ Eu estou em choque pela surpresa não espera.
_ Sem problemas, eu precisava de um back up pra salvar os dados que eu tenho, então esse corpo andróide esta sendo bem útil pra mim.
_ Essa é a Dédalo que eu conheço se alto preservando sempre.
_ É sim. Então está decidido mesmo a voltar a terra?
_ eu preciso, minha irmã sofreu muito pra dá aquele planeta condições de ser um lugar melhor e perdeu a vida tentando sobreviver aqui, é o mínimo que posso fazer pro ela.
_ Não sou boa em lidar e entender os humanos, mas você está certo, ela merece apesar de ter tentado te enlouquecer muitas vezes.
¬Risos de ambos.
_ Mas era uma ótima pessoa apesar de tudo. Bom, vamos deixar a tristeza de lado e vamos pra luta a volta vai ser complicada temos que estar preparados.
Os sistemas de defesa detectaram as duas naves Hercules e Dédalo se aproximarem e logo o escudo de defesa foram levantados, Michael teria que por o escudo a baixo se quisesse voltar a terra, e assim o fez. Com toda a munição possível das duas naves, a muito custo eles conseguiram destruir o escudo que nunca tinha visto e nem sido projetado pra agüentar o poder de fogo das naves. Outras naves partiram pra interceptar as duas naves, uma batalha espacial se inicia e com a mesma destreza de quando eles destruíram o inimigo alienígena, eles conseguiram Por abaixo os escudos que envolviam o planeta, as naves que os atacavam foram destruídas uma a uma, com o caminho livre eles conseguiram ultrapassar parte das defesas, mas a batalha não terminará, outras naves foram ao encalce da de Dédalo e Hercules e iniciaram um ataca fatal contra as duas naves. Michael pilotava Dédalo como tamanha destreza que quem o via no controle nunca imaginaria ele pilotar daquela forma, Roberta estava ao lado no radio da nave sempre em comunicação com Hércules.
Mas quando se imaginava que havia uma pequena trégua o Conselho surge com uma arma letal para uma das naves com apenas um tiro certeiro Dédalo é atingida por um tiro muito forte de prótons que passa a desencadear uma reação em cadeia e a perda de altitude, Michael tentava controlar a nave, tentando manter-la no ar o maior tempo possível pra não cair em nenhum lugar habitado, mas tudo que ele tentasse fazer era em vão, a perda de altitude era muito rápida.
_ Roberta vão para uma das naves de fuga no deck principal.
_ Mas enquanto a você? Não vai vir?
¬_ Salve você e o bebê, eu vou ficar bem.
_ Eu não vou sem você.
_ Vão longo não temos muito tempo.
_ Não vou sem você eu já disse.
_ Se você morrer minha vida não terá valido nada.
_ Se você morrer a vida não terá sentido pra mim.
_ Vai Michael com ela.
_ Dédalo?!
_ Vai que eu fico aqui, se salvem.
_ Você não merece morrer Dédalo, não assim.
_ Eu já fiz o que tinha que fazer. Meu programa já foi cumprido agora vão.
Numa atitude que o Michael não esperava Dédalo o puxa para si e lhe dá um beijo na boca, essa ação surpreendeu-o, pois não imaginava que uma maquina como Dédalo pudesse conhecer o amor ou até mesmo amar alguém, quanto mais o amar.
_ Vão! Agora!
Michael e Roberta correram para uma nave de fuga, Dédalo tentou manter-se o Maximo que podia no ar para que eles tivessem tempo suficiente pra se afastar da nave antes que ela explodisse. A nave de fuga deles foi lançada e Michael pilotava-a com toda potencia dos motores pra que na explosão eles não fossem atingidos, a uma certa distancia bem segura Michael só ouviu a explosão e o impacto Dédalo no contato com o chão ao olhar pela janela, ele observou que sua melhor amiga durante os 10 anos de exílio estava destruída e em chamas, ele não pode se conter e lagrimas rolaram de seus olhos, Michael nunca imaginou que iria sentir falta de uma maquina como iria sentir de Dédalo. Mas não havia tempo pra lamentar perdas, com muita dificuldade de controle ele conseguiu sobrevoar e pousar a nave de fuga em um lugar afastado. Durante o vôo Michael notou que a terra estava ainda mais miserável do que antes, o Conselho destruía e mandava exilar ou mata cada manifestação que envolvesse musica, teatro, livros, filmes, qualquer coisa que eles pudessem identificar um incentivo que possibilitasse uma guerra. Ao pousar a nave ele notou que pousou em um lugar muito estranho, ao caminhar pelo local ele começou a identificar o que era Michael havia pousado em um cemitério, mas não era um cemitério qualquer era um cemitério de crianças de todas as idades, desde recém-nascidas a adolescentes, o que mais o chocou foi ouvir gritos e choros de dentro dos túmulos, o Conselho estava enterrando crianças vivas. Michael não pode acreditar no que ele via no cemitério havia milhões de crianças enterradas, provavelmente crianças do mundo inteiro estavam ali, ele não perdeu tempo e nos túmulos que ainda se podia ouvir vozes ele e Roberta destruíam as tampas para libertar as crianças que ainda estavam vivas, algumas muito fracas, em meio ao lugar tão grande ele só conseguiu encontrar 10 crianças com vidas. O lugar tinha aproximadamente 1125 acres de extensão. Ao voltar pra nave para pegar um pouco de comida para as sobreviventes Michael quase não acreditou no que viu pela janela da nave, era uma escadaria com um relógio de flores no jardim em paralelo no topo havia uma casa de três andares, ele não podia acreditar que aquele lugar que lhe trouxe tantas alegrias no passado tinha se tornado um lugar tão frio e mórbido como aquele, por mais que ele tentasse entender não acreditava que a sua terra do nunca tinha se tornado um cemitério de crianças e ainda mais de crianças que eram enterradas vivas.
Michael lamentou por tudo que havia se passado em sua ausência, ele então tomou uma decisão importante em sua vida lutaria para por a terra de volta o que ele havia conhecido em sua infância, ele reuniu as pessoas que ainda estavam vivas e com a ajuda de Roberta, formou um grupo de resistência disposto a derrubar de vez o Conselho e por a terra em um novo rumo ou no rumo antigo antes da A guerra...


avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Mimijak em Sex Abr 15, 2016 1:01 am


Capitulo XXXVCure o mundo






Há um lugar no seu coração
E eu sei que ele é amor
Esse lugar podia ser muito mais
Brilhante que o amanhã
E se você realmente tentar
Você descobrirá que não há necessidade de chorar
Neste lugar você sentirá que não hã mal ou tristeza

Há caminhos para chegar lá
Se você procurar bastante pela vida
Crie um pequeno espaço e faça um lugar melhor

Cure o mundo faça um lugar melhor
Pra você e pra mim e toda a raça humana
Há pessoas morrendo
Se você procurar bastante pela vida
Faça um lugar melhor pra você e pra mim

Se você quer saber porquê
Há um amor que não pode mentir o amor é forte
Ele só se preocupa em transmitir alegria
Se nós tentarmos nos podemos ver nisso felicidade
Nós não podemos sentir medo ou terror
Nós paramos de ficar existindo e começamos a viver

Então sente-se que sempre o amor
É bastante para nós crescermos
Portanto faça um mundo melhor
Faça um lugar melhor....

Cure o mundo faça um lugar melhor
Pra você e pra mim e toda a raça humana
Há pessoas morrendo
Se você procurar bastante pela vida
Faça um lugar melhor pra você e pra mim

É o sonho em que nós fomos concebidos
Revelará a face alegre
É o mundo em que uma vez acreditamos
Brilhará de novo em graça
Então porque ficarmos estrangulando a vida
Ferindo a terra crucificando a alma
Apesar de ser tão claro ver
Este mundo é divino sejamos a luz de Deus
Nós poderíamos voar tão alto
Nunca deixar nossos espíritos morrer
No meu coração eu sinto que vocês são todos meus irmãos
Criem um mundo melhor sem medo
Juntos nós choraremos lagrimas felizes
Vemos as nações transformando suas espadas em laminas de arado

Poderíamos realmente chegar lá
Se você se preocupa bastante pela vida
Crie um pequeno espaço para fazer um lugar melhor...

Cure o mundo faça um lugar melhor
Pra você e pra mim e toda a raça humana
Há pessoas morrendo
Se você procurar bastante pela vida
Faça um lugar melhor pra você e pra mim

(repete + 2 vezes)

Há pessoas morrendo
Se você procurar bastante pela vida
Faça um lugar melhor pra você e pra mim

Pra você e pra mim [repete 10 vezes até acabar]


Fim????????????




avatar
Mimijak
Adm
Adm

Feminino Mensagens : 20561
Data de inscrição : 05/03/2011
Localização : Brasil

Ficha do personagem
MimiJak Invincible: 1

http://mimijak-mjj.forumsmusic.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exilado no Espaço

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum